Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Peto de Lagarelhos - Chaves - Portugal

08.03.08 | Fer.Ribeiro


.

Tenho andado a ameaçar ir até ao Peto de Lagarelhos e por uma ou outra razão cada vez que chego lá decido-me por continuar por um ou outro caminho.

 

Mais uma vez, lá fui até ao Peto de Lagarelhos, mas desta vez resolvi mesmo parar.


.

Vistas desde o Peto
.

 

Aparentemente o Peto de Lagarelhos não é mais que um quase cruzamento de estrada, duas ou três construções antigas e também duas ou três construções novas. Pois aqui a aparência é real, porque para além das tais meia dúzia de construções e do tal (quase) cruzamento de estradas, nada mais há para além dos campos e da serra.

.


.


 

Mas o Peto de Lagarelhos é tão aldeia ou lugar como outra aldeia ou lugar qualquer, porque tem gente, tem vida e é mais uma das 150 aldeias do nosso concelho. Prometi que passavam por aqui todas e não é por serem pequenos lugares ou aldeias que não têm o mesmo direito que as outras a passar por este blog. Aliás já outras pequenas aldeias passaram por aqui e outras houve, que embora até já tivessem sido aldeias medianas, agora estão mais desertas que o Peto de Lagarelhos.

.


.


 

Curiosamente no Peto de Lagarelhos até nem se pode falar em desertificação. Pessoas são também pouco mais de meia dúzia, mas nem por isso a aldeia está deserta, pois são tantas (até mais) do que as casa que habitam.

.


.

 

Peto de Lagarelhos, fica a 9 quilómetros de Chaves e pertence à freguesia de  S.Pedro de Agostém e, embora pequena, é terra de algumas particularidades, únicas claro, que a distingue das outras aldeias. Começando pela sua localização num encontro de serras e montanhas que faz com tenhas vistas privilegiadas para o Vale de Chaves, o Vale de Loivos, serras de Vila Pouca de Aguiar, do Barroso e da Galiza. É também um ponto de encontro de estradas e caminhos, pois a partir de lá poderemos tomar várias direcções quase tantas como os pontos cardinais, para Norte em dicção a Chaves, para Sul em direcção a Loivos e Vidago,  para Este em direcção a Carrazedo de Montenegro e muitas das nossas aldeias de Montanha e para Este, pelos caminhos, vai até à sede de freguesia.


.

.

 

Em termos de estradas, é atravessada pela 314 e no tal ponto de encontro, termina a 311-3, ambas já foram Estradas Nacionais, que hoje em dia (embora ainda seja conhecidas e sigam a numeração das E.N’s) foram desclassificadas para estradas municipais. Daí que o Peto de Lagarelhos não exista por mero acaso, pois sempre foi ponto de encontro e de “divergências” ou de ligação de diferentes destinos, onde em tempos não muito longínquos (pois eu ainda me lembro) existia lá uma taberna que funcionava também como ponto de espera nas tais ligações e “divergências”.

 

Quanto ao topónimo de Peto de Lagarelhos, tudo e simplesmente se resume ao (em tempos) no lugar (ou encruzilhada) ter existido um peto (do qual dizem que ainda existe uma pedra, mas que eu não consegui localizar). O topónimo verdadeiro do lugar é só Peto, mas é por todos conhecido como Peto de Lagarelhos, por ter adoptado também o nome da aldeia vizinha de Lagarelhos que fica a uma escassa centena de metros. Friamente em sem ofensa para ninguém, embora o Peto conste como uma aldeia da freguesia de S.Pedro de Agostém, não é mais que um lugar da aldeia de Lagarelhos. Mas o que conta é o que está escrito e como tal, hoje por aqui foi o dia do Peto de Lagarelhos.


.


.

 

Quanto às pessoas da aldeia  para além de ver passar os carros que seguem os diversos e diferentes destinos, como todas as outras dedica-se um pouco à agricultura e cultivo da vinha e oliveira. Coisa pouca, porque a gente também é pouca e alguma também está envelhecida.

 

E sobre o Peto, foi o post possível com as fotos possíveis onde são também possíveis boas fotos que mostram bem o nosso estar atrás dos montes.

 

Até amanhã por aí numa outra aldeia do concelho, onde talvez para ir de encontro a ela tenhamos que passar pelo Peto.

 

6 comentários

Comentar post