Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

O olhar de Carlos Silva (Suiça) sobre a cidade de Chaves

11.03.08 | Fer.Ribeiro
Foto retirada do Flickr de autoria de Carlos Silva

.

Como sempre nas Terças-Feiras deste blog o olhar sobre a cidade não é meu, mas outros olhares de alguém que anonimamente ou não passou por Chaves e a registou em imagem.

 

Imagens sempre curiosas e interessantes, principalmente quando não são as imagens habituais do Castelo e seus jardins, da Ponte Romana e do casario da Praça do Município.

 

As imagens de hoje, mais uma vez recolhidas no flickr, além dos pormenores revelam a poesia de alguns momentos da nossa cidade. A saturação e contraste da cor aliada à solidão dos passos debitados na calçada. Os momentos de solidão, de retiro, pensantes e profundos dados pela dureza de um preto-e-branco ou, um espreitar a cidade e a Praça do I Duque de Bragança por entre as suas pernas e resguardados pela sua imponente figura e por último o a robustez do granito, da pedra trabalhada, arrumada e aprisionada para lá da malha do ferro fundido.

 

.

Foto retirada do flickr de autoria de Carlos Silva

.


Também na imagem se pode beber poesia.

 

Pois a poesia dos olhares de hoje são de autoria de Carlos Silva que assina as suas fotos no Flickr com o nick de Carlos.Graciete. Não sei se é nick ou dupla/casal. Pelo que deixa a perceber, o Carlos Silva é português, algures deste nosso Portugal e vive em Sierre, Suiça e teria passado por Chaves em visita ou passeio, que pelas suas restantes fotos, prolongou pelo resto do nosso Portugal. De interesses, para além da fotografia, tem a numismática e as viagens. E pouco mais posso dizer sobre o nosso poeta, perdão, fotógrafo convidado de hoje, pois mais não conheço dele, para além da sua galeria no flickr, para a qual e como sempre, fica aqui o link:

 

http://www.flickr.com/photos/carlostripa/

 

.


Foto retirada do flickr de autoria de Carlos Silva

.


Vale a pena uma passagem pela sua galeria onde é reproduzida a sua sensibilidade poética de imagem.

 

Da minha parte agradeço-lhe a ilustração e os olhares de do post de hoje.

 

Entretanto, amanhã cá estarei de novo com mais cidade de Chaves