Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves rural - Sobreira e as vindimas

30.09.06 | Fer.Ribeiro
pipas-bl.jpg

A imagem de hoje é de Sobreira, freguesia de Águas Frias, mas poderia ser de uma aldeia ou outra freguesia qualquer. Estamos em pleno tempo de vindimas e esta imagem repete-se por todo o concelho, pois há que ter as pipas preparadas e devidamente empertigadas para receber o vinho novo que irá estagiar, pelo menos, até ao S.Martinho numa boa pipa, pipo ou tonel de madeira de carvalho. Vinho que irá fazer companhia às refeições e delícia de quem o trabalhou.

Estou a falar do vinho de lavrador, pinga que ainda se faz de modo artesanal sem qualquer enólogo (oficial) ou especialista (oficial) por perto com tratamentos milagrosos de sabores, mas feito por verdadeiros especialistas artesanais, desde o cuidar, podar, estrumar, sulfatar, enxofrar e tratar da vinha, ao vindimar, ao tirar os podres, ao “mastragar” e pisar as uvas com os pés num lagar de pedra, a espera do levantar seguido do ritual de baixar o bagaço, o espremer do bagaço e o envasilhar na pipa. É um demorado e cuidadoso processo que vai ser saboreado copo-a-copo durante todo um ano, numa mesa transmontana e portuguesa, com certeza e, claro, dado a provar ou a beber com todo o orgulho aos familiares, amigos e visitas. Por isso, se for de visita a uma das nossas aldeias e lhe oferecerem um copo, aceite-o, porque é oferecido com o orgulho mas também o carinho de quem o trabalhou e pode ter a certeza que vai beber uma boa pinga de lavrador.

Quanto a Sobreira, este é o post das vindimas. Oportunamente terá aqui o devido post dedicado à aldeia e à sua gente.

Até amanhã, numa outra aldeia do concelho, pela certa em plena vindima.