Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Olhares que espreito - Chaves - Portugal

24.04.08 | Fer.Ribeiro


.

Hoje apetece-me divagar um pouco por alguns pormenores da cidade, por aqueles que são breves momentos que um click apanhou distraídos e que, embora existam, são quase meras ilusões tiradas do seu contexto e algumas, também do seu pecado.

 

Cada vez mais ao caminhar as calçadas da cidade se esbarra com os seus escroques físicos, que (claro) não passam de um prolongamento do escroque humano, que infelizmente não são só de hoje, pois ao longo da história da cidade sempre os houve e estão bem visíveis aos olhos de todos. Só que não os quer ver é que não vê.

.


.

 

Claro que cada vez mais é preciso afinar o olhar para que a nossa alma de apaixonados por esta urbe fique regalada.

 

Minto diariamente com a verdade de um ou outro pormenor e só as palavras se vão revoltando. Graças a Deus que nem todos gostam de ler e se ficam pela ilusão das imagens e dos pormenores arrancados a ferros de uma cidade doente, com a sua velha alma em ruínas, enquanto a sua juventude cresce sem Deus nem Roque, atabalhoada e sem alma.

 .


.


Como diria Daniel Filipe – É urgente inventar o amor – da cidade e pela cidade e, por favor, não me venham com cantigas, pois já tenho o ouvido duro de mais para as ouvir!

 

Até amanhã, com os discursos sobre a cidade e post extra.