Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves e a noite da Rua do Sal

26.09.06 | Fer.Ribeiro
4049-bl.jpg

Esta é a Rua do Sal que à noite fica um pouco insossa, que é como quem diz – sem vida, pacata onde o silêncio se instala, tanto, que para uma rua de cidade, até chega a assustar. Mas, embora goste de ver as ruas da cidade com a vida nocturna da juventude, mentiria se dissesse que não gosto de entrar por estas ruas adentro como quem desafia o silêncio quebra-o, mas sem o quebrar…mas isso, já é poesia.

Rua do Sal. Muita gente se pergunta porque a rua tem este nome. Pois segundo reza a história e consta na toponímia flaviense, esta rua, tal como outras que lhe ficam próximas, tomaram o nome do principal produto que nelas se vendia, como os cereais da Rua da Tulha, as carnes da Rua dos Açougues ou as couves, nabos, alfaces e demais hortaliça, na Rua Verde. Ao que consta no actual Largo do Anjo (ou 8 de Julho) então Terreiro do Anjo, situava-se o Armazém da Vedoria, uma espécie de depósito de munições e víveres, à volta do qual se processava o mercado da vila velha de Chaves.

Até amanhã, com ou sem sal num recanto da cidade.

5 comentários

Comentar post