Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Discursos Sobre a Cidade -Um dia alguém haverá de perguntar

20.06.08 | Fer.Ribeiro

 

.

 

 

Um dia alguém haverá de perguntar

 

 

um poema de José Carlos Barros

 

http://casa-de-cacela.blogspot.com

 

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que deixou a hera derrubar os muros  de pedra e o mato crescer

nos caminhos que levavam aos bosques iluminados das bétulas.

 

E a resposta é

que fomos nós.

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que deixou construir barragens de betão nos lugares dos milagres

em nome da redução dos danos que em outros lugares se praticam.

 

E a resposta é

que fomos nós.

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que deixou tirar das paredes das escolas os quadros de lousa

e os rios azuis desenhados nos mapas. 

 

E a resposta é

que fomos nós.

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que trocou por uma renda efémera e uma salsicha

a árvore onde as minúsculas flores abriam em Junho.

 

E a resposta é

que fomos nós.

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que permitiu a publicação de leis com balancetes em anexo

onde se rasuraram os nomes e só contam os números.

 

E a resposta é

que fomos nós.

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que deixou o silêncio devolver o eco das palavras antigas

como se tivesse adormecido nas esplanadas litorais.

 

E a resposta é

que fomos nós.

 

Um dia alguém haverá de perguntar que gente foi esta

que partiu com os seus livros e um relógio para longes terras

e esqueceu para sempre a chave de casa numa pedra do tanque.

 

E a resposta é

que fomos nós.