Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

09
Ago08

São Caetano - Chaves - Portugal

 

.

 

 

Por aqui, popularmente e religiosamente falando, costuma-se dizer que quem não vai a Santiago de Compostela em vida, vai em morte. Talvez por essa razão haja tantos caminhos que nos levam até Santiago e, caminhante que se preze, vai a pé. Pois por cá, neste fim-de-semana todos os caminhos também são caminhados a pé como é tradição, mas vão dar ao São Caetano.

 

.

.

 

Este blog também faz questão de lá ir todos os anos, não a pé, mas numa caminhada virtual de levar o (nosso) São Caetano a todos os flavienses ausentes e também lembrar aos presentes este fim-de-semana que é de festa, mas muito mais que isso, é de fé, e por muito alheados que estejamos dos rituais e da “festa” religiosa, a fé há que respeitá-la, tal como a tradição.

 

.

.

 

Num dos posts passados sobre este Santuária eu dizia que o santuário do S.Caetano está para o concelho de Chaves e concelhos vizinhos, como o Santuário de Fátima está para Portugal. Mantenho todas as palavras desta afirmação e basta percorrer hoje as estradas que nos levam ao São Caetano para verificar que em todo o seu trajecto há centenas de pessoas a percorrer todos esses caminhos a pé.

.

.


A aproximadamente 13 quilómetros de Chaves, pertence da freguesia de Ervededo, o S.Caetano tem o seu ponto alto todos os anos no 2º Domingo de Agosto, quando é tradição mas também promessa, fazer a deslocação até ao santuário a pé. E neste caso a tradição continua a valer e penso mesmo que de ano para ano cada vez há mais adeptos a cumprir a caminhada. Penso que serão já alguns milhares de pessoas que, sobretudo na noite do 2º Sábado de Agosto, cumprem o ritual e tradição de se deslocarem ao S.Caetano a pé.

.

.


Mas o S.Caetano é também convidativo pelo espaço em si. Há uns anos atrás foi lá criado um parque de lazer, com merendeiros e churrasqueiras, aliadas às apetecidas sombras dos dias quentes de verão e primavera. Desde que o sol começa a abrir e a aquecer, que não há fim-de-semana que não haja merendas no S.Caetano, à nossa boa maneira, de manta no chão, muitos “comes” e bebes que se reflectem no garrafão de tinto à sombra, com a merecida e obrigatória sesta, claro!

 

.

 

.

 

Mas também a água deste Santuário é tão famosa como fresca e não há peregrino ou visitante que não a beba ou se refresque um pouco com ela. Quanto às suas qualidades milagrosas e, se ali bem próximo todos os anos centenas de pessoas se deslocam a Vilar de Perdizes por acreditarem nas bruxas (ou por mera curiosidade ou passeio), porque não acreditar nos milagres da água deste Santuário. Tal como diz o cartaz colocado ao lado da fonte: «É de S.Caetano esta fonte pura quem nela beber de seus males cura». Não sei se o cartaz ainda está por lá, pois todas as imagens de hoje são de arquivo, mas quer esteja lá ou não, há que acredite nos milagres da água e a fé, é tudo.

 

.

 

.

 

E por hoje é tudo. Para os que não podem deslocarem-se lá neste fim-de-semana, ficam as imagens do Santuário que mais gente chama deste concelho e das redondezas, por tradição, por religião e por fé, só comparado em termos religiosos e de tradição, à Nossa Senhora da Saúde, em S.Pedro de Agostém.

 

Até amanhã, de volta às aldeias. 

3 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Sim este é o S. Lourenço de Chaves"Eu sei que há m...

    • José Pombal

      Com o devido respeito, o nome destas localidades, ...

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro. Agradeço as suas diligência...

    • Anónimo

      (Esta (só?!...) placa não merece «Re-qua-li-fi-ca-...

    • Fer.Ribeiro

      Não sei mas vou tentar saber. Abraço.