Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

não era este o post que vos devia...

07.10.08 | Fer.Ribeiro

Devo um pedido de desculpas, pois anunciei ontem que teríamos um post, que apareceria logo que possível, mas tal não aconteceu. Isento-me de culpas, pois tratava-se de um vídeo que nem o You Tube, nem os Vídeos Sapo nem sequer os Vídeos Flickr (nos quais jurei nunca meter um vídeo), me “aceitaram” o vídeo que tinha previsto. Cá pra mim anda alguém a meter cunhas para que tal aconteça, mas também a o SAPO ADSL e a Telepac não estão isentos de culpas, pois anunciam-nos e fazem-nos pagar as portagens de auto-estradas do transporte de informação, e depois, apenas dos disponibilizam carroças para transportar essa mesma informação. Assim não dá para brincar ao sério, pois há sempre alguém a rir-se de nós e de nada nos vale reclamar, a não ser que queiramos agravar a factura, pois até para isso temos que pagar.

 

Esta de aqui no interior sermos iguais em deveres e não o sermos em direitos, tem de acabar, mas em vez de agarrarmos e mostrarmos os estadulhos da nossa indignação e da nossa tempera transmontana, conformamo-nos, amouchamos e até batemos palmas quando os senhores de Lisboa e outros senhores do poder nos visitam. Entretanto os imitadores caseiros dos senhores de Lisboa, tão iludidos que andam com a pose, o umbigo e os “conhecimentos” que têm com esta gentalha, baixam as calças e dizem ámen!. Assim não dá…  fico de fora deste jogo, na assistência, enquanto me der na gana e a rir-me também, um riso triste e de dor por ver-me por aqui resumido ao meu mudo provincianismo de gostar e querer fazer parte desta terra.

 

Até já, se a carroça da informação me permitir levar até vós outro post, com fotos, isto enquanto a censura e os seus tentáculos não for reinventada em forma de uma qualquer Lei democrática, pois num pais cujos xerifes andam entretidos em mostrar ao mundo projectos de TGV´s em que toda a criancinha tem direito a um Magalhães, não deve cair muito bem saber-se que neste seu reino ainda há analfabetos, gente que vive em verdadeira pobreza e que para ter direito à saúde, além de a pagar bem cara com dinheiro que roubam ao sustento de uma vida digna, têm que ser conhecidos, meter uma cunha e fazer a devida vénia ao Sr. Doutor, quase sempre mal humorado e que do seu reino olha todos com desdém. Ainda somos um país de doutores e caganças e o mal, é que não reconhecem o suor provinciano que lhes pagou os cursos.

 

Não admira que assim, continuemos a ser os eternos últimos da Europa mas com grande orgulho num Camões que com apenas um olho e a nadar com um braço de fora salvou os lusíadas e lançamos um computadorzinho  com o nome de um Magalhães, precisamente o mesmo e outros iguais que em nome de Cristo e da civilização cortava cabeças, o mesmo orgulho com que Salazar encaixava todas as colónias no mapa da Europa para engrandecer o ego da nossa "grandeza" enquanto, os nossos queridos velhos, ou têm um bom pé de meia para terem um final de vida digno, ou haveres e reformas para entregar e conseguirem uma entrada nos lares das misericórdias, senão só lhes resta morrerem sozinhos, entregues a si próprios. Onde está o estado, o mesmo  dos TGV´s (para, políticos e estrangeiro verem e gozarem), onde está o estado para olhar (com atenção) para os nossos velhos. Não está concerteza nas inaugurações de negócios (que infelizmente até agradecemos) que o Sócrates vem inaugurar à terrinha com as televisões atrás dele. Ah! Já agora não se esqueçam de na inauguração da ciclovia terem um bicicleta preparada para o Sr. Engenheiro, pois ele para as televisões até se sacrifica a dar umas pedaladas…não esqueçam da mola da roupa para apanhar as calças. Não vá ele sujar o fato com o óleo da corrente….

 

.

.

 

Ai como me dão gozo os hipócritas……….

 

Eia, lá, hôoooo, como s(f)omos grandes…. Mas não é fácil viver por cá, na terrinha… e digo-vos mais, esta actual crise financeira, que a todos vai tocar e outros vão agarrar como pretexto para desculpar a sua mediocridade, dá-me um gozo do caraças… é que nós por cá, além dessa crise finaceira, já há muito que conhecemos outras bem piores.

 

Estão a ver no que dá um post frustrado, basta um pretexto para se mostrar toda a revolta e só mostro alguma…pois há outra que lá vou contendo…

 

Até já!