Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Feira dos Santos - Edição de 2008 - O Programa

29.10.08 | Fer.Ribeiro

 

.

 

Pois o prometido é devido e cá fica a primeira abordagem à Feira dos Santos, que como todos os anos, arrasta consigo a polémica, que aliás também já é tradição da feira. Estou mesmo em crer, que quando toda a gente estiver de acordo e satisfeita com a feira, a feira acaba e depois, se calha, até vamos ter saudades das suas polémicas.

 

.

 

Este ano, com a ausência do criançada, até aos bonecos dos carrosséis dá o sono

.

 

Ao longo dos anos, pelo menos desde que a conheço, a Feira dos Santos tem vindo a transformar-se e também a adaptar-se aos tempos decorrentes. A feira sim, mas a polémica é sempre a mesma e começa nos nossos comerciantes e no local da feira, ou seja, ninguém a quer à porta mas também ninguém a quer longe e seja como for, os comerciantes cá da terrinha, sentem-se sempre prejudicados.

 

.

 

.

 

Num golpe de esperteza da Câmara Municipal, há uns anos atrás, cede a organização e os lucros do “estacionamento das barracas” (ou parte dele) à associação de comerciantes ACISAT, e assim com um tiro, matava dois coelhos: - livrava-se da responsabilidade da feira e calava os comerciantes. E seria o plano perfeito se resultasse, mas pelos vistos não resultou, pois os comerciantes continuam descontentes e o falatório continua na rua e este anos, pelo diz-que-diz que ouvi, até o pessoal das barracas se juntou à polémica, principalmente o pessoal das diversões com o novo espaço que lhe destinaram e com alguma razão, pois excepção para o último Domingo, os carrosséis têm andado para as moscas, pelo menos nos dias em que lá fui com a minha criancinha.

 

Mas a polémica promete não acabar por aqui, pois a separação dos espaços da feira em sítios tão distintos, ainda vai dar que falar, mas vamos esperar para ver como tudo vai correr.

 

.

 

No último Domingo foi uma excepção

.

 

Quanto à organização da feira, da tal que a ser feita com até aqui, a meu ver se fazia sozinha, pois bastava indicar um local ao pessoal das barracas, que eles lá se encarregariam do resto, pois a chamada da ACISAT à organização da feira, em nada a enriqueceu, pelo menos em termos de oportunidades para a cidade e para o concelho poder lançar os seus produtos e tudo aquilo que temos de bom, fazendo da feira (a par da que se faz sozinha) uma verdadeira feira da região e a verdadeira festa da cidade e do concelho. Mas não, continua tudo na mesma, e penso que a única preocupação da ACISAT será mesmo saber quanto vai encaixar de lucro com a feira, pelo menos a julgar pelo programa da mesma, que para encher e “inglês ver” até o jogo do Campeonato Nacional de Futebol da 2ª Divisão entra no programa, como se o mesmo não se realizasse se a feira não acontecesse.

 

.

 Imagem de Arquivo

.

Enfim, fica aqui o rico programa deste ano da Feira dos Santos que como poderão observar é muito rico em termos de lançamento da região e dos seus produtos e tem pontos altos que desde já destaco, como as arruadas dos Bombos do Marco de Canavezes e o concerto de FENANDO CORREIA MARQUES, que pelo destaque deve ser um nome importante da música portuguesa, seja lá ele quem for (desculpem a minha ignorância musical).

 

Mas vamos lá ao programa, que como sempre, as notas a azul, são minhas.

 

Dia 30 de Outubro

 

10H30 – Arruada – Bombos do Marco de Canavezes

(primeiro momento promocional e cultural do dia)

 

11H00 – Portugal/Suíça, jogo de preparação para o campeonato da Europa Sub 16, Estádio Municipal de Chaves.

 

15H00 – Sessão de Abertura na Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves

(fatos e gravatas a mais para o meu gosto, mas uma boa oportunidade para os que gostam de se mostrar e marcar presença…nunca se sabe o que vai ser o dia de amanhã!)

 

15H00 – Arruada – Bombos de Marco de Canavezes

(segundo momento cultural do dia e alternativa para quem não gosta de cerimónias com engravatados – à mesma hora)

 

21H30 – Conjunto musical – NOVA DIMENSÃO – Largo General Silveira

(com tantos locais para espectáculos e com condições, que Chaves tem, continua-se a insistir nas Freiras como a sala de espectáculos de Chaves, onde sempre se improvisa…)

 

.

 

Imagem de Arquivo

.

 

Dia 31 de Outubro – Feira do Gado

 

08H30 – Feira do Gado, Zona Industrial (junto à Munivel)

 

10H00 – 6º Concurso Nacional Pecuário, Forte de S.Neutel

( Penso ser o maior erro da edição deste ano da feira, separar uma coisa que se quer e sempre esteve junta, pois os “clientes”, curiosos e apreciadores do concurso e da feira do gado são os mesmos – mas vamos esperar para ver)

 

10H30 – Arruada – Concertinas da Venda Nova

(Primeiro momento cultural do dia)

 

12H00 – Festival Gastronómico do Polvo

(vá lá que este ano não é à Galega, o que embora seja pena, pois era bom, caro mas bom. Continua a faltar o festival do presunto e do pastel de Chaves. Esta do festival do Polvo também é uma invenção da ACISAT, pois antigamente, antes de haver festival gastronómico, lá tínhamos que nos contentar com o polvo das barracas, mas está claro que o sabor não era o mesmo…)

 

15H00 -  Arruada – Concertinas da Venda Nova

(segundo momento cultural do dia)

 

21H30 – Conjunto Musical  - FUNÇÃO PÚBLICA – Largo General Silveira

(a este só vou se me garantirem que os funcionários não são os das finanças… que às tantas ainda contabilizam a nossa presença como um sinal exterior de riqueza, pois se não estamos a trabalhar é porque temos rendimentos para nos podermos divertir…  comentários à parte, parece que os rapazes até tocam umas coisas, continua a ser pena o espaço de actuação não ser dos melhores).

 

.

 

Imagem de Arquivo

.

 

Dia 1 de Novembro – Dia de Todos os Santos

 

10H30 – Arruada – Grupos de música tradicional

(só espero que não venham outra vez os Bombos do Marco de Canavezes e as concertinas da Venda Nova – vamos esperar para ver o que isto é…)

 

14H00 – Festival de folclore: Grupo de Danças e Cantares Regionais de Santo Estêvão; Rancho Folclórico de Selhariz, Largo General Silveira.

(aqui nada a dizer, antes pelo contrário, mas se calhar acrescentar um festival de Bandas de Música do Concelho, também não ficaria mal, mas enfim, com tanta preocupação de organização, nem tudo pode lembrar).

 

15H00 – Arruada – Grupos de Música Tradicional

(Repetição do momento cultural da manhã – será que os escuteiros também entram na arruada… sempre faziam número e já estão habituados a arruadas e desfiles de feiras, até medievais ….

 

22H00 – Concerto FERNANDO CORREIA MARQUES – Largo General Silveira

(Como grande momento cultural e musical da Feira, penso que o lugar ideal para este concerto seria o Forte de S.Neutel, pois embora eu não conheça o Fernando, pela certa que as Freiras vão ser pequenas para tão grande artista).

 

Dia 2 de Novembro

10H30/18H00 – Animação de rua

(como mais nada é dito, vou esperar para ver. Quanto mais não seja, são pessoas a andar pela rua abaixo e outras a andar pela rua acima e sempre a cruzarem-se. Se conseguirem arranjar um lugar cómodo e abstraírem-se da envolvência, até é divertido. Eu já experimentei várias vezes e gostei. Claro que é preciso uma pequena dose de loucura e muito intelectualismo e até tem mais movimento que um filme do Oliveira…)

 

14H00 – Festival de Folclore:  Rancho de Folclore da Vila Medieval de Santo Estêvão; Grupo Cultural e Recreativo da Cela; Grupo Folclórico da Associação Desportiva e Cultural dos Amigos de Vilas Boas.

(aqui além de não sabermos onde o festival se vai realizar, que suponho continuará a ser nas Freiras, falta o Grupo de Danças e Cantares Regionais de Santo Estêvão e Rancho Folclórico de Selhariz, mas nada a apontar, pois é gente da terra e é sempre de louvar que as nossas aldeias ainda tenham gente para continuar a tradição)

 

15H00 – Grupo Desportivo de Chaves/Caniçal – 8ª Jornada do Campeonato Nacional, 2ª Divisão – Estádio Municipal de Chaves.

(E ainda dizem que não há corrupção no futebol… algum dia este jogo se realizaria em Chaves se não fossem os presuntos que enviaram ao Medail!? Pois, pois! – Só fico admirado é com o jogo não se realizar nas Freiras, seria ouro sobre azul!)

 

19H00 – Fogo de artifício, Forte de São Neutel

(pensei que com tanto bombo e concertina nas ruas os foguetes fossem para o ar, mas está bem, são no Forte de S.Neutel. Pelo menos não são nas Freiras…)

 

.

 

.

 

TODOS OS DIAS – STOCK OUT

“ O Comércio Sai à Rua”, Feira de Stocks do Comércio Local

(vou gostar de ver os comodistas e inconformados dos nossos comerciantes locais com a barraca montada)

 

E já que há Stock out todos os dias, também termino com um THE END ao programa da feira deste ano e se depois de assistir a todos estes festivais, momentos culturais, eventos, palestras e outros ainda lhe restar tempo, dê uma volta pelas barracas e não se  esqueça de regatear, que também faz parte do espectáculo.

 

Quanto aos responsáveis pela feira, o que vale é que tão atarefados que andam  não têm tempo para acompanhar blogs, senão diriam “pois, pois, criticar é fácil!” e eu responder-lhes-ia: Para organizar uma feira que se faz sozinha, com os meios que lhes são dispensados e para um programa destes,  até eu sozinho o conseguia fazer, mas claro, não dispensaria as receitas nem “botaba grabata”.

 

Até amanhã!

 

 

11 comentários

Comentar post