Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Um dia de Neve por terras do planalto - Chaves - Portugal

01.12.08 | Fer.Ribeiro

 

.

 

Hoje devia ser dia de flavienses ilustres, mas tão esquecidos que estão os nosso ilustres, pela certa que não se importarão de esperar mais uma semana, pois por aqui o que está a dar nos últimos dias, é mesmo o frio e a neve.

 

 .

 

Ao fundo, terras de barroso e o Deus Larouco

.

 

Ontem fui até Soutelinho da Raia à procura da neve e, não me enganei, mas neve de nevão caiu mesmo no planalto de Travancas. Foi por essas bandas que me deliciei, como um puto, por terras da neve.

 

.

.

 

Para fazer inveja aos flavienses ausentes, aqui fica um pouco dos últimos dias de frio e de neve e recordo-lhes também que é nestes dias que a lareira, além de confortar do frio, as brasas também convidam ao corte do que se pendura nos lareiros…ehehehe!

 

.

.

 

Ficam aqui as imagens, que dizem tudo, assim, poupo-vos de palavras que no meio de tanto branco só atrapalham.

 

.

 

.

 

Tentei ir mais além de Argemil da Raia, mas de novo começou a nevar e, se para baixo todos os santos ajudam, a subir já as coisas se complicam. A prudência e também o final de dia, recomendaram-me voltar para casa, mesmo assim, lá do alto, ainda deu para deitar um olho a São Vincente da Raia.

 

.

 

.

 

Fica a reportagem gelada, com temperatura até bem simpática, pois para agradar a gregos e troianos, nem entrou nos negativos nem nos positivos, 0ºC era a temperatura no planalto na tarde de ontem.

 

.

.

 

E como hoje é feriado, fica o itinerário da neve para os residentes distraídos: Bolideira, Travancas, Argemil da Raia (a partir de aqui é por vossa conta) mas sempre podem lançar um olhar para terras de São Vicente da Raia. De regresso, Travancas, S.Cornélio, Mairos. Soutelinho da Raia e barroso também estão vestidos de branco. Como não fui mais além, mais que isto, nada sei.

 

.

.

 

As fotos estão por ordem do desenvolver do itinerário de ontem.

 

.

 

 

.

 

Até amanhã, com outros olhares sobre a cidade de Chaves.

3 comentários

Comentar post