Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Repórter de Serviço, o Procentro e o Natal

03.12.08 | Fer.Ribeiro

 

.

 

No anterior post referia-me ao Procentro e ao não saber muito bem de quem dependia ou o que faziam para além de colocarem placares nas ruas. Pois continuo na mesma, mas deixo-vos um dos placares, que quando os vi colocar pensei que seriam para informação importante, como é costume noutras cidades, onde usam estes placares para colocarem um mapa da cidade, com uma rodinha a dizer “Você está aqui”.

 

Claro que nós não temos que imitar tudo o que se faz lá por fora, principalmente aquilo que é bem feito, e assim, somos originais e vamos fazendo alusão às épocas festivas do ano, neste caso com o vermelho do natal e os ursinhos polares que sempre lhe estão associados.

 

.

 

.

 

Tão atraentes e apelativos são os conteúdos dos placares que chegam mesmo a por em perigo os peões e automobilistas, pois quase todos estes placares estão colocados em passeios e alguns juntos a passadeiras. Claro que a função destes placares é atrair os olhares, alguns até com direito a vénia como o caso do Rei Eusébio, e vai daí, principalmente neste placar cheio de ursinhos natalícios, que o nosso espírito do natal nos invade o corpo e ficamos quase que paralisados e pasmados a olhar para o presépio do placar. Claro que esquecemos passadeiras, passeios, que somos peões ou automobilistas. Tudo por causa do Natal.

 

Afinal penso que já conheço uma das funções do Procentro: a de despertar sentimentos, mas perigosos para distraídos.

1 comentário

Comentar post