Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

O olhar de Alessandro Mazzoleni sobre a cidade.

13.01.09 | fernando ribeiro

Fotografar a nossa Top Model Ponte Romana é como bailar el Pingacho. Fotografa-se de lao/del outro costao/de la delantera,/también de la trasera… são assim as Top Model, todos a querem fotografar e, diga-se,  qualquer fotógrafo que se preze, tem que a ter no seu arquivo de imagens.

 

É, para quem a descobre, um dos monumentos de atracção e de eleição para levar em imagem como recordação de Chaves, porque de facto, a ponte e o seu reflexo sobre o Rio Tâmega com todo aquele conjunto de casario da Madalena adossado a ela, fazem uma imagem única digna de registo. È sem dúvida alguma um dos monumentos mais fotografados de Portugal. Não me enganei, disse de Portugal e era mesmo para dizer.

 

.

 

.

 

Também Alessandro Mazzoleni descobriu nela o seu encanto, nocturno como na poesia e com a arte do preto e branco. Também gosto de a ver assim vestida de negro para a festa da noite.

 

Alessandro Mazzoleni com nick de Sprip no flickr, é o nosso fotógrafo convidado de hoje. Italiano, natural de Zogno (BG), estudante, foi picado pelo bichinho da fotografia, coisa, que a julgar pela sua galeria, faz muito bem.

 

Galeria que poderá visitar aqui: http://www.flickr.com/photos/sprip/

 

Ou aqui: http://www.picsviewr.com/photos/sprip

 

 

Quanto à foto, ela diz tudo, não é por mero acaso que nos dois principais grupos portugueses do flickr (Postais Ilustrados de Portugal e Ilustrar Portugal) esta foto já atingiu os patamares mais altos em prémios (o The Best nos Postais e o Ouro no Ilustrar Portugal).

 

Da minha parte, como flaviense e amante de fotografia, só me resta agradecer ao Alessandro o ter passado por Chaves (em Outubro de 2008 – suponho) e ter feito tão belo registo cujo olhar partilha com a comunidade flickriana, ou seja, mais um olhar sobre a nossa Top Model Ponte Romana para dar a volta ao mundo.

 

Obrigado Alessandro e volta sempre.

 

.

1 comentário

Comentar post