Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Um pouco de Eurico Borges, um Artista Plástico Flaviense

16.02.09 | fernando ribeiro

Nada melhor que começar uma segunda-feira com arte, com a arte dos artistas.

.

 

.

Eurico Borges

 

É o nosso artista plástico convidado de hoje. Um pouco da sua arte um pouco da sua vida, um pouco das suas pinturas e exposições. Um pouco de tudo para ficarmos a conhecer melhor este flaviense que tem dedicado quase toda a sua vida à arte.

.

 

.

Eurico Borges nasceu em Chaves em 1950, de uma família humilde sem qualquer ligação à arte. Teve uma infância feliz entre a cidade e a, então, primitiva aldeia de sua mãe, experiência que o ajudou a formar uma relação de amor com os outros, e sobretudo com a natureza. Aos 13 anos, a pintura aparece no seu caminho como algo absolutamente natural, familiar e inevitável. A circunstância de ficar órfão aos 11 anos, marcará toda a sua vida. A fugaz passagem por um seminário, o trabalho desde muito jovem compaginado com os estudos, bem como o facto de viver numa ditadura, levam-no até França como estudante e trabalhador, vivendo ali o Maio de 68, marco incomparável para a sua consciência política e artística. Aos 22 anos, depois de vários anos às voltas com as cores e os pincéis, realiza a sua primeira exposição individual. Vive em Portugal até que, em 1965, retoma a sua vida de viajante.

.

 

.

Primeiro Espanha, depois Holanda e Alemanha até que em meados dos 80, regressa de novo ao seu país. Entretanto, sucedem-se as exposições e as vivências-aprendizagem, com importantes criadores europeus. Alguns anos, poucos, em Portugal e, de novo, transfere o seu estúdio cinco anos para Espanha e finalmente durante quatro anos para Cuba. Acompanhou a sua carreira de pintor, com outras actividades, desde muito jovem. Deu aulas, foi jornalista, fez teatro, cinema e até fez parte de uma companhia de dança contemporânea. Foi apresentador de televisão, animador cultural e director de estações de rádio. Em Madrid criou, com outros seis pintores, o "Display Group", ilustrou livros, recebeu prémios, foi homenageado e realizou mais de uma centena de exposições individuais e inumeráveis exposições colectivas, em países da Europa e América Latina. Segundo a velha tradição, é um artista marginal, um "franco-atirador", que nunca se rendeu a valores menores. É para ele reconfortante que, depois de mais de 35 anos a pintar, os críticos de arte o continuem a ver como um Artista romântico.

 .

 

.

EXPOSIÇÕES

 

1969- Primeira exposição colectiva.
1972- Primeira exposição individual.

Individuais

 

Portugal - Chaves, Caldas da Rainha, Guimarães, Leiria, Maia, Pombal, Porto, Porto de Mós, Póvoa de Varzim, Régua, Vidago.
Espanha - Benidorm, Cáceres, Cádiz, Getafe, Granada, Leganés, Madrid, Motril, Ourense, Salamanca, Valencia, Valladolid, Zamora.
Holanda - Amsterdam e Utrecht.
França - Orléans.
Alemanha - Dortmund, Duisburg, Düsseldorf, Krefeld, Osnabrück.
Cuba - La Habana.

Colectivas

 

Portugal - Braga, Chaves, Estoril, Guimarães, Lagos, Lisboa, Porto, Viana do Castelo, Vila Nova de Gaia, Vila Nova de Cerveira.
Espanha - Getafe, Leganés, Madrid, Ourense, Valencia, Verín, Vigo.
Holanda - Amsterdam e Utrecht.
França - Orleáns e Paris.
Suiça - Genebra.
Cuba - La Habana

 .

 

.

PRÉMIOS E SELECCIONES

 

- Artista seleccionado para el Salón de Otoño - Valencia, 1976.
- Medalla al Mérito Artístico. Ministerio de Información y Turismo, 1977.
- Seleccionado para la Bienal de Vila Nova de Cerveira - Portugal, 1980 y 1986.
- Seleccionado para la Bienal de Diseño de la Cooperativa Árvore-Oporto (Portugal) 1985.
- Seleccionado para la Bienal de Lagos - Portugal, 1986.
- Artista Homenajeado en la III Bienal Joven - Chaves (Portugal), 1987.
- Seleccionado para Palexpo - Ginebra (Suiza), 1992.
- Seleccionado para las exposiciones de Eixo Atlántico (Galicia y Portugal), 1997.
- Seleccionado para la Bienal de Avante - Portugal, 2003.

 

Eurico Borges tem também o seu sítio na NET, cuja visita se recomenda para ficar a conhecer mais um pouco da sua obra:

 

http://www.euricoborges.com/

 

 

.