Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

O Repórter de Serviço e o muro dos franceses (ideias redondas)

17.03.09 | fernando ribeiro

 

.

Pois para continuar com o mau gosto que o repórter de serviço por aí anda a descobrir, com tanto espaço maltratado que por aí há, tinha que nascer mais uma muralha de betão precisamente em frente a uma muralha que até é uma das maravilhas de Chaves, ou era, pois se atentam assim junto à sua entrada principal e do forte, em cima de um jardim que até já contribuiu para que Chaves fosse premiada como cidade jardim, lá vêm as ideias redondas do mau gosto para entre todas as localizações possíveis, escolherem a pior que nem sequer deveria estar entre as possíveis.

 

Pois, pois…dir-me-ão:

- ó pá, é prá estátua do General Silveira….

Ai é!?

Então vamos por partes:

1ª - Quem é (ou quem foi) o General Silveira?

- Blá.blá,blá, invasões francesas, blá,blá,blá, invasões francesas, blá,blá,blá, invasões francesas, blá,blá,blá, invasões francesas, blá,blá,blá, invasões francesas…

 

Prontos, tá bem, se o homem invadiu a França, deve ser importante, é que pensei que poderia ser o outro que fugiu para a Serra de Stª Bárbara enquanto os franceses invadiam Chaves e que depois destes partirem em direcção ao Porto, desceu à vila com as suas tropas e prenderam o franciú  que  ficou de guarda ao Forte de S.Francisco…

 

.

.

 

- Disparates, disparates, disparates… com disparates assim nunca conseguirás entrar para o clube…

 

Ó das ideias redondas, se em Chaves existia um jardim que até tinha o nome do homem e que depois, por força do betão transformaram em praça, porquê não porem lá o homem e o seu cavalo, talvez no lugar da taça, que tanto borrifa “áuga” como a “choca”. E por falar no homem da estátua e na praça do seu nome… que é feito da estátua do Monsenhor Alves da Cunha? (que esse sim, condizia  bem num jardim que se dizia de Freiras).

2 comentários

Comentar post