Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

30
Mai09

Mosaico da Freguesia de Tronco

.

Tronco

 

Localização:

A 18 km da cidade de Chaves, a Nascente desta, no limite do concelho, situa-se na vertente da montanha que descai para terras de Valpaços, entre terras de Monforte, da Castanheira e do grande planalto de Travancas.

 

Confrontações:

Confronta com as freguesias de Lebução e Nozelos do Concelho de Valpaços e com as freguesias de Bobadela, Águas Frias, Paradela (num único ponto), Travancas (num único ponto) e Cimo de Vila da Castanheira.

 

Coordenadas: (Adro da Igreja)

41º 46’ 37.84”N

7º 17’ 42.17”W

 

Altitude:

Variável – acima dos 750m e Abaixo dos 910m

 

Orago da freguesia:

São Tiago

 

Área:

8,18 km2.

 

Acessos (a partir de Chaves):

– Estrada Nacional 103 em direcção a Bragança.

 

.

 

 

.

 

 

Aldeias da freguesia:

            - Tronco

           

 

População Residente:

            Em 1900 – 417 hab.

            Em 1920 – 400 hab.

Em 1940 – 577 hab.

            Em 1960 – 686 hab.

            Em 1981 – 429 hab.

            Em 1991 – 325 hab.

            Em 2001 – 326 hab.

 

.

 

.

 

Principal actividade:

- A agricultura.

 

Particularidades e Pontos de Interesse:

            A respeito da origem de Tronco pouco se sabe, pois nas suas redondezas mais próximas não são conhecidos achados ou estações arqueológicas que possam testemunhar a sua antiguidade, no entanto na sua envolvente junto ao Ribeiro da Pulga foi encontrado um lagar cavado na rocha e nos arredores apareceu uma ara romana dedicada a Júpiter e uma lápide funerária dedicada aos Deuses Manes, que segundo consta, se encontram ambas no Museu Soares dos Reis, no Porto.

 

Também quanto ao seu topónimo não há certezas, pois uns defendem que Tronco andará ligada a uma suposta  característica  da topografia local (em forma de tronco) enquanto que outros defende que estará ligada a um antigo cárcere ou prisão que aí teria existido destinado aos condenados da região de Monforte de Rio Livre.

 

Desconhece-se a sua antiguidade mas sabe-se que já existia e era pertença da “terra” medieval e depois do Concelho do Rio Livre, extinto em 1853.

 

Também a nível eclesiástico, S.Tiago do Tronco foi um curato da apresentação do reitor de S.João da Castanheira, tendo passado posteriormente a Reitoria.

 

A nível de património da aldeia, além do seu casario do núcleo, algum ainda bem interessante, existe a Igreja Paroquial e a Capela do Senhor dos Passos e alguns Nichos de Alminhas.

 

A principal festa religiosa de tronco é dedicada ao Senhor dos Passos e acontece no segundo Domingo de Agosto.

 

De interesse é também a paisagem natural da aldeia e redondezas, com abundantes carvalheiras e soutos, onde existem castanheiros seculares, alguns com troncos entre 2 e 3 metros de diâmetro.

 

.

.

 

Dada a sua altitude e localização geográfica, avistam-se desde Tronco largos horizontes, todos lançados para Nascente e Sul, com vistas que alcançam as montanhas de Nogueira, Bornes e Santa Comba.

 

Os terrenos produzem centeio, boa batata, legumes, hortaliças e castanha, o típico das terras altas e frias.

 

Tronco é a última aldeia do concelho servida pela Estrada Nacional 103, estrada que desde S.Domingos (limite do concelho a confrontar com o de Boticas) atravessa todo o concelho (passando pela cidade de Chaves). Estrada que tem início em Braga e termina em Bragança.

 

 

Link para os posts neste blog dedicados a Tronco:

 

            - http://chaves.blogs.sapo.pt/365647.html

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

15-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Souza é apelido de Arcossó? Seria de Pedro Souza q...

    • Anónimo

      Não é verdade que esteja extinta. Em Arcossó exist...

    • Anónimo

      Que bom ver esta foto! A minha avô morava numa das...

    • Julia Nunes Baptista

      Boa noite. Que bom reviver a Quinta da Condeixa em...

    • Anónimo

      Que lindo!! Muito emocionada em saber mais sobre a...

    FB