Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

02
Dez09

O Périplo do Dr. Edgar Carneiro

AS TRÊS PONTES
 
 
No começo longínquo dos meus dias,
a sentir-me inseguro
sem rumo e sem guias,
de três pontes havia que escolher.
 
Era uma de pedras preciosas,
tapetada de rosas,
para onde iam os donos do poder.
 
Era outra dos arcos de triunfo,
tapetada de junco,
por onde iam as almas de eleição.
 
Era outra de sonhos e suspiros.
Com luar a mantê-la
é ainda por ela
que vai meu coração.

O coração é de Edgar Carneiro, poeta, flaviense.

.

.

Não escolheu as pontes mais fáceis da vida, nem se deixou deslumbrar  com pedras preciosas e arcos do triunfo, mas escolheu a ponte mais penosa e incompreendida, aquela que é feita com a arte das palavras na sua maior nobreza de ser conjugada em poesia. Coisa de eleitos, de poucos eleitos, quase tantos como os que as compreendem e se deleitam na sua música e nas suas cores. Chamam-lhe poesia e é, sim senhor, coisa de sonhos e suspiros, mantidos por luares. É neles, sonhos, suspiros, luares e musas, que os poetas embarcam com o peso ou leveza de cada palavra, as mesmas que o coração dita e, palavra a palavra,  constroem os versos do poema.

 

Edgar Carneiro nasceu em Chaves em 12 de Maio de 1913. Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Coimbra, exerceu funções docentes em várias Escolas tanto do Ensino Técnico como do Secundário. Tem onze livros de poesia editados que mereceram a atenção de abalizados críticos literários.

 

A sua obra literária é largamente apreciada no livro «Verso e Prosa» do Professor Ernesto Rodrigues.

Foi agraciado com a medalha de mérito da Edilidade espinhense e é sócio honorário do TEP, de que foi um dos fundadores. Em 16 de Junho de 2009, feriado municipal de Espinho, foi condecorado com a medalha de honra da cidade e o título de cidadão de Espinho.

.

.

Da nossa parte, é sempre com gosto que vamos dando aqui conta das publicações dos nossos poetas e, é essa a razão de hoje trazer aqui o Dr. Edgar Carneiro, pois do alto dos seus 96 anos, brinda-nos com mais um livro de poesia, o “ PÉRIPLO”, que será amanhã (3 de Dezembro), às 15 horas,  apresentado em Espinho, no auditório da Junta de Freguesia.  A apresentação estará a cargo do Dr. Anthero Monteiro, poeta e escritor espinhense.

.

.

Mas não é tudo, pois se no interior do livro temos a mestria da palavra dada em poesia, na capa, temos a mestria da arte de Nadir Afonso, que mais uma vez faz a imagem das palavras de poetas e escritores flavienses.

.

.

Congratulamo-nos com mais este périplo do Dr. Edgar Carneiro e desejamos que continue as suas navegações à volta da poesia e que, obrigatoriamente passem pela ponte dos sonhos e suspiros que tão bem o luar sabe manter.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Sim este é o S. Lourenço de Chaves"Eu sei que há m...

    • José Pombal

      Com o devido respeito, o nome destas localidades, ...

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro. Agradeço as suas diligência...

    • Anónimo

      (Esta (só?!...) placa não merece «Re-qua-li-fi-ca-...

    • Fer.Ribeiro

      Não sei mas vou tentar saber. Abraço.