Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves e a torta Rua Direita

20.06.06 | Fer.Ribeiro
3708-bl.jpg

Não há cidade, vila ou aldeia que se preze que não tenha uma Rua Direita, que em geral é torta – Vá-se lá saber porque! – Dizem os entendidos na matéria, toponímias e outros afins, que é um topónimo antigo e que em geral era a rua mais directa que condizia ao sítio mais importante do lugar… Pode ser que sim e, na cidade de Chaves, até tem certa lógica se pensarmos nas antigas muralhas e numa das sua entradas que estava precisamente no inicio da Rua Direita. Seja como for as Ruas Direitas são geralmente uma das ruas mais importantes dos sítios e Chaves não foge à regra. É uma rua comercial por excelência e hoje uma rua agradável de se passear e passar, quanto não seja porque está proibida ao trânsito automóvel e porque de verão é uma rua fresca - graças à altura dos seus edifícios e à sua largura.

É uma rua estratégica que liga dois dos principais largos (Arrabalde e Anjo) passando ao lado de duas monumentais praças (República e Camões). É ainda uma rua eixo da cidade antiga onde as restantes ruas (Stº António, Bispo Idácio, Stª Maria, e do Poço) se desenvolvem em paralelo ligadas por travessas e ladeiras.

Sempre tive a Rua de Stº António como a Rua principal da cidade (opinião pessoal), talvez por durante muito tempo ser a rua mais movimentada da cidade e por em tempos ter sido um troço de Estrada Nacional (E.N. 103 que liga Braga a Bragança). Agora já não tenho a certeza e cada vez mais a Rua Direita ganha para mim mais importância, embora pese a pena dos andares superiores das construções da Rua não terem a mesma vida dos Rés-do-Chãos. Pena é, mas como em tudo, não se pode ser perfeita.

Em termos de Bandeiras nas varandas também ganha, e de longe, à Rua de Stº António, então em pormenores, nem se fala e em comércio, é como costumo dizer um centro comercial (tradicional) onde se vende de tudo. Por isso, não foi a primeira vez, nem será a última que passou por este blog.

Até amanhã, com mais uma bandeira (esteja ela onde estiver) e claro, mais um olhar sobre a cidade.

4 comentários

Comentar post