Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

28
Ago10

As varandas públicas da intimidade

.

Era para vir por aqui com mais um lamento, mas estou farto de lamentos e depois, todos os que deviam, estão-se a marimbar para os meus lamentos. Lamento as nossas aldeias porque se estão a perder, na alma e no corpo e a história dirá ou ditará, um dia, que foi graças ao desprezo das políticas agressivas do betão e centralismo que se perderam, e com elas as tradições, usos, sabores e saberes, e, a história lamentará ter-se perdido a cultura de um povo genuíno, puro e bom, em suma, toda a sua alma, mas também o seu corpo com todo o seu património arquitectónico rural, das aldeias do granito e até do xisto, que diariamente vai sendo destruído sem haver o mínimo de interesse ou preocupação em preservá-lo onde um voto vale mais que a cultura tradicional e até secular….

 

.

.

 

Dizia eu que estou farto de lamentos e acabo por cair neles. É certo que ninguém me obriga a andar por aqui, sou burro até em andar por aqui a gastar o meu tempo, o meu fraco latim, o meu dinheiro e o ganhar inimigos dos bons, daqueles que são mais falsos que judas que mordem pela calada e atiram as pedradas por detrás dos muros… gente de merda ao fim e ao cabo, gente que não presta, ignorante, que teme as verdades por se reverem nelas, que são pavões e cagões que renegam as origens por terem vergonha delas, ou o contrário que também é verdadeiro, aqueles que se agarram à nobreza e ao senhorial dos seus antepassados, as tais castas de que o Torga falava…enfim, gente que só não cheira mal porque os desodorizantes e colónias que usam baralham os maus odores fazendo-as parecer suaves fragrâncias perfumadas…

 

.

.

 

Mas enfim, sou do povo, gosto de dormir descansado, não dever nada a ninguém e depois, sei que este blog chega a muita boa gente que anda lá fora a lutar pela vida, que tem saudades do seu torrão natal, que pensa como eu, mas sobretudo também me vai fazendo com que apure a lucidez daquilo que são valores e amizade(s), pura e desinteressada, de novos amigos que fiz e de muitos outros amigos que vêm aqui todos os dias sem sequer os conhecer… e por isso, hoje ficam as varandas das nossas aldeias, simples,  aquelas que tem uma intimidade pública e que lá do alto nos permite ver quem passa por baixo, aqueles que vão com Deus e os outros que… nem por isso…

 

 

Pois é, há dias assim, de autoclismo, em que uma descarga, faz milagres…


Até amanhã!

 

 

 

 


 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • P. P.

      Maravilhosos olhares.

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado Pedro. Um forte abraço desde este Reino M...

    • Miluem

      Pois os gatinhos acham que tudo aquilo em que põem...

    • Pedro Neves

      Belíssimas fotos!

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pela retificação, eu sabia que era grémio...