Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves Rural - Santa Marinha

10.12.06 | Fer.Ribeiro
sta-marinha1.jpg

E como a quadra recomenda generosidade, hoje temos post extra.

Impávidos e serenos e também pacatos, estes três senhores fizeram-me a recepção em Santa Marinha. Pedi autorização para fotografá-los e, como se mantiveram pacatos, serenos e impávidos, considerei o gesto como consentimento. Posaram para uma, duas, três fotografias, disse-lhes “obrigadinho o pás” e eles mantiveram-se, como à chegada, impávidos, serenos e pacatos. Suponho que não era por mim que eles esperavam…

Resolvi dar uma volta pela aldeia, apenas uma, pois à aldeia basta uma volta para a volta estar completa. Dei dois passos e fui até à Rua do Rei, como o rei não estava, voltei para trás. Encontrei outro gato. Dobrei a esquina da capela e encontrei outro (gato). Passei por portas abertas e portas fechadas, poucas, porque a aldeia tem poucas portas, tantas como casas. Dei outra volta, agora sobre mim próprio e vi de novo os três gatos, depois mais um e depois outro (na mesma pacatez, e claro – impávidos e serenos), vi as mesmas portas abertas e fechadas, a Rua do rei sem rei e a capela. Gente da humana, nem vivalma.

E depois destes devaneios ou talvez não, vamos para o verdadeiro post de Santa Marinha ou como se dizia antigamente no tempo da TV a P&B – Pedimos desculpa por esta interrupção, Santa Marinha segue dentro de momentos.

1 comentário

Comentar post