Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves, um pormenor

27.04.06 | Fer.Ribeiro
3095-bl.jpg

Nem todos os dias acordamos virados para o mesmo lado. Às vezes uma coisa de nada muda o nosso humor, aquele humor dos psicanalistas. Felizmente vivo aqui na província, numa cidade calma e pacata onde toda a gente conhece toda a gente, mesmo que não se conheça e, onde ao dobrar de uma esquina há sempre um pormenor ou um amigo que muda o nosso humor. Não sei porque nem porque não, mas hoje no início deste post estava com o meu humor um bocadinho em baixo. Procurei uma fotografia para publicar, procurei outra, vi mais meia dúzia delas e terminei neste pormenor. Um gato à janela, calmamente no seu estar, alheio a tudo. Está na dele. Pois eu também estou na minha e hoje fica então esta foto, calma na pacatez de um gato, que olha não sei para onde, alheio a tudo – stress para que!?

É por estas e por outras que Chaves é a cidade onde vivo, é a minha cidade, porque para o nosso strees e para o nosso mau humor, ao dobrar de uma esquina encontramos um antídoto, um pormenor, um amigo, ou esta pacatez de um rés-do-chão com uma janela aberta, com um gato, alheio a tudo, alheio até à objectiva do fotógrafo. Como quem diz, pffffssssss! não chateies, que eu estou na minha… e estava e continuou a estar, desculpe o incómodo!