Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO - Letra C

27.11.11 | Fer.Ribeiro

 

Para melhor entender o porquê deste LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO, ficou tudo explicado aqui: http://chaves.blogs.sapo.pt/710026.html

 

C

 

 

cabaça - espécie de abóbora que se emprega no fabrico dos ‘chouriços de cabaça’

cabaçote - legumes em forma de cabaça, bons para guizar

cabo – cebolas entrançadas para pendurar e guardar

cabra - pequena mancha de centeio que fica por segar “o bom segador não deixa cabras pr’a trás”

cacabina - cogumelo (agaricus)

caçafelhos - girinos, cabeçudos

cacha - metade de batata cozida, “comi duas cachas de batatas com umas couves cozidas”

cacheira (tacheira) - alguidar grande onde se fazem as alheiras

caçar trutas com as barbas enxutas - comer do que os outros apanham

caçoeira - pedra superior da boca do forno

caçoulo - tacho de barro, recipiente para cozinhar

cadelo - cão

cagalhetas - excrementos esféricos de cabra, coelho…

caga-lume -  pirilampo

caganças - prosápias, manias

caincar - ganir do cão quando ferido ou em perseguição do coelho (onomatopaica)

caíu-me a alma aos pés - fiquei assustado, fiquei sem pinga de sangue

calaceiro - preguiçoso

calceta - calçada

caldeiro - balde

caldo - sopa

 

Caleiro numa Rua de Redondelo - Chaves


caleiro (a) - cano de água, canos abertos para regadio, canos que recolhem a chuva sob os beirais

cambados - tortos

cambas - peças laterais da roda do carro de bois, em madeira de freixo

cambalhotas - conjunto de chouriças atadas por um fio

camilha - espécie de cobertura de mesa

canada - medida correspondente a dois litros

canalha - crianças

cancelo (ê) - cancela pequena

 

 

 Um cancelo em Sobreira, Chaves, para proteger a cortinha

candil - candeia

canelha - caminho entre paredes

cangaço – resto dos cachos de uvas depois de esmagados ou retirados os bagos

cangote - corpo, lombo, “moeu-lhe o cangote com pancada”

canhota - espingarda, caçadeira

canhoto - tronco grosso, “bota um canhoto bô a arder na lareira”

capão - molho de vides

cápias - pedras que ajudam a segurar o colmo dos telhados, pedras mais planas para acabamento dos muros

carabunha - caroço(cereja,azeitona…), “não botes as carabunhas pr’ó chão”

cara de bonserás - apalermado, de aspecto pacato

caralho - expressão comum em linguagem popular,usada também frequentemente como interjeição, “Está um frio do caralho!”

carambelo (carambina ) - gelo, geada, formações de gelo penduradas das árvores, dos telhados e de todos os objectos no exterior, “tenho as mãos com’ó carambelo”

 

 

Um dia de carambelo no planato da Serra do Brunheiro, Chaves

carapela - crosta de ferida

caras ao povo - em direcção à aldeia, “Meteu a direito, e desceu, caras ao povo…”

cardiela - muito frio, bebedeira

careto (ê)- mascarado de carnaval

caroca - alto da cabeça

carolo - pão dos mortos, No Barroso, pão que a família do falecido distribuía a quem vinha de fora para o funeral, acompanhado de uma malga de vinho

carpins - peúgas de lã cardada

carrachulas – cavalitas, levar às costas, encavalitar

carranhas - moncos

carranhoso - sujo, pouco higiénico

carrar - transportar

carreira - corrida

carrego - peso

carrejo - transporte de produtos em carro de bois, carroça ou carreta

carreta - carro de mão

carreto - carregamento, carga, “já hoje fiz três carretos de lenha”

carro - carro de bois, “Botar o carro adiante dos bois”

 

Não atingia grandes velocidades mas o carro de bois era um todo-o-terreno de carga indispensável nas aldeias transmontanas

carrulos - nódulos da massa do pão

carvalheira - carvalho arbustivo, touça de carvalhos miúdos

cascar - descascar, bater, “virou-se a ele e cascou-lhe bem”

cascarrolho - picanço (lanius excubitor)

cascudo - bofetada, pancada no pescoço

casqueiro - pão de côdea dura, centeio de casca grossa

castanho - castanheiro, “esta mesa é em madeira de castanho”

castiçar - cobrir para reprodução

castinçal - mata de castanheiros

castinheiro - castanheiro

caterva (catervada, catrefada) - quantidade, grande número, multidão

catinga - cão mestiçado de podengo

catotas - emaranhado de pêlos com sujidade

cavada - terreno grande a que se arrancam os torgos para semear o centeio

cavalona – Maria rapaz

cavanhão - cavadela, “cada cavanhão sua minhoca”

cebolo - planta da cebola, “vou plantar o cebolo”

ceibe - diz-se da terra que fica livre de culturas e já pode ser pastada

ceitoura - foice

ceivar - deitar fora a água

cepeira - cepo de castanheiro de onde brotam novos rebentos

cerdeira - cerejeira

cerrar olho – adormecer, “não pude cerrar olho em toda a noite”

cessão – humidade, “se a terra guarda sessão é boa para hortaliça”

ceva - porca já criada

cevar - (reco)engordar o porco

chambereira - grade de madeira onde se arrumam as louças

chamiças - arbustos comuns de pequeno porte, bons para acendalhas

chamo - data marcada para trabalho comunitário, “ninguém pode faltar ao chamo”

chamorro – mixomatose, doença dos coelhos

chanato - chinelo, sapato velho

 Os chanatos ficam sempre à porta

 

chão - terreno, planície

charca - poça para a rega

charrela - perdiz cinzenta

cháspera (chaspa) - panela, tacho baixo

chavilhão - peça em ferro, ou madeira, em forma de chave, usada para segurar os arados e os carros de bois ao jugo

chedeiros - peças em madeira de negrilho, onde se encaixam os estadulhos e que definem a forma ‘em barco’ de um carro de bois

chega - luta entre dois bois

cheiriscar – observar, “que andas aqui a cheiriscar?”

chiba - cabra

 

Uma das chibas do pastor Fernando de Pereiro de Agrações

 

 

chícharros - feijão frade

chicharreiras - plantas dos chícharros

chicheiro - talhante, vendedor de carne

chimpar - saltar

china - pedaço de minério de volfrâmio, “mal topava umas chinas de vôlfo, ia logo passá-las a patacos”

chiscar - chamar a atenção dissimuladamente por toques, com o cotovelo, a mão, um pauzinho… “não parava de me chiscar por baixo da mesa”

chisme - artilúgio, engenhoca

chispas - faúlhas

choinas - faúlhas apagadas, “sai d’ó pé do lume, que ficas com o cabelo coberto de choinas”

chono - o último a chegar de uma fila de segadores, “o Alberto, é fraco segador, o mais das vezes, fica em chono”

choqueira - mulher desleixada

chouriço de cabaça - peça de fumeiro confeccionada com uma espécie de abóbora

chuço - guarda chuva

chupão - abertura para saída do fumo, chaminé

chusma - grupo de gente, magote de gente, ajuntamento

cibo – bocado, “estás a ficar um cibo gordo”, alimento que o pássaro leva no bico, “leva cibo no bico, deve ter por ali ninho”

cimo – alto, topo, subida, “fica no cimo do povo”, “esta ladeira é sempre ao cimo”

cinco coroas – moeda de vinte e cinco tostões, ou dois mil e quinhentos (réis)

 

 

Que saudades das cinco coroas ou vinte e cinco tostões de rebuçados...

cisma - pensamento fixo

clondrina - erva dos muros,   (chelidonium majus)

coador – passador, utensílio de cozinha

coanho - mistura de grãos e palhas moídas nas malhadas

coanheira (coalheira) - arreio em forma de chumaço de roda do pescoço do cavalo

cobrar ânimo – reavivar, “só quando o médico o sossegou é que voltou a cobrar ânimo”

coca - mau cheiro, veneno

coça - tareia

coceira – comichão

côdeas - mesquinho, avaro

coeiras - linhas de centeio sobre a eira em que está a ser malhado

coiracha - pele da barriga do porco

colmar - cobrir a casa com colmo ou palha centeia

combarro - alpendre da lenha

combradoiro (cambalhão) - caminho na croa dos lameiros

comércio - loja de venda a retalho

como a cobra que perdeu o coxo - ficar desanimado, abatido

como assim - seja como for, de qualquer maneira, “como assim, o que estava feito já não se podia desfazer”

como pertence - como é devido, faz parte

companha - grupo de trabalhadores

comparância - comparação, por exemplo

compasso - visita pascal

compor - consertar, arranjar, ajeitar, “fui ao sapateiro mandar compor uns sapatos”

composta - arranjada, consertada, bem recheada, “a mesa da boda estava bem composta”

com sua licença - expressão que acompanha o uso de palavras julgadas menos próprias, como ‘reco’, ‘burro’, ‘merda’… “fui botar a lavagem aos recos, com sua licença”

cona chorosa - mulher lamechas, lamurienta, mulher que se queixa constantemente

considerar-respeitar,guardar consideração

consoante - conforme “consoante me cheguei à beira dele, desatou aos coices”

corda de povos - grupo de aldeias da mesma região “não há melhor rebanho em toda esta corda de povos”

corga - vale apertado entre dois montes

cornato - corno pendurado à cinta, onde se guarda a pedra de afiar a gadanha

cornizele - calha de forma em v por onde escorrem os grãos de cereal da tremonha para a mó

coroa (croa) - moeda de cinquenta centavos

corrimancar - correr a mancar

cortar o ar - andar sem fazer nada

cortinha - terra lavradia e cercada

costela - armadilha para pardais

coto - maneta, resto de braço amputado

couto - reunião do povo

couto misto - territórios da fronteira luso-galaica, onde os habitantes mantinham a dupla nacionalidade

coxo - erupção cutânea de insecto peçonhento “ela é quem sabe rezar ò coxo(cortar o coxo)”

cravos - verrugas da pele

crias - vitelos, animais domésticos na côrte

crianço – raparigo, criança

 

Também os montes têm croas, umas aguçadas, outras arredondadas e outras assim-assim. Estas são de Seara Velha.

 

croa (coroa) - cimo “está um gaio na croa daquele castanheiro”

croça - capa de junco

croços - espigas de milho ainda em formação, que servem para alimentar os recos

croinha – cimo, topo

crucho (corucho) - espécie de croça curta que cobre a cabeça, remate do cimo das medas de centeio, carrapito no cabelo

cruzes - parte das costas sobre os rins “hoje não me aguento, das cruzes”

cuidar - pensar, julgar “cuidavas que eu te pagava mais?”

curiosa - mulher com determinadas habilidades de interesse social (ex: parteira…)

curgidade – desembaraço, ser filho da curgidade ou ser de pai incógnito

 

Herculano Pombo

3 comentários

Comentar post