Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

15
Jan12

LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO - Letra M

 



LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO

Registo, significado padrão e referência em uso dos falares diversos dos povos da
VEIGA do TÂMEGA e zonas limítrofes da TERRA-QUENTE e do BARROSO


M


maçarocas - espigas de milho
macho de cem moedas - coisa de valor, pessoa que se julga importante
maias - flores de giesta, canções próprias para serem entoadas no primeiro de Maio
malápias - maçãs pequenas, temporãs
maleita - doença, achaque “é muito atreita às maleitas”
mal enjambrado- desengonçado
malga - tigela
malhar (malhar abaixo) - cair, “malhou do cavalo abaixo”
malheiro (dar um …) - bater violentamente, agredir

 

Maçarocas de milho marelo a secar no canastro

 

malho rodeiro - ferramenta usada na feitura das rodas de madeira dos carros de bois
malhuço (manhuço) - molhada, mão-cheia, gabela
mamões - rebentos bravos abaixo da enxertia
mandaletes (mandilete) - recados
mandar dinheiro - oferecer certa quantia em negócio “quanto lhe mandaste pelo reco?”
mandil - pano grosseiro, avental “em Abril, águas mil, coadinhas por um mandil, quantas mais puderem vir”
mancar - coxear, aleijar
manco - coxo
maneirinho - pequenino e ajeitado
manganão - preguiçoso, esperto
manguito - gesto obsceno identificável com o ‘Zé Povinho’

 

Maias marelas. Também as há brancas

manqueira - aleijão
mantença – sustento, “Um bom fogo é meia mantença”
mantrasteira - amante
maquia - parte da farinha dada ao moleiro em pagamento da moagem, “moleiro que muito maquia, não ganha freguesia”
marchante - talhante, vendedor de carne
marelante (marantéu)- papa-figos (oriolus oriolus)
marelo - amarelo, nome próprio frequentemente dado aos bois
marranica (marrenica) - marreco, corcunda
mascotar - malhar com pau cereais ou rama de chícharros
masseira - recipiente de madeira onde se amassa o pão

 

Amassar de folares na masseira da aldeia - Vilar de Nantes

 

matabichar - comer pela manhã em jejum, tomar o pequeno almoço
matibó - noitibó (caprimulgus)
maticar - (cão) emitir pequenos ladridos quando dentro do mato em perseguição do coelho
matinar - magicar, meditar “fiquei pr’aqui a matinar na questã”
matões - vasculhos de urze para varrer o forno
meão - peça do meio da roda do carro de bois, em madeira de freixo
meado - que está a meio “deixei o trabalho meado”
meda (ê)- pilha arredondada, formada pelos molhos de centeio
medalha (colher) - isco artificial giratório para as trutas, amostra metálica
medrar - crescer a olhos vistos
melar - enfraquecer, tornar chôcho “se continua a chover assim, os pães ficam melados”
meleigada - merdice, fezes de criança nas fraldas
melenas - cabelos compridos
meninho - menino “ao meninho e ao borracho, põe-lhe Deus a mão por baixo”
menos dá uma fraga - contentar-se com o que se recebe “muito agradecido; é pouco, mas menos dá uma fraga”
mera - parcela de tojo que cabe a cada vizinho, para roçar
mercancia - mercadoria
mercar - comprar
merenda - comida entre refeições, ou a que se leva para o campo, “roubaram-lhe a saca da merenda”, lanche, farnel, “merenda comida, companhia desfeita”
meringalha - pilinha de menino
merogo - medronho “emborrachou-se com os merogos que comeu”

Merogos

Merogos de um merogueiro da Serra do  Brunheiro, ou quase, mas lá ha muitos

 

merogueiro - medronheiro
merouço - montinho, pequena porção amontoada
meruja (meruge) - planta de folha miúda das poças de água, merugem, chuva miudinha
merujar - cair chuva miudinha, chuva molha tolos
meter-se numa camisa de sete varas - meter-se em problemas
metido a besta - parvo
mézinha - beberagem mágica, xaropada
mico - gato
mijeira - sorte “o gajo teve uma mijeira do caralho!”
milheira - pássaro miúdo, chamariz (serinus)
mimosas - acácias, arbusto infestante de flor amarela e odorosa
mindinho - dedo mais pequeno “dedo mindinho, seu vizinho (anelar), pai de todos (dedo do meio), fura bolos (indicador), mata piolhos (polegar)”
mingar - diminuir, baixar “já mingou a água nos poços”
místigos - povos dos antigos coutos mistos, antes da derradeira definição da fronteira com a Galiza
moenda - conjunto mecânico (mós) de um moinho
moina - brincadeira, borga
moinante - vadio
moinha – dor pequena e persistente, dor de dentes, brasas de lume quase em cinza
moinheira - chuva miudinha
molanchim - amola tesouras, capador
moléstia - doença, aborrecimento “está de orelha murcha por causa da moléstia”
molete – carcaça de trigo
molidas (molhelhas) - arreios em cabedal sobre as cabeças dos bois quando atrelados ao jugo
moncas (moncos) - ranho
moras - amoras

Gostas de (a)moras? - Vou dizer ao teu pai que já namoras.

 

morrinha - saudade, mixomatose dos coelhos “matei dois coelhos, mas um deles estava com a morrinha”
mosca branca - neve
mostrar chibança - valentia
moxete (u) - beliscão,mosquete
murar - acção minuciosa dos gatos a procurar ratos ou pássaros
mureia (moreia, mureira)- monte de estrume
murras - frieiras,cabras
murrinhar (morrinhar) - chover pouco, chover miudinho
murrinhoso (morrinhoso) - melancólico, saudoso “está um tempo tão murrinhoso”

 

 

 Herculano Pombo

 



Para melhor entender o porquê deste LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO, ficou tudo explicado aqui: http://chaves.blogs.sapo.pt/710026.html


2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Desde já obrigado pelo seu comentário. Tem toda a ...

    • Anónimo

      Quando refere a Castanheira a nível de casario, de...

    • Anónimo

      Ao ler este artigo parece que voltei aos meus temp...

    • Anónimo

      Parabens e obrigado por este magnifico trabalho. U...

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro,Boa tarde.Só hoje reparei ne...