Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

22
Jan12

LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO - Letra N e O

 

LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO



Registo, significado padrão e referência em uso dos falares diversos dos povos da
VEIGA do TÂMEGA e zonas limítrofes da TERRA-QUENTE e do BARROSO



N


nacho - nariz achatado
naifa - faca, navalha
nainho (anainho) - anão
nanja - não, negação “nanja que o tivesse sabido por mim”
não achar pão cozido - não encontar o que se esperava, sair desiludido “esteve uns tempos para o Brasil, mas não achou por lá pão cozido”
não cagas sem mecha - mesmo para fazer coisas simples é preciso reforço “se não te dou um doce, não me fazias o recado; tu não cagas sem mecha!”
não dar a ida pela vinda - não ter sossego, não descansar
não dá pelo pau nem pela pedra - não dá qualquer resposta, fica absolutamente calado
não disse nem xis nem mis - ficou calado, não deu resposta
não é bom de assoar - não é fácil de levar
não estou crente - nem quero acreditar, desconfio “não estou crente que isso seja como dizes”
não lhe cabia um chícharro no cu - estava todo inchado de contente, estava orgulhoso, vaidoso
não meteu prego nem estopa - manteve-se alheado, não quis entrar na conversa
não tardou um credo - não demorou nada
não te caem os parentes na lama - não é vergonha nenhuma
não tinha outra coisa na ideia! - não sei como me esqueci, não me lembrei
não tinhas tu a culpa! - não querias mais nada! Nem penses nisso!
não vás no engodo! - não te eixes enganar
nassa - aparelho de pesca feito de vime, bebedeira
negacear - provocar
negra - pisadura, hematoma “fiquei com duas negras de roda dos olhos”
negrilho - ôlmo, ulmeiro (ulmus procera)
nem por uma nota de sete c’roas! - não o vendo nem o dou
nem que o digas, não mentes - é verdade, é indesmentível
nevasqueira - neve e vento

 

 

A cidade de Chaves mergulhada na névoa

 

 

 

névoa - cataratas dos olhos, nevoeiro
nico - pedacinho, pequena porção
niquento - miudinho, quezilento
níscaro (míscaro) - cogumelo comestível (boletus edulis)
nomeada - alcunha, nome
núbio - nublado “amanheceu bonito, mas ficou núbio de repente”


O


odrada - pancada com o corpo no chão “conforme caíu abaixo da burra, deu uma odrada no chão e ofenderam-se-lhe duas costelas”
odre - vasilha de pele de cabra para vinho ou azeite “Quem troca odre por odre,algum deles está podre”, indivíduo gordo ou inchado “a comer assim, vais-te pôr como um odre”
olvidar - esquecer “o que tu sabes, já a mim há muito que se me olvidou”
o melhor estrume é o que vai agarrado às botas do dono - clara alusão à necessidade de ser o proprietário a tratar das suas próprias terras
onde a mim - ao pé de mim “chega-te aqui onde a mim”
onde quer - em qualquer lugar

A orelheira de porco

 

orelheira - orelha do porco afumada
ougado - babado de desejo
ougar - apetecer, desejar
ougas - limos do rio, algas “estas maçãs estão verdes como as ougas do rio”

 

 



Para melhor entender o porquê deste LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO, ficou tudo explicado aqui: http://chaves.blogs.sapo.pt/710026.html


Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes