Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves - Jardim Público

20.03.06 | Fer.Ribeiro
2245-bl.jpg

Já há algum tempo que não passeávamos pelo Jardim Público. Pois hoje vamos até lá e vamos contar um bocadinho da sua história.

Há uns meses atrás, no blog Chaves Antiga levantou-se uma salutar polémica acerca da localização da muralha seiscentista precisamente neste local. Ou seja, o Jardim Público foi construído onde existiam parte da antiga muralha. Nem tudo são rosas, para ganharmos este belo jardim perdemos parte das nossas muralhas e parte da nossa história. Concluindo, afinal o dinheiro compra tudo, não tivesse sido um banqueiro que construiu o Jardim Público.

Pois é mesmo assim, nos finais do Século XIX, o banqueiro Cândido da Cunha Sotto Mayor construiu um belíssimo edifício na madalena (os sentimentos são confusos). Entretanto entre o edifício e o Rio Tâmega o banqueiro propôs-se fazer também um jardim em terrenos públicos e onde existia parte da muralha. O jardim foi levado a efeito e em 1901 o banqueiro ofereceu o jardim à cidade. Se por um lado o benemérito Sotto Mayor legou um jardim à cidade, por outro lado, com o mesmo jardim, destruiu parte da muralha (repito, os sentimentos são confusos).

Mas não vale a pena lamentar o mal ou bem (para mim mais mal que bem) está feito. Hoje temos um belo jardim (os sentimentos são confusos), embora um pouco abandonado, quer pelos responsáveis quer pela população, no entanto ainda é um local agradável e necessário à cidade. Já o mesmo não acontece mesmo ao lado da antiga construção que Sotto Mayor levou a efeito e que mais tarde foi Lar de Freiras, onde o antigo jardim e uma belíssima taça de granito foram destruídos para dar lugar a mais um mamarracho.

3 comentários

Comentar post