Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Couto de Ervededo - Chaves - Portugal

10.06.12 | Fer.Ribeiro

 

Vamos lá então até mais uma das nossas aldeias – Couto de Ervededo -  numa passagem de inverno, dezembro de 2009, para ser mais preciso. É, lá vou tendo que recorrer às imagens de arquivo enquanto uma nova visita por aquelas terras não calha a jeito.

 

 

Há quem não goste do inverno para a fotografia. Confesso que antigamente também não gostava, mas foi só enquanto não descobri que as cores e tons do frio são bem mais interessantes que os azuis do verão. Gostos.

 

 

Também pelo Couto as minhas passagens ou foram breves ou então perdi-me em conversas com alguns resistentes. Às vezes, ou aliás – sempre – uma boa conversa vale mais que mil imagens, principalmente se essas conversas estão cheios de saberes, daqueles que hoje já não se aprendem ou usam, e temos pena, pois aprende-se muito com os resistentes das nossas aldeias.

 

 

Assim, lá terei que ir outra vez pelo Couto em busca de mais imagens, não sei quando, mas irei, e desta vez, para contrastar com as imagens de inverno, talvez vá neste verão ou outono e espero que as amoreiras ainda continuem a embelezar a rua que desce para o cruzeiro, pois pelas aldeias também se fazem disparates, não é só na cidade.

 

 

Fica assim prometida mais uma recolha de imagens e algumas estórias. Para já, ficam estas, de um dia de inverno e chuvoso, mas até a chuva compõe as imagens, as câmaras fotográficas é que não gostam muito, mas paciência… Fica também numa delas mais um elogio ao fio azul, que utimamente tem andado arredado daqui, mas continua a ser o melhor.

 

Até amanhã de regresso à cidade.

 

 

 

2 comentários

Comentar post