Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

A estética da arte e o nó duma corda

09.02.17 | Fer.Ribeiro | comentar
 Tinha mentalmente preparado um paleio mais profundo para este post, do género daqueles que põem, ou pretendem por,  as pessoas a pensar e a sentirem-se inteligentes com a opção de guiarem o seu próprio pensamento por um novo caminho da sua opção, sem se alinharem (...)

Chaves D'Aurora

08.11.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 AMORES-PERFEITOS. Em uma casa menor, ao fundo esquerdo do terreno, ficavam o galinheiro, três pequenos currais, aonde à noite recolhiam-se os porcos, patos e perus, e um espaço para o único meio coletivo de transporte familiar. Este era uma espécie de landó, quase (...)

De regresso à cidade com gravuras...

29.08.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 De regresso à cidade com uma sugestão – Visitar a 8ª Bienal Internacional de Gravura do Douro,  que nesta edição também tem sala em Chaves, mais propriamente no Sala Multiusos do Centro Cultural e uma pequena mostra na Biblioteca Municipal.  Se não puder nos (...)

Chaves, uma imagem à beira rio

07.07.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 Aos poucos deixámos de estar virados de costas para o rio e começámos a ganhar as suas margens como um espaço público para desfrutar e estar. Pena que a qualidade da água do rio não recomende ir a banhos, pois estes espaços mereciam ter mais vida e outros (...)

15 - Chaves, era uma vez um comboio

17.06.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 Locomotiva A tiA primeira vez que te vi na estação,Abafei minha grande emoção. SentidaPor grandeza maquinal,Por existência real. A tua presençaTudo silenciava:Gente que chegava, gente que partia,De rostos negados pela vida. Só tu existias ali. Num breve instante,