Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Chaves D'Aurora

06.03.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 TEATRO. Até que o silêncio se desfez em cacos pela própria Adelaide – Ah, meu Deus! E não é que já estava a passar o motivo, ó Florinda, pelo qual eu vim cá te visitar?! – e entregou, então, alguns convites para os Bernardes assistirem à comemoração do (...)

Chaves D'Aurora

27.02.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 AFILHADOS. Uma tarde, com um belo sol de início da primavera, Florinda ouviu algumas gargalhadas à porta. Desceu a escada lateral e logo viu, à frente da quinta, alguém cuja visita lhe trouxe, para já, uma enorme alegria. Há muito tempo não via Adelaide, que (...)

Chaves D'Aurora

20.02.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 PULGA DE CINEMA Hortênsia, que sempre dizia – a boa hora ainda não chegou para mim! – ou, a brincar – “Vaso ruim não se quebra” – já estava em plena forma, mas Aurora continuava a sair com a Zefa, para levar até à boa senhora os votos de saúde da Mamã (...)

Chaves D'Aurora

13.02.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 NAMORO POSTAL. Maior prova de amor entre Sidónio e Aldenora seriam as cartas que se enviaram um ao outro, pela primeira vez e foram recebidas, quase ao mesmo tempo, pelos respetivos destinatários. Ela, a pedir perdão pelas grosserias, em si deselegantes, tão indignas (...)

Chaves D'Aurora

06.02.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 CHEGAS DE BOIS. Alfredo adorava, sobretudo, passear pelas freguesias a cavalo e assistir às festas, jogos e costumes de cada aldeia, como as “chegas de bois”, a que o adolescente costumava assistir, algumas vezes, em companhia de José, um rapaz da mesma idade, (...)

Chaves D'Aurora

30.01.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 MOINHOS. Na quinta Grão Pará, a vida girava como se fosse o Moinho dos Agapito, à beira do Tâmega. Para deceção de Aurita, Hernando parecia ter ido embora de vez, naquele primeiro comboio, pois se passou muito tempo sem que ela tivesse dele qualquer notícia. Sabia (...)

Chaves D'Aurora

23.01.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 ESTAÇÃO DE COMBOIOS. Hernando e sua brasilita voltaram a se encontrar, no dia da inauguração do caminho de ferro até Chaves. Nesse ano, à mesma data, comemorava-se o décimo aniversário dos combates pela República em Trás-os-Montes. Tal episódio histórico (...)

Chaves D'Aurora

16.01.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 PEDIDO. O clima ansioso do encontro pôs-se ainda mais acentuado após a sobremesa, antes que os homens passassem ao pequeno escritório doméstico e as mulheres à sala de estar, a fim de lhes saberem bem o vinho do Porto, os licores e o café. Enquanto Aldenora (...)

Chaves D'Aurora

09.01.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 JANTAR DE NOIVADO. Não demorou que chegasse aos ouvidos de Florinda o boato, logo após confirmado, de que uma de suas meninas estava aos namoricos com um dos moços de maior conceito, entre os casadoiros da cidade. Apressou-se João Reis a ter com António Sidónio pai (...)

Chaves D'Aurora

26.12.17 | Fer.Ribeiro | comentar
 BROTAR DE NOVO. Nesse entremeio, ao se afastar um pouco de seus familiares, Aurora notou, diante do mal cuidado chão do Forte junto às muralhas, onde o mato crescia rasteiro e há muito tempo sem corte, que umas senhoras estavam a colher uma plantinha silvestre. Ao se (...)

Chaves D'Aurora

19.12.17 | Fer.Ribeiro | comentar
 FESTA DAS BROTAS. O Forte de São Neutel é uma construção quadrangular com quatro baluartes, rodeada por um largo fosso, construída no século XVII para defesa das fronteiras de Chaves. Foi palco de muitas lutas entre portugueses e espanhóis e, nos combates de 1912, (...)

...

12.12.17 | Fer.Ribeiro | comentar
 “LAUS AMORIS”. Seguiram-se outros breves encontros, com os pombinhos a se aproveitarem das oportunidades da sorte, uma vez que, naquele tempo, os namoros só eram bem vistos quando encarados com uma seriedade pré-nupcial. O moço das belas suíças estava sempre (...)

Chaves D'Aurora

05.12.17 | Fer.Ribeiro | comentar
 PRETENSORA. Aldenora valeu-se do pretexto de ir até ao irmão, a perguntar de que riam tanto e nem ao menos se deu conta de sua tamanha ousadia. Estava a sair do grupo de raparigas e a se fazer intrusa no restrito e tradicional espaço masculino. Tal ato, certamente, (...)

Chaves D'Aurora

28.11.17 | Fer.Ribeiro | comentar
 83.PRETENDIDO. Eis que, então, a uma festa familiar, Nonô conheceu um dos melhores pretendentes ao altar em Chaves, o jovem António Sidónio Cordeiro Filho, rebento de uma das mais proeminentes famílias flavienses, pois seu pai, apesar de rústica postura e (...)

Chaves D'Aurora

21.11.17 | Fer.Ribeiro | comentar
  PRETENSÃO. Sobre os tratos e contratos entre homens e mulheres, era bem diverso o pensar de Aldenora. A terceira dos filhos de Flor e João Reis tinha cabelos castanhos, sedosos, coxas e pernas bem torneadas e seu rosto, tal como o de Aurora, também lembrava as (...)