Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

27
Mai19

Ausências e viagens cruzadas

1600-arte-edu-especial (161)

 

Eu sei que vos tenho habituado a ter por aqui, aos fins de semana, as aldeias de Chaves e o Barroso aqui tão perto, mas há sempre exceções, principalmente quando são por uma boa causa, que é o caso de hoje, ou melhor, deste fim-de-semana que fica para trás.

 

1600-arte-edu-especial (162)

 

Estive ausente durante estes últimos dias para assistir e participar num Congresso Internacional em que tinha como tema “As artes na Educação Especial” no âmbito da Animação Sociocultural, debatendo teorias, metodologias e práticas sociais, culturais e educativas para a inclusão, onde houve vários painéis temáticos, oficinas, workshops, espetáculos, conferências, etc. com  a conferência inaugural a cargo do Doutor Pedro Strecht e a de encerramento a cargo do Doutor Álvaro Laborinho Lúcio.

 

1600-arte-edu-especial (174)

 

Um congresso que era destinado ao público em geral, mas em especial aos profissionais do ensino, da Animação Sociocultural e outros profissionais que lidam com cidadãos portadores de deficiência.

 

1600-arte-edu-especial (168)

 

Penso que basta para justificar a ausência das crónicas aqui habituais ao fim-de-semana. Quanto às imagens, são desse congresso, de um espetáculo realizado na noite de 24 de maio, pelo grupo “Era uma vez”, teatro da APPC- Associação do Porto de Paralisia Cerebral, que apresentou “Viagens Cruzadas” a partir dos sete sapatos sujos de Mia Couto. Sem dúvida um espetáculo inesquecível que recorrendo às palavras de Laborinho Lúcio, cintado Sofia de Mello Breyner a respeito da arte, é um espetáculo que não se explica, mas que implica quem o vê.

 

1600-arte-edu-especial (159)

 

Mas dirão ou poderão interrogar aí desse lado – E o que é que um blog dedicado à cidade de Chaves tem a ver com tudo isto!? – Ora nem que fosse e só por se tratar de inclusão de pessoas com deficiência, já teria a ver com Chaves, isto porque tem ou deveria ter a ver com todos em geral, mas tem a ver também indiretamente com Chaves porque a Associação que promove estes congressos, a INTERVENÇÃO – Associação para a Divulgação e Promoção Cultural, tem sede em Chaves e muito do trabalho que antecede estes congressos é também feito em Chaves.

 

1600-famalic-vinhais.jpg

 

E para terminar ficam os cartazes, um deste congresso que ocorreu em Vila Nova de Famalicão e do próximo, a acontecer em Vinhais, no próximo mês de Novembro, com um tema que nos toca bem de perto: A Animação Sociocultural, território rural, património, turismo, envelhecimento e desenvolvimento comunitário. Se a temática lhe interessa, informe-se no site da INTERVENÇÃO (https://associacaointervencao.pt/).

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Por mail, o autor do comentário atrás publicado di...

    • Anónimo

      “rialmente!”---Deixas sempre uma saudadeTerra lind...

    • Fer.Ribeiro

      Penso que era o sonho de todos os miúdos e até gra...

    • Anónimo

      Quando era miúdo este Hotel tinha um elevador. Era...

    • Anónimo

      Também adorava lá ir e passar um bom bocado!!!