Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

02
Jan18

Blog Chaves faz hoje 13 anos

13 anos

 

Todos os anos nesta data, dia 2 de janeiro, celebramos o aniversário do Blog Chaves. Este 13º anos da nossa existência não vai ser exceção. Será um post comemorativo, de agradecimento e de deixar aqui alguns números e curiosidades sobre o blog e sobre quem e desde onde nos visitam, sem esquecermos a família deste blog, constituída pelos que estão na sua feitura e nos que diariamente nos acompanham.

 

1600-(30926)

 

Os números são das estatísticas dos Blogs Sapo e da Statcounter que monitorizam e registam as visitas e outras informações do blog Chaves, Iniciemos pelas informações anexas ao nosso contador da Statcounter ao longo destes 13 anos da nossa existência em que contabilizámos 2.965.904 visitas até ao ultimo dia de 2017, das quais 292.942 ocorreram neste último ano, bem longe das 21.044 visitas que conseguimos no primeiro ano de existência, mas também um pouco distantes das 375.205 visitas do ano de 2010, em que ainda não tínhamos a atual concorrência das redes sociais, principalmente do facebook. Mas temos vindo a recuperar e acreditamos que chegaremos de novo aos números de 2010. Tudo dependerá também do nosso trabalho, vamos lá ver se teremos essa força.  

 

Em jeito de resumo ficam os dados desses três anos e o gráfico com os restantes anos.

 

2017 – Um total de 292 942 visitas,  o que dá a média diária de 802 visitas.

2010 – Um total  de 375 205 visitas, o que dá a média diária de 1027 visitas.

2005 – Um total de 21 044 visitas, o que dá a  média diária de 57 visitas.

 

grafico-2017.jpg

 

Desde já também um especial agradecimento à SAPO - Blogs SAPO por nos disponibilizar este espaço e por estar sempre pronta a ajudar-nos nas nossas dificuldades de blogers, mas também pelas ferramentas que nos disponibiliza e dados que nos fornece, como os das estatísticas, de onde vamos retirando algum feedback que também ajudam no nosso trabalho. Deixamos algumas dessas informações e curiosidades disponibilizadas pelas estatísticas da SAPO, como os:

 

Posts mais visitados do blog em 2017:

  1. Eleições Autárquicas - Cidade de Chaves
  2. Termas Romanas - Chaves - Portugal
  3. O Barroso aqui tão perto... Vilarinho de Negrões
  4. LÉXICO-GLOSSÁRIO TRANSMONTANO - Letra C
  5. A pedido, aí vai mais presunto...presunto de Chaves
  6. O Barroso aqui tão perto... Corva
  7. Vidago, um paraíso na montanha.
  8. O Barroso aqui tão perto - Caniçó
  9. Curral de Vacas - Chaves - Portugal
  10. Bolideira - Chaves – Portugal

 

1600-(30981).jpg

 

Principais fontes de tráfego

Estas são as páginas que mais direccionaram visitantes para o seu blog este ano.

  1. google.com
  2. facebook.com
  3. chaves.blogs.sapo.pt
  4. sapo.pt
  5. bing.com
  6. blogs.sapo.pt
  7. yahoo
  8. ositiodosdesenhos.blogspot.com
  9. ositiodosdesenhos.blogspot.pt
  10. images.google.fr

 

Estes últimos dados não deixam de ser curiosos, principalmente por nele também constar um blog que acompanhamos e que já um dia lhe roubamos uma caricatura com a devida autorização do dono. Porque merece, mesmo tendo link na barra lateral do nosso blog, fica aqui o seu endereço para uma visita que deverão fazer, pois vale a pena: http://ositiodosdesenhos.blogspot.pt/

 

Dispositivos usados para aceder ao blog Chaves

Dispositivo         Percentagem

Desktop              41%

Telemóvel          49.7%

Tablet   9.3%

 

Perfil dos visitantes

Género Percentagem

Feminino            43.2%

Masculino           56.8%

 

Faixa etária        Percentagem

18-24 anos         6.5%

25-34 anos         16.2%

35-44 anos         22.5%

45-54 anos         16.9%

55-64 anos         24.3%

65+ anos             13.6%

 

E estes são alguns dos dados a que temos acesso graças à SAPO

 

E agora passemos a um resumo em jeito de retrospetiva daquilo que foi acontecendo no blog mas também cá por Chaves e na região, revisitando e lembrando alguns posts ao longo do ano de 2017, em cada um dos meses.

 

Janeiro

Como sabem as ações do Blog Chaves não se ficam só pelo que acontece aqui. Uma das que vamos promovendo são algumas exposições de fotografia ao longo do ano. Em janeiro trouxemos a Chaves 5 fotógrafos do Porto com fotografia de rua da cidade do Porto, onde participaram - António Tedim, Jorge Pena, José Pedro Martins, Pedro Alves e Rui Neto ( http://chaves.blogs.sapo.pt/exposicao-coletiva-de-fotografia-de-rua-1488054 ).

 

 

 

Também não nos ficamos só pela cidade de Chaves e pelas crónicas dos colaboradores. As nossas aldeias também tiveram aqui sempre lugar e aquilo que vai acontecendo na região mais próxima, onde vamos e partilhamos no blogue aquilo que vamos vendo. Temos andado pelo Barroso mas não só. É precisamente no Barroso onde vamos atrás das tradições e celebrações do S.Sebastião que todos os anos acontece no 20 de janeiro, como em Couto de Dornelas e Alturas do Barroso.

 

1600-dornelas-17 (247).jpg

 

Fevereiro

No anos de 2017 iniciámos uma nova ronda pelas aldeias flavienses, seguindo a ordem alfabética e deixando sobre cada aldeia, pelo menos,  3 fotografias em que uma é sempre a cores, uma a P&B e uma última com recurso ou não a arte digital. Fica uma de Agostém que estava à mão, pois poderia ser de outra qualquer aldeia.

 

1600-agostem 43-art (13).jpg

 

Também como não temos crónicas para todos os dias e temos apostado em pelo menos dois posts por dia, temos de recorrer a um mais levezinho, onde apenas entra um momento com uma imagem e às vezes umas poucas palavras, Claro que também aqui há exceções e às vezes deixamos mais que uma imagem. Fica um desses momentos feito de 3 momentos:

 

3 momentos da cidade

1600-(42555).jpg

 

1600-(42568).jpg

 

1600-(42186).jpg

 

Março

Neste mês também saímos à rua e atravessámos a fronteira para uma exposição coletiva intitulada “Ruralidade” que decorreu entre 30 de março a 25 de abril, integrada nas festas do Lázaro em Verin. Participaram nela 3 fotógrafos flavienses e 4 galegos, a saber: Anxos Borjas; Fernando DC Ribeiro; Humberto Ferreira; João Madureira; Miguel G.Torres; Pablo Serrano; Sergio Crespo Vilar.

cartaz.jpg

 

Abril

Continuámos a nossa ronda pelas aldeias, no mês de Abril ainda na letra A em que uma delas foi Argemil da Raia

 

1600-argemil (40)-1.jpg

 

Na Adega do Faustino o Blog levou a efeito mais uma exposição, ou melhor, a mesma que então estava em Verin, mas apenas com os três fotógrafos flavienses: Fernando DC Ribeiro; Humberto Ferreira e João Madureira.

 

cartaz.jpg

 

Também tem sido tradição do blog cumprir com a mentira do dia 1 de abril. Em 2017 inventámos um túnel entre o Forte de S.Neutel e Forte de S.Francisco com uma saída junto ao Tâmega. Houve muita gente a acreditar na mentira e alguns até já tinham andado dentro do túnel inventado, mas o mais caricato, e mesmo com mentira desmentida oficialmente no dia seguinte aqui no blog, passado uns meses, penso que em junho, um site de História partilhou a notícia como sendo verdadeira.

 

1-de-abril.JPG

 

Maio

Claro que a nossa Top Model Ponte Romana vai sendo uma constante aqui no blog. Ninguém lhe resiste e dá sempre um bom post. Mas todas estas fotos resultam da procura daquela foto especial da nossa Ponte Romana, que espero um dia ver ou registar. Até lá, vamos deixando as tentativas.

 

1600-(29439).jpg

1600-(47139).jpg

 

Tal como vamos noticiando aqui no blog,  a maioria dos nossos colaboradores têm obra publicada, e sempre que lançam um novo livro, temos todo o gosto em partilhar aqui o acontecimento, tal como aconteceu com o livro  “CENTENÁRIO DA PARTIDA DO 1º BATALHÃO DO RI 19 PARA A FLANDRES-GRANDE GUERRA” de autoria de António Souza e Silva, que todos os meses deixa aqui um “Discurso Sobre a Cidade”, mais precisamente na primeira sexta-feira de cada mês.

 

Cartaz A4.jpg

 

Outra crónica que vai sendo habitual acontecer aqui todos os domingos é a  de “O Barroso aqui tão  perto” onde uma a uma queremos aqui trazer todas as aldeias do Barroso. Já passaram por cá umas dezenas delas, faltam as restantes, mas às vezes não resistimos a umas imagens extra aldeias, tais como as que ficam e que foram publicada em maio passado:

 

1600-algures, entre Pitoes e Tourem.jpg

1600-barroso XXI (355)-c.jpg

1600-montal-a-seze (7).jpg

 

 No dia 13 de maio, um sábado, tocou a vez de irmos até Aveleda com um post intitulado:

“Aveleda, o mito dos três efes, o Papa, o Benfica e Salvador Sobral”

 

1600-aveleda (98).jpg

 

Ficaram as fotos de Aveleda, quanto ao texto, foi outro. Deixo um pouco do texto de então:

 

“Não podia deixar de cumprir a promessa de trazer aqui mais uma das nossas aldeias, como acontece todos os sábados, e só o faço agora, no final da noite, por fortes razões que tem a ver com o ego, não o meu em particular, mas o meu ego de ser português HOJE, sem qualquer necessidade de fazer renascer o passado de há 500 anos, sem necessidade de recorrer ao Camões, sem necessidade de fantasmas e esperanças sebastianistas. Valemos apenas por aquilo que somos hoje e valemos muito, começa a ser tempo de acreditarmos em nós, na nossa língua, naquilo que é nosso e, que ninguém duvide que temos daquilo que é melhor, e hoje, Portugal em várias frentes, demonstrou-o, tanto, que se fosse eu quem mandasse, fazia deste dia, o 13 de maio, um dia de feriado nacional.”

Os três efes vieram ao respeito da Visita do Papa nesse dia, do Benfica ter sido campeão e do Salvador Sobral ter ganho o Euro Festival da canção.

 

1600-(35545).jpg

 

Não é só a Ponte Romana que tem sido uma constante aqui no blog, pois o Arrabalde também o tem sido e quanto a este largo, mesmo com o recente atentado que lá cometeram, continua a seu um dos locais mais interessante para fazer fotografia de rua em Chaves, só falta mesmo ser decretado isso.

 

1600-(45964).jpg

 

Também não resistimos a de vez quem quando deixar uma silhueta ou um pormenor de arquitetura ou de arte. Afinal tudo isto acontece em Chaves, porquê não partilhá-lo.

 

Junho

Na retrospetiva de há um ano deixámos como destaque do ano 2016 a  abertura do MACNA – Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso. Embora o destaque deste ano vá para outro acontecimento, não deixámos passar em claro as exposições que aconteceram no MACNA como a exposição “Corpo   Abstração e Linguagem” com as obras em depósito da Secretaria de Estado da Cultura na Coleção Serralves, com pinturas e esculturas de grandes nomes da arte feita em Portugal entre os anos 60 e 80 do século passado, ao todo 27 artistas, a saber: Lourdes Castro, Joaquim Rodrigo, René Bertholo, Álvaro Lapa, João Vieira, Manuel Baptista, Fernando Lanhas, Paula Rego, António Palolo, António Sena, Ângelo de Sousa, Júlio Pomar, Pedro Cabrita Reis, Jorge Martins, António Dacosta, Eduardo Betarda, José Pedro Croft, António Campos Rosado, Alberto Carneiro, José de Guimarães, Julião Sarmento, Nikias Skapinakis, Manuel Rosa, Graça Morais, José de Carvalho, Pedro Calapez e José Loureiro.

 

1600-macna (1242).jpg

 

Em junho inaugurou também mais uma exposição de Nadir Afonso, intitulada “Arquitetura sobre Tela” onde se dá a conhecer o arquiteto artista e o artista arquiteto. Exposição que ainda está patente ao público.

 

Como atrás dizíamos a respeito dos nossos colaboradores com obra, António Roque publicou o seu livro de poemas também neste mês, acontecimento que o blog também partilhou.

 

Para além da cultura dos livros e da arte pintada, também gostamos de dar umas voltas pela ruralidade e pelos seus tempos livres, de lazer ou de ócio da nossa gente, às vezes vamos ver jogar à malha pelos campeões da coisa. Fazemos sempre uns registos que gostamos de partilhar.

 

1600-(39489).jpg

 

E como não há dois sem três, João Madureira também publicou mais um livro – “O Homem Sem Memória”. Livro que também passou em publicações semanais com um episódio por semana aqui no blog Chaves, com o mesmo título.

 

Também para as exposições não há duas sem três ou quatro, e o Blog Chaves promoveu também no mês de junho passado uma exposição de fotografia de Cláudia Carneiro. Aproveitamos para deixar um agradecimento à Adega do Faustino que tem sido parceira  do Blog Chaves nesta exposições de fotografia, cedendo o seu espaço expositivo. Igual agradecimento para a Sinal TV por ser também parceira como media partner.

 

catalogo-1.jpg

 

Julho

Nas aldeias dos sábado chegou a vez à letra C e ao  Cambedo, que continuamos a ter debaixo de olho para um dia podermos atualizar com mais informações o blog Cambedo Maquis.

 

1600-(174)cambedo.jpg

 

Em julho cumprimos também um desejo que era o de trazer aqui ao blog a “Rapa das bestas” na rubrica  “A Galiza aqui ao lado”. O Blog foi lá, ficámos fãs e recomendamos. É uma espetáculo de tradição centenária a não perder.

 

1600-rapa-bestas-17 (266).jpg

 

Agosto

Iniciámos uma nova crónica intitulada “De cá… para o mundo” em que pretende dar a conhecer um pouco do nosso Portugal Norte, a norte do Douro. É também o blog a alargar horizontes fotográficos, embora no primeiro post não tivéssemos passado do concelho de Vila Pouca de Aguiar, com o castelo do Pontido e uma aldeia que também tem morada no coração deste blog – Parada do Corgo.

 

1600-parada (18).jpg

 

Ainda na letra C a nossa aldeia de um dos sábados de agosto foi a aldeia de Casas Novas onde o Casario Solarengo marca presença importante.

 

1600-casas-novas (82).jpg

 

 

Festival Identidades tem vindo a acontecer todos os anos em agosto no Jardim Público em Chaves. Este ano passaram por lá os grupos e músicos: Luiz Caracol,  Enraizarte, Terrakota, String Fling, Oquestrada, Seiva, Fanfarra Kaustika, Celina da Piedade, Omiri, Trad.Attack.

 

1600-identidades 17 (563).jpg

 

Um festival que tem qualidade, pernas para andar e para crescer e tornar-se um festival de referência nacional e galega. É uma boa aposta para o futuro. Daí, nós todos os anos lhe termos dado algum destaque.

 

1600-identidades 17 (343).jpg

1600-identidades 17 (863).jpg

 

Setembro

Inicia-se uma nova crónica de autoria de Cristina Pizarro intitulada “Nós os homens”. Surpresa nossa, o facebook tem-nos censurado todas as publicações desta crónica, tudo devido ao cabeçalho, que está baseado numa obra de arte existente. Segundo o facebook é pornográfica e um atentado à moral. Já reclamámos a dizer que não, mas resposta é sempre a mesma. Censurar.

 

nos-homens-1-b

 

 Em “O Barroso aqui tão perto” em setembro uma das aldeias que ficou aqui no blog foi  Caniço, um bom exemplo de que o Barroso não é uma região agreste. Também tem um pouco disso, aliás o Barroso tem de tudo, daí, não admirar que esta rubrica tenha tantos fãs.

 

1600-canico (50).jpg

 

Outubro

 

Na “Cidade de Chaves – Um olhar” vamos deixando alguns olhares de Chaves, como este que se segue. E foi publicado em outubro.

 

1600-(31845).jpg

 

No MACNA – Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso é inaugurada a exposição do Escultor e Designer João Machado, intitulada a “ Arte da Cor” é mesmo de arte e cor repartida por esculturas e cartazes. Mais uma que o blog tinha de partilhar. Exposição que continua patente ao público e que não se pode perder. Assim, se ainda não foi ao MACNA ver esta exposição, vá!

 

1600-j-machado (290).jpg

 

1600-j-machado (318).jpg

 

Claro que o mês de outubro é mês da Feira dos Santos em Chaves, como tal, em 2017 fizemos uma retrospetiva de todos os anos anteriores em que temos registos digitais.

 

1600-Santos 10 (714).jpg

 

Dia 16 de outubro, segunda-feira, como sempre fazemos o “regresso à cidade” com uma foto e um pequeno texto, no 16 de outubro passado foi com a foto e texto que se segue que o fizemos, com Chaves às escuras.

 

1600-(48020).jpg

 

“O regresso à cidade de hoje faz-se com Portugal a arder. Perto de seiscentos incêndios, de Norte a Sul de Portugal, mais que lamentar tal calamidade, devemos pensar, devemos meditar, refletir… A imagem é de ontem ao fim da tarde, às 17H30, que num dia normal ainda teríamos o sol a uma altura considerável, mas pelo cheiro a fumo adivinhava-se o que estava para além da escuridão.”

 

 E foi também em outubro que se deu o acontecimento do ano, nas eleições autárquicas, quando Nuno Vaz vence as Eleições, derrotando António Cabeleira

 

Eleições

autarquicas 1.JPG

A promessa estava em cartaz e cumpriu-a. Virou mesmo! Com maioria absoluta. Nuno Vaz, o novo Presidente da Câmara de Chaves.

 

autarquicas-2.JPG

 

Novembro

Embora 2017 climaticamente se tivesse mostrado atípico, as cores de outono também o foram. A exuberância do colorido de outono não aconteceu em simultâneo como costuma acontecer. Ficaram a perder os fotógrafos e nós também. Daí recorremos a uma montagem de momentos de outonos anteriores para elogiar o outono de 2017.

 

telemovel1600-(34505)-comp

 

Nas aldeias chegámos ao F com Fernandinho e com as suas imagens. Deixamos uma que publicámos.

 

1600-fernandinho (78).jpg

 

E também uma das poucas fotografias que este ano tirámos na Feira dos Santos. Foi um registo também com alguma magia, o das crianças e dos carrosséis.

 

1600-santos 17 - (21).jpg

 

Dezembro

Iniciámos uma nova crónica entitulada “Chaves História’s”. Com ela pretende-se dar a conhecer alguma História que está publicada em livros ou publicações antigas. Começámos com o Liceu Nacional Fernão de Magalhãis. É mesmo com i que se escreve, não há erro.

Foi também em dezembro que se publicou no blog uma foto que no flickr, sítio onde são alojadas as nossas fotos do blog, atingiu só num dia mais de 4600 visualizações e  80 fotógrafos a classificaram como favorita. Ainda não percebi muito bem o porquê, mas não discutimos os números. Fica a foto:

 

1600-(46892).jpg

 

 E terminamos com mais um livro, aliás são dois livros de dois autores colaboradores do Blog Chaves com textos que também passaram aqui pelo Blog. O livro do Pité (Manuel Cunha), intitulado “O Factor Humano – 10 contos de reis, sem notas”, numa edição de autor, limitada e que não está à venda ao público. O outro livro, é mais um da autoria de Gil Santos, o homem das estórias do planalto com o seu novo livro “ Sincelos – Estórias em Chaves”, este sim, à venda na FNAC e nas livrarias.

 

sicelos.JPG

 

Para terminar só restam mesmo os agradecimentos a todos os colaboradores do blog, antigos e atuais, pois todos fazem parte desta família que tem sempre a porta aberta para os regressos e para mais um. Aliás deveremos ter em breve mais um colaborador(a). Agradecer também a quem desse lado nos acompanha e comenta. Pena que não haja mais gente a comentar e a pedir-nos coisas que gostasse de ver abordadas no blog, mas já vamos estando habituados e já ficamos agradecidos com as vossas visitas.

 

Um bom 2018 para todos deste blog que em breve cumprirá os 3.000.000 de visitas. Somos capazes de ter novidades para essa altura.

 

Bom 2018!

 

 

 

 

 

13 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Boa noite! Alguém me sabe dizer quem foi o autor d...

    • Eduardo Camara

      Sou Eduardo neto de Maria Otilia portuguesa nascid...

    • Tudo Mesmo

      Tenho que ir a Chaves para o próximo ano.

    • Anónimo

      “OUTONICE”Porra! Porra! Porra!Como se já não me ba...

    • Tudo Mesmo

      Linda mesmo.