Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

23
Ago18

Cidade de Chaves - Terreiro da Madalena

1600-(40511)

 

Em geral, quando estamos na cidade e atravessamos a ponte romana para o outro lado, dizemos que vamos à Madalena, e de facto assim é, vamos até à freguesia da Madalena, mas também lá as ruas e largos, cantos e becos, têm nome. Nem todos são vulgarmente conhecidos, mas há alguns que até o são, como por exemplo o Largo de S. Roque ou o Terreiro da Madalena, que hoje vos deixo em imagem. A História da Madalena anda a par da História da cidade de Chaves, pelo menos desde que há cerca de 2000 anos a ponte romana uniu as duas margens do Rio Tâmega. História da cidade que graças à sua localização geográfica sempre teve uma forte componente militar, à qual a Madalena também não foi alheia, inclusive chegou a ter muralhas, as seiscentistas, das quais ainda lá existem alguns pequenos troços. Este topónimo de Terreiro da Madalena assume ou é, em parte, uma herança militar, pois reza a história que os terreiros eram locais onde antigamente os besteiros se exercitava e praticavam, mas não só, pois é, ou melhor – foi e é, um autêntico terreiro, olhando literalmente ao significado da palavra: espaço amplo, plano e despejado; praça ou largo dentro da povoação; eirado. Em suma, o topónimo fica-lhe bem.

 

Na Toponímia Flaviense existem por lá mais uns apartes que têm a ver com a História da Madalena, mas no final há um que me chamou a atenção e que diz respeito a um pedido do Conde de Barcelos, D.Afonso, ou seja, o nosso Duque que tem estátua em frente à Câmara Municipal. Passo a citar:

 

É interessante referir que a pedido do Conde de Barcelos D. Afonso, filho de D. João I, foi criada a feira franca em Chaves, por carta régia de 10 de Setembro de 1410, a realizar-se anualmente em 22 de Julho, dia de Santa Maria Madalena.

 

Pois sempre gostei deste duque e ainda por cima tinha ideias, e felizes, que contrasta um pouco com a falta delas nos tempos atuais… Pois cá para mim, era bem interessante que esta feira franca se retomasse, na mesma data que é também bem interessante e se prolongasse por uns dias até meados de agosto, a realizar na Madalena (no terreiro da foto, Largo da Madalena, de S. Roque, Jardim Público e Alameda junto ao Rio, etc. recriando a época (que o povo gosta de folclore) mas com sentido, fazendo a História da cidade, com as personagens da época (onde até o Beto se poderia vestir de Duque, pois já deve andar cansado de esticar o braço de saudar à Cezar) mas fazendo uma autêntica feira atual (incluindo barracas e divertimentos, comes e bebes, etc.), onde pelo meio poderiam acontecer outros eventos e momentos, culturais, musicais e recreativos, onde até as bandas poderia ocupar o seu espaço no coreto e fazer umas verbenas. AH! E como o pessoal gosta de teatro e encenações, para os satisfazer, poder-se-ia encenar o Cerco a Chaves do Mestre de Avis, Rei que tantas ligações teve a Chaves e onde se casou e viveu o seu filho e nasceram os seus netos, que eram também netos de D.Nuno Alvares Pereira (tanta História que tem Chaves para contar): Claro que haveria quem tivesse de vender o seu fato de romano, ou então trocá-lo por um de bobo da corte, por exemplo, coisas da época…

 

E com esta me bou!

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Boa noite! Alguém me sabe dizer quem foi o autor d...

    • Eduardo Camara

      Sou Eduardo neto de Maria Otilia portuguesa nascid...

    • Tudo Mesmo

      Tenho que ir a Chaves para o próximo ano.

    • Anónimo

      “OUTONICE”Porra! Porra! Porra!Como se já não me ba...

    • Tudo Mesmo

      Linda mesmo.