Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Cimo de Vila da Castanheira

03.12.16 | Fer.Ribeiro

1600-cimo-vila (38)

 

Hoje vamos fazer mais uma breve passagem por terras altas do planalto da Castanheira que surge na sequência do planalto de Monforte, ou melhor, um mesmo planalto e que abrange que abrange algumas freguesias e muitas aldeias. Aliás, querendo ser mais abrangente, podemos mesmo falar do grande planalto que se inicia na freguesia de Nogueira da Montanha e se prolonga até à freguesia de Travancas, com uma cota a rondar os 800 m de altitude.

 

1600-cimo-vila (159)-1

 

Mas hoje vamos só até uma dessas aldeias do grande planalto, até Cimo de Vila da Castanheira, também uma aldeia da rota do Românico com a Igreja de S.João Baptista a dar as boas vindas a quem visita aldeia. Por sinal uma das nossas Igrejas Românicas com mais visibilidade, graças à sua localização e implantação isolada na croa de uma pequena elevação.

 

1600-cimo-vila (92)

 

Igreja de S.João Baptista mencionada nos diários de Torga, então com o lamento de a igreja se encontrar em ruínas, mas que felizmente a sensatez acabou por reconstruir e dar-lhe a dignidade que a Igreja merece.

 

1600-cimo-vila (155)

 

Cimo de Vila por onde às vezes passamos, pois também é aldeia de passagem para outros destinos, mas também por onde às vezes paramos para mais um registo e por onde continuaremos a parar, mesmo porque ainda há alguns registos agendados que nunca tivemos oportunidade de fazer.

 

1600-cimo-vila (195)

 

Mas para hoje ficam cinco momentos que escaparam nas últimas escolhas em que este blog visitou esta aldeia.