Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

16
Abr18

Cinco dias cinco postas...

1600-postas

 

A Tailândia e o Novo Aeroporto de Lisboa

 

Conheço umas 15 pessoas que estiveram de férias na Tailândia. Sei que 99% dessas pessoas foram lá por ver ir os outros, até porque não conheço ninguém que tenha ido ao Vietnam, Birmânia, Camboja, China ou Malásia, e a Tailândia não me parece 15 vezes mais interessante do que esses. Se pusessem os turistas que viajam para a Tailândia num qualquer dos outros, ninguém daria pela troca, visto que antes da partida nenhum saberia enumerar 3 cidades tailandesas. É estranho que se façam 25 horas de voo para cada lado e se gastem três mil euros, apenas para impressionar conhecidos, mas há quem consuma dinheiro em droga e há aqueles para quem o estatuto social é uma droga. Sou suspeito de falar da Tailândia porque desatino com asiáticos. Não me interesso por povos que ainda insistem em usar alfabetos de 20 mil letras e comer com pauzinhos. A comida, o sushi? A primeira vez que fui a um chinês, jantei primeiro e não me arrependi. Quem me tira um cibo de presunto com pão centeio... Nunca irei a Tóquio comer comida detestável e mirar gajas com a cara e as mamas chapadas ou arranha-céus banais, só pagando-me bem e sabendo que lá há, ao menos, algum McDonald’s. Se um dia, por azar, me der para ir à Ásia, sei onde vou, é evidente: Goa ou Timor Leste. Aí, ao menos, tenho esperança de encontrar algo como alheiras e grelos. Concluindo, o que queria dizer é que há excesso de turistas, daqueles que vão a qualquer lado por ir. Se Lisboa tem excesso de turistas, a solução é não construir outro aeroporto. Até porque temos um problema com o aquecimento global e com o dióxido de carbono. Reduzam-se as emissões. Para os amantes da Tailândia, há solução: faça-se uma Tailândia dos Pequeninos na Barragem dos Pisões, com um mini-resourt (Lago dos Pi Xioens), e ponha-se chineses a servir à mesa cobra frita e banana assada. Acreditem que ninguém vai sentir falta de escolher pratos de menus em tailandês usando o Um Dó Li Tá e de ter conversas desinteressantes em linguagem gestual com serventes tailandeses, porque este é o triste resumo duma semana na Tailândia.

 

Luís de Boticas

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Amiel Bragança

      Foi um final conciso do consiso.Abraço, AB

    • JM Naturopatia

      Fantástico trabalho de recolha e divulgação de um ...

    • Anónimo

      gostaria muito de um dia poder conhecer. meu pai v...

    • Anónimo

      Não me admiraria se esta fotografia fosse «roubada...

    • Anónimo

      Sou alfacinha de gema, mas gosto de vos ler; olham...