Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

10
Out18

Crónicas de Assim Dizer

arrabalde-3

 

 

Gatos de cor

 

 

Era uma vez um gato branco e um gato preto, vizinhos, que moravam no beiral de uma casa branca e de uma casa preta, respectivamente, onde um abismo sem fundo os separava.

 

Às vezes o gato branco contava histórias sobre gatos pretos que se um gato preto ouvisse não achava piada nenhuma, mas era só em brincadeira com os amigos gatos brancos porque ele até achava que os gatos pretos eram iguais aos gatos brancos, a não ser que uns eram pretos e outros brancos, o que embora sem parecer ou ele ter consciência, era já uma grande diferença.

 

Um dia o gato branco encontrou, diria acidentalmente, o gato preto e perguntou-lhe se ele queria ir caçar ratos para outros telhados. Foram. Pelo caminho o gato branco disse ao gato preto que o pêlo dele era macio, mas que não era bonito e que, por mais estranho que isso lhe parecesse, não se importava que fosse assim, nem o impedia -como até aí se passava- de ir caçar ratos com ele. O gato preto, que estava farto de saber que tinha o pêlo macio, ficou triste por o gato branco não achar que o seu pêlo era bonito e quanto mais o gato branco lhe dizia que ele tinha o pêlo macio, mais o gato preto pensava que não tinha o pêlo bonito. Nem era bem isso, verdade, para esse gato nem interessava assim tanto que o seu pêlo fosse bonito ou feio, só queria que aquele gato branco, que se dizia seu amigo, achasse que o seu pêlo era bonito. Era como se ao dizer-lhe isso lhe dissesse outras coisas, era mais uma forma de lhe dizer que gostava dele. Mas o gato branco não percebia nada destas trocas de palavras e achava que se o gato preto tinha o pêlo feio lho devia dizer. E, mais uma vez, a questão nem era essa porque isto de pêlos brancos ou pêlos pretos serem mais ou menos bonitos é, como tudo, relativo e tratava-se apenas de um ser bonito para o outro e não bonito em si. De resto, que autoridade tem um gato branco para dizer que o preto é feio? São diferentes, eis tudo. E depois, pela última vez, o que magoou o gato preto foi a disparidade de conceitos, porque para este todos os gatos que tinham o pêlo macio eram de alguma forma bonitos, embora nem todos os gatos bonitos tivessem o pêlo macio, como ficou bem visto por este caso, já que um gato que se importa tanto com pêlos bonitos não tem, com toda a certeza, o pêlo macio.

 

E o gato preto ficava cada vez mais triste e cada vez mais longe até que lhe pareceu que quando as suas mãos se uniam numa só, nem era uma branca nem uma preta, era uma cinzenta e então desprendeu-se da mão do gato branco porque lá no seu íntimo parecia-lhe que o cinzento não era cor.

 

E então o gato branco quando viu que o gato preto ficou triste (e não que se preocupasse particularmente com aquele, mas porque por princípio nunca se aborrecia com gatos, fossem eles brancos, pretos ou azuis) disse-lhe que embora nunca mais fossem caçar ratos juntos, pelo menos podiam dizer-se “olá!” de um telhado para o outro. Mas o gato preto que para além de ter o pêlo feio era radical, disse-lhe que o telhado onde ele morava era muito longe do seu e que nem que este lhe gritasse o outro o ouviria. Ao que o gato branco respondeu, aparentemente sem relação nenhuma, que as pessoas gostavam dele, do preto, mais porque ele tinha o pêlo macio do que por ele ser bonito ou feio. E o gato preto, que estava farto de saber porque é que as pessoas gostavam dele, ficou ainda mais triste e pensou: Este gato não mede o que diz, nem sabe o que quer dizer, porque se acha tão branco e não repara que se fosse branco, se fosse todo branco, também os seus olhos eram brancos e quando olhasse o gato preto via-o branco e não era preciso muito para achar que o seu pêlo branco era bonito, pelo menos tão branco como o dele. E aqui está talvez a chave do problema, se o há, é que o gato branco tem os olhos pretos e o gato preto tem os olhos brancos, por isso quando se olham vêem coisas tão diferentes!

 

Cristina Pizarro

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Fartei-mede rir quando li a estória do sr.Taveira ...

    • Anónimo

      Julia, O meu voto vai para a Igreja da Misericordi...

    • Anónimo

      Hoje, dia 12 de Outubro de 2018, acabo de ler este...

    • Anónimo

      https://m.youtube.com/watch?v=glT3deDW0_o

    • Anónimo

      Olá Fábio, Gostava muito de lhe oferecer um livro ...