Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Dadim - Chaves - Portugal

21.10.17 | Fer.Ribeiro

1600-dadim (145)

 

Embora na minha formação a disciplina de geografia me tivesse acompanhado sempre até ao 12º ano, e fosse uma das que até gostava e daí até ter sido sempre um aluno razoável, a verdade é que nunca me questionei ou me lembro de ter abordado, pelo menos a fundo, a diferença que há entre uma montanha e uma serra. Daí ao longo da minha vida pensar que as serras são a elevações mais altas, reforçada por aquela que nos enfiavam logo na primária de a Serra da Estrela ser a serra mais alta de Portugal.

 

1600-dadim (143)

 

Com o tempo, vim a saber que a Serra da Estrela não é a mais alta de Portugal e que as montanhas, afinal, são mais altas que as serras, pelo menos a julgar pela definição em que serra é uma grande extensão de montanhas ligadas umas às outras, e montanha é um monte muito alto e extenso. Daí, quando ao longe avistamos (por exemplo) os pontos mais altos da Serra do Larouco, se calha, em vez de dizemos “ e ao fundo vemos a Serra do Larouco” deveríamos dizer “ e ao fundo vemos a montanha mais alta da Serra do Larouco”.

 

1600-dadim (48)

 

 

Ora bem, esta de ter começado com a definição de serras e montanhas tem a ver com a nossa aldeia de hoje – Dadim, tudo porque geralmente quando por cá algum pessoal se refere à montanha, está a referir-se a estas terras lá de cima, do planalto da castanheira, que abrange todas aquelas aldeias do planalto desde a Bolideira, Tronco, Travancas, Argemil, Dadim, Cimo de Vila da Castanheira, Sanfins, S.Cornélio e Roriz, penso que é tudo, pois a partir de aí já são terras inclinadas de além planalto. Claro que aqui fica de fora o planalto de Monforte, que embora seja o mesmo já fica do outro lado da estrada…  

 

1600-dadim-art

 

Seja como for, ainda a montanha ou a serra, estamos em terras altas, pelo menos para o concelho de Chaves em que o ponto mais alto ronda os 900 metros. Aqui no planalto, em Dadim, andamos a rondar os 855 metros, ou seja bem próximos do ponto mais alto do concelho.

Quanto às fotos, são algumas que escaparam às anteriores seleções para anteriores posts que este blog dedicou à aldeia, no entanto é uma aldeia à qual temos de ir por lá outra vez, pois sinceramente só fui lá uma única vez em recolha de imagens e isso já foi em 2008, e pelo que conheço da aldeia, sinto que me escaparam alguns olhares que merecem ser registados, tanto mais que recordo ter sido uma aldeia simpática na receção que nos fizeram há nove anos atrás. Fica a promessa para um deste dias voltarmos por lá.