Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

22
Ago20

Nantes - Chaves - Portugal

Aldeias do Concelho de Chaves

1600-(50531)-video

 

NANTES

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia das Nantes.

 

1600-nantes (215)-video

1600-nantes (194)-video

 

Aldeia que por ser da periferia da cidade e a ela já unida fisicamente, na prática, é mais um dos bairros da periferia da cidade Chaves, aliás a primeira foto deste post ilustra bem essa realidade.

 

1600-nantes (106)-video

1600-nantes (212)-video

 

Claro que Nantes e toda a freguesia de Vilar de Nantes cresceu, sobretudo a partir dos anos 80 do século passado em que a cidade começou a sair da moldura do seu centro histórico graças a um acentuado êxodo rural com a deslocação das pessoas das aldeias de montanha para a cidade, que disponível para construção, só tinha os terrenos entre a cidade e as aldeias da periferia.

 

1600-nantes (11)-video

1600-nantes (89)-video

 

A prova de que esse crescimento se deve ao êxodo rural pode ser encontrada na leitura dos Censos das últimas décadas, em que a população das aldeias mais distantes da cidade desce a pique, mas a população da totalidade do concelho matem-se, havendo um crescimento acentuado de população em todas as aldeias da periferia de Chaves, sobretudo nas freguesias de Santa Cruz/Trindade, Valdanta e Vilar de Nantes. A título de exemplo, nos Censos de 1970 Vilar de Nantes tinhas 805 habitantes, nos Censos de 2011 já atingiu 2.084, esperemos pelos Censos do próximo ano para ver o novo aumento, pois as construções novas de habitações na freguesia durantes estes últimos 10 anos, foi ocupando os espaços disponíveis.

 

1600-nantes (78)-video

1600-nantes (189)-video

 

Mas embora a realidade de hoje da freguesia, com os seus novos bairros dormitórios, como a cooperativa TRASLAR, o Bairro de S. José, o Bairro do Lombo e mais recentemente a Rua da Pedreira e Rua do Vale, e ao longo de todos os acessos a Vilar de Nantes e Nantes, seja de uma freguesia dormitório da periferia de cidade, o facto é que os antigos e velhos núcleos das duas aldeias, Nantes e Vilar de Nantes é que são a essência desta freguesia, daí, apenas trazermos em imagem a aldeia de Nantes mais antiga, incluindo as casas mais modernas que nasceram ao longo da estrada nacional, junto aos acessos a Nantes, ou seja, as construções do seu crescimento natural. Aliás dessas, só trazemos uma, a “casa do avião” pela singularidade de ter uma avioneta e torre de controle no jardim, para além da arquitetura da própria vivenda, isto tendo em conta que a construção já tem mais de 50 anos.

 

1600-nantes (67)-video

1600-nantes (188)-video

 

Assim as imagens do vídeo e que deixamos aqui hoje, são apenas de Nantes antiga, exceção para a primeira imagem em que parte de Nantes antiga aparece em primeiro plano, tendo logo de seguida o Bairro de S. José e a meio, entre Nantes e a cidade, o Bairro do Lombo.

 

1600-nantes (93)-video

1600-nantes (216)-video

 

E hoje trazemos apenas o vídeo e estas imagens do post, sem aprofundarmos nada sobre a aldeia, pois o que tínhamos a dizer sobre ela, já o fomos dizendo nos posts anteriores que lhe dedicámos e para os quais fica um link no final deste post.    

 

1600-nantes (130)-video

1600-nantes (191)-video

 

 

Hoje com imagens mais recentes onde já consta o arranjo do largo da capela, o casarão ao fundo desse largo já reconstruído, pois até aqui, nas publicações anteriores ainda aparecia abandonado e degradado, mas também algumas imagens, que embora até possam ser recentes, ainda mostram a aldeia mais antiga. Imagens, algumas, que tem todo o direito a estarem aqui, pela sua história e significado que pode ter para as pessoas da aldeia, as mais velhas e também as mais novas, como a da antiga escola primária, hoje convertida em jardim de infância.

 

1600-nantes (59)-video

1600-nantes (198)-video

 

Outra das imagens que trazemos, e esta já é repetente, é a do “cruzeiro”, isto porque sempre me intrigou a sua localização, à saída da aldeia na subida para a Serra do Brunheiro. Certo que para ser um cruzeiro, basta ter uma cruz, mas em geral os cruzeiros são localizados nos cruzamentos de ruas, cainhos ou estradas, ou então nos largos (às vezes principais) dos aldeamentos. Este é o único que eu conheço que está apenas junto a um caminho, sem cruzamento, nem entroncamento, nem largo, apenas uma peque elevação. Será que primitivamente tinha outra localização!?. Estou em crer, e isto sou apenas eu a supor, que teria sido construído para as orações, rezas e preces de quem por ali seguia caminho para subir a serra até aos seus destinos, pois é conhecido que aquele caminho da serra em tempos idos e não muito distantes, era frequentado pelas pessoas das aldeias do planalto do Brunheiro e até mesmo das aldeias do concelho de Valpaços para virem à cidade de Chaves e o contrário também é verdade, isto no tempo em que o principal meio de transporte eram um bom par de pernas, quando muito, lá teriam a ajuda de um 4 patas de um burro, uma mula ou um cavalo, isto, quando estes viajavam sem carga… outros tempos, hoje metem umas centenas de cavalos dentro do capô de um carro, e alá que se faz tarde, tal como este post, que hoje apareceu aqui tardio e que para trazer aqui um vídeo, já vai muito longo.

 

1600-nantes (110)-video

1600-nantes (171)-video

 

Passemos então e sem mais demoras ao vídeo com todas as imagens da aldeia de Nantes, que foram publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem e para rever aquilo que foi dito sobre Nantes ao longo do tempo de existência deste blog, ou seja, ao longo destes últimos 15 anos, a seguir ao vídeo, ficam links para esses posts.

 

Aqui fica o vídeo, espero que gostem, hoje com uma dedicatória especial às duas senhoras centenárias que aparecem no final do vídeo que, infelizmente, já faleceram:

 

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de Nantes:

 

https://chaves.blogs.sapo.pt/nantes-chaves-portugal-1667647

https://chaves.blogs.sapo.pt/825727.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/558578.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/414262.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/224909.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/195927.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/38824.html

 

 

E quanto a aldeias de Chaves, despedimo-nos até à próxima quarta-feira  em que teremos aqui a aldeia de Nogueira da Montanha.

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Relatório só após a conclusão das obras, ainda a d...

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    FB