Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

04
Set16

O Barroso aqui tão perto... Fiães do Rio

1600-fiaes (2)

montalegre (549)

 

O Barroso aqui tão perto e tão desconhecido da maioria dos seus vizinhos. Por um lado, ainda bem que assim é, por outro, lamentamos que que assim seja. Por nós, embora há muito que não seja uma novidade, partimos à descoberta da sua intimidade e quanto mais aprofundamos o Barroso, mais apaixonados ficamos.

 

1600-fiaes (16)

 

Vamos então até mais um dos seus cantinhos. Comecemos pela localização do cantinho de hoje. Já sabemos que quando uma localidade tem “apelido”, esse “apelido” indica-nos quase sempre onde ela se insere. Por exemplo cá no nosso concelho de Chaves, quando uma localidade é qualquer coisa da Raia já sabemos que é terra próxima ou mesmo a queimar a raia galega.

 

1600-fiaes (7)

 

No concelho de Montalegre há dois “apelidos” que nos servem de orientação – “qualquer coisa” da Chã e “qualquer coisa” do Rio. Dois “apelidos que têm todo o sentido de existirem, pois as terras da Chã, conforme o próprio termo indica são mais ou menos terras planas no meio de um mar de montanhas e as terras do Rio são terras da proximidade do principal Rio do concelho e até dos rios nascidos em Portugal.

 

1600-fiaes (17)

 

Hoje vamos até Fiães do Rio pelo que logo à partida já sabemos ser uma aldeia próxima do Rio Cávado, e de facto assim é, pois em linha reta o Cávado fica apenas a 300 metros da aldeia, não se querendo com isto dizer que se note a presença do mesmo, pois da aldeia o rio nem sequer se vê, mas que está próximo, lá isso está. Quanto ao significado e origem do topónimo Fiães, nada temos a dizer pois nas nossas pesquisas encontrámos outras localidades com o mesmo topónimo e embora até haja algumas teorias sobre a origem do topónimo, são feitas à medida de cada localidade, por isso, preferimos nada arriscar.

 

1600-fiaes (32)

 

Quanto à sua história também não queremos inventar, assim, recorremos àquilo que os escritos nos dizem, mais propriamente os do Arquivo Distrital de Vila Real: “Fiães do Rio esteve anexa à paróquia de Santa Maria de Viade, sendo da apresentação do reitor desta. Passou mais tarde a freguesia independente, com o título de vigararia.


Foi comenda da Ordem de Cristo.


Administrativamente, esteve sempre no termo e concelho de Montalegre.


Em 1839 dependia da comarca de Chaves, em 1852 da de Montalegre e, em 1878, do julgado de Covelo do Gerês.


A freguesia é composta pelos lugares de Fiães do Rio e Loivos.


A paróquia de Fiães pertence ao arciprestado de Montalegre e à diocese de Vila Real, desde 22 de Abril de 1922. O seu orago é Santo André.”

 

1600-fiaes (10)

 

Mas nem há como visitar as localidades para ficarmos a saber mais um pouco da sua História e estórias, isto se tivermos a sorte de termos por lá quem nos as conte (as estórias) e haver qualquer “documento” que nos indique a História. Pois em Fiães do Rio logo à entrada da aldeia, numa rocha levantada ao alto, está uma placa onde diz” Bento Gonçalves – 1º Sec. Geral do PCP”. Já na aldeia uma outra placa colocada numa casa diz “ Aqui nasceu/ Bento Gonçalves/ 1º Secretário Geral/do PCP”. Confesso que não sabia que tinha nascido lá nem tão pouco quem tinha sido Bento Gonçalves, mas ainda bem que hoje em dia, à mão de um clique, vamos tendo toda a informação. Então ao respeito de Bento Gonçalves encontrei:

 

1600-fiaes (1)

 

O que há a dizer sobre Bento Gonçalves está quase tudo aqui:

 

Bento_gonçalves.jpg

 

http://www.pcp.pt/publica/militant/257/p53.html - Que vale a pena visitar se quiser aprofundar o conhecimento sobre o mesmo, contudo, deixo aqui um resumo:

 

Bento António Gonçalves nasceu em Fiães do Rio em 2 de março de 1902 e faleceu no Tarrafal em 11 de setembro de 1942.

 

Em 1915, após concluir a instrução primária, começa a trabalhar, em Lisboa, como torneiro de madeira. Dois anos depois, em 1917, é aprendiz de torneiro mecânico, sendo, em 1919, admitido como torneiro mecânico no Arsenal da Marinha.

 

Depois de desenvolver intensa atividade como sindicalista, Bento Gonçalves ingressa, em 1928, no Partido Comunista Português, participa ativamente na reorganização de 1929, e é, nesse mesmo ano, eleito secretário-geral, cargo que ocupará até à sua morte.

 

1600-fiaes (13)

 

 

Bento Gonçalves foi preso em 1930, foi deportado para os Açores e posteriormente para Cabo Verde.

 

Em 1933, de novo em liberdade, passou à clandestinidade e reassumiu as suas funções de secretário-geral. Em 1935, chefiou a delegação portuguesa ao VII Congresso da Internacional Comunista em Moscovo. Pouco depois do seu regresso, foi preso juntamente com os dois outros membros do Secretariado do PCP, José de Sousa e Júlio Fogaça.

 

Em 1936 é enviado para o campo de concentração do Tarrafal, onde morre (em 1942) vítima de uma biliose.  

 

A 30 de Junho de 1980 foi feito Grande-Oficial da Ordem da Liberdade a título póstumo.

 

1600-fiaes (13)-1

 

Foi Secretário-Geral do Partido Comunista Português desde 1929 até à sua morte em 1942, ficando o partido sem Secretário- Geral até 1961, ano em que Álvaro Cunhal ocupa o cargo. Quanto ao ter sido o primeiro Secretário-Geral parece que não foi bem assim, pois desde a data da fundação do partido em 1921 até 1929 o cargo foi ocupado por José Carlos Rates.

 

1600-fiaes (6)

 

Continuando nas nossas pesquisas, no livro “Montalegre” de autoria de José Dias Baptista, sobre Fiães do Rio encontrámos o seguinte: “ Ocupa o penúltimo lugar em termos de pequenez do respectivo território. Foi aí que nasceu Bento António Gonçalves, em 1902, que bem cedo migrou para Lisboa. Muito jovem encabeçou as lutas laborais/sindicais como operário (torneiro mecânico) no Arsenal da Marinha o que o levaria a ser detido pela Pide e condenado a degredo no Tarrafal (Cabo Verde) onde viria a morrer com quarenta anos. Foi o primeiro Secretário Geral do Partido Comunista Português (PCP). A sua ponte de madeira, tal como a de Covelães, sobre o rio Cávado, é muito antiga. Referidas a ela contam-se muitas peripécias de imensa graça e alguma história. Por lá passavam grupos de pessoas da margem norte, em romagem a São Bartolomeu, o menos conhecido dos doze apóstolos, para que da sua capelinha acorrentasse o demónio e os livrasse das malignas possessões.”

 

1600-fiaes (5)

 

E por hoje é tudo, ficam as referências às consultas para a feitura deste post.

 

Bibliografia consultada:

 

“Montalegre” de José Dias Baptista, edição do Município de Montalegre, 2006

 

WEB:

 

Arquivo Distrital de Vila Real - http://digitarq.advrl.arquivos.pt/details?id=1064764

http://www.pcp.pt/publica/militant/257/p53.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Bento_Ant%C3%B3nio_Gon%C3%A7alves

 

E ficam também os links para as anterior abordagens deste blog ao Barroso e suas aldeias:

 

A Água - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-a-agua-1371257

Amiar - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-amiar-1395724

Cepeda - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-cepeda-1406958

Fervidelas - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-fervidelas-1429294

Gralhas - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-gralhas-1374100

Meixedo - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-meixedo-1377262

O colorido selvagem da primavera http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-o-colorido-1390557

Olhando para e desde o Larouco - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-olhando-1426886

Padornelos - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-padornelos-1381152

Padroso - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-padroso-1384428

Pedrário - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-pedrario-1398344

Pomar da Rainha - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-pomar-da-1415405

Sendim -  http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sendim-1387765

Solveira - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-solveira-1364977

Stº André - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sto-andre-1368302

Tabuadela - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-tabuadela-1424376

Telhado - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-telhado-1403979

Travassos da Chã - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-travassos-1418417

Um olhar sobre o Larouco - http://chaves.blogs.sapo.pt/2016/06/19/

Vilar de Perdizes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1360900

Vilar de Perdizes /Padre Fontes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1358489

Vilarinho de Negrões - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilarinho-1393643

São Pedro - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sao-pedro-1411974

Sendim -  http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sendim-1387765

Solveira - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-solveira-1364977

Stº André - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sto-andre-1368302

Vilar de Perdizes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1360900

Vilar de Perdizes /Padre Fontes - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilar-de-1358489

Vilarinho de Negrões - http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilarinho-1393643

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Fartei-mede rir quando li a estória do sr.Taveira ...

    • Anónimo

      Julia, O meu voto vai para a Igreja da Misericordi...

    • Anónimo

      Hoje, dia 12 de Outubro de 2018, acabo de ler este...

    • Anónimo

      https://m.youtube.com/watch?v=glT3deDW0_o

    • Anónimo

      Olá Fábio, Gostava muito de lhe oferecer um livro ...