Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

06
Dez21

O Barroso aqui tão perto - Gestosa

Aldeias do Concelho de Boticas

1600-gestosa (118)

1600-cabecalho-boticas

 

GESTOSA - BOTICAS

 

Nestas andanças por terras do Barroso, nos últimos tempos, temos abordado as aldeias do concelho de Boticas, freguesia a freguesia, por ordem alfabética, e já vamos na freguesia de Dornelas onde depois da aldeia de Antigo, Casal e Espertina chega a vez de Gestosa, que às vezes também vemos grafada com Giestosa.

 

1600-gestosa (12)

1600-gestosa (47)

1600-gestosa (67)

 

Se observarmos com atenção a corografia envolvente desta aldeia, para além de a localizarmos em plena serra do Barroso, verificamos que ela se encontra na vertente exterior de um conjunto de altas montanhas que vistas à distância (de satélite por exemplo) parece ser um único bloco montanhoso com os seus pontos mais altos despidos de vegetação ou com uma vegetação escassa e muito rasteira.

 

1600-gestosa (100)

1600-gestosa (55)

1600-gestosa (82)

 

Nesse bloco montanhoso estão as serras do Gerês, do Larouco da Cabreira e do Barroso, quase poderíamos dizer, pelas suas características, serem uma única montanha, uma vez que não o são, são como irmãs ou primas canais muito chegadas. Tal como já atrás dissemos, os seus pontos mais altos são rochosos e sem vegetação, ou quase, onde o clima caracterizado por invernos frios e rigorosos não convidaram o homem ao seu povoamento,  apenas junto às linhas de água, que no Barroso até são abundantes, em pontos em que a sedimentação formou pequenas várzeas, que vistos à distância são pontos verdes, como se tratasse de um oásis no meio do deserto, é que o homem se atreveu a estabelecer-se, construindo pequenas aldeias, que pela certa, inicialmente, se deveria resumir a uma ou duas famílias, dedicando-se ao cultivo das pequenas várzeas e  à caça e criação de gado.

 

1600-gestosa (64)

1600-gestosa (103)

1600-gestosa (99)

 

Gestosa é uma das aldeias que se enquadra bem nas aldeias que atrás descrevemos, localizada numa pequena várzea que surge no encontro de várias linhas de água, onde uns “passos” mais acima, começa a serra do Barroso mais agreste, onde os rochedos abundam e a vegetação escasseia.

 

1600-gestosa (44)

1600-gestosa (88)

1600-gestosa (78)

 

Entremos então em Gestosa, cuja descoberta fizemos antes mesmo de a descobrir, ou seja, já a conhecíamos à distância, mesmo ante de lhe conhecer o topónimo e de verdadeiramente entrar na sua intimidade, tudo graças ao S. Sebastião que se celebra na Vila Grande e nas Alturas do Barroso, isto porque desde que fomos pela primeira vez ao S. Sebastião, no caminho (estrada) entre a Vila Grande e as Alturas do Barroso, ainda antes de Vilarinho Seco, há um largo à beira da estrada, com um miradouro natural, que nos convida à uma paragem e ao tomar de umas imagens fotográficas.  

 

1600-gestosa (90)

1600-gestosa (49)

1600-gestosa (50)

 

Pois desde esse miradouro natural com vistas viradas para poente, avista-se tudo que é montanha, mas logo aos pés do miradouro, uma pequena várzea abriga uma pequena aldeia, a Gestosa. Nos primeiros anos que passámos por lá, ainda antes de fazermos o levantamento de todas as aldeias do Barroso, aquela pequena aldeia, desde lá de baixo do seu aconchego que nos convidava a uma visita, e num dos anos em que fazíamos o trajeto entre A Vila Grande e as Alturas do Barroso, quase por impulso e como se o nosso popó tivesse vontade própria, vez um desvio e direção à Gestosa, numa visita apressada mas que deu para sentir a sua alma, mas só mais tarde, é que fomos lá a sério, ou com a intenção de lá ir, mesmo calhando em mais um trajeto entre A Vila Grande e as Alturas, mas com todo o tempo que fosse necessário, e assim aconteceu.

 

1600-gestosa (77)

1600-gestosa (76)

1600-gestosa (71)

 

Vida humana encontrámos pouca, aliás só vimos mesmo uma senhora, já de certa idade, que por sinal, tal como nós, também vinha da Vila Grande. Mais pessoas havia-as pela certa, mas talvez algumas ainda estivessem no São Sebastião da Vila Grande ou para as Alturas e outras andassem nas lides do campo ou da casa. Como sempre que podemos ou temos a oportunidade, damos dois dedos de conversa, não só para que as pessoas nos possam indicar algumas das coisas mais interessantes da aldeia, mas também para não ficarem com a pulga atrás da orelha, atitude que por segurança, em geral, as povoações tomam quando veem gente estranha a rondar e fotografar as aldeias. E pela nossa parte não custa nada dizer ao que vamos, quem somos ou de onde somos, para além de, nestas conversas, aprendermos sempre qualquer coisinha com os mais velhos.

 

1600-gestosa (80)

1600-gestosa (101)

1600-gestosa (54)

 

Claro que o nosso tempo nunca é suficiente para criar a empatia necessária para que as verdadeiras estórias da aldeia venham ao de cima, pois elas só saem, naturalmente, quando encontram na conversa uma oportunidade para saírem, assim, ficamos pelo possível e pela recolha de imagens daquilo que vai atraindo a objetiva.

 

1600-gestosa (1)

1600-gestosa (65)

1600-gestosa (60)

 

A Gestosa é uma pequena aldeia, mas onde existem duas ou três casas mais senhoriais, com uma capela num largo central da aldeia e outras pequenas construções e alguns armazéns mais recentes, nitidamente seriam casas de duas ou três famílias mais abastadas que viviam da riqueza das terras várzea e as pequenas construções da povoação que trabalhava os campos, talvez já desde o Couto de Dornelas, mas tudo isto o dizemos por pura observação, sem tempo ou documentos que corroborem o que afirmamos.

 

1600-gestosa (52)

1600-gestosa (5).jpg

1600-gestosa (17).jpg

 

Duas dessas construções mais senhoriais tem passadiços com um arco perfeito por cima dos arruamentos que ligam o piso superior das casas diretamente aos campos, o que arquitetonicamente falando, dá um interesse especial a estas construções. Este tipo de passadiços, embora não sejam frequentes, também não são raros e existem em algumas aldeias do Barroso, mas também noutros concelhos, às vezes mesmo no centro da aldeia para ligarem construções, alguns cobertos, tal como acontece na aldeia vizinha de Vilarinho Seco.

 

1600-gestosa (38).jpg

1600-gestosa (62).jpg

gestosa-art (12).JPG

 

E estamos a caminhar para o final deste post, faltando apenas fazer a referência àquilo que encontrámos na monografia “PRESERVAÇÃO DOS HÁBITOS COMUNITÁRIOS NAS ALDEIAS DO CONCELHO DE BOTICAS”, como o santo que se celebra na aldeia, embora apenas com celebração religiosa, o S. Bento na respetiva capela de S. Bento e o Castro da Gestosa:

Castro de Gestosa (Património Classificado - IIP)

Designação: Castro de Gestosa ou Souto da Lama

Localização: Gestosa (Dornelas)

Descrição: Existe na aldeia de Gestosa, freguesia de Dornelas, um velho Castelo de Mouros a que o povo chama Castro de Lamas ou Souto de Lamas. O monte em cujo topo assenta o castro fica ao lado da ER 311, a uma distância de 300 m, sendo defendido por três linhas de muralhas.

À muralha que defende o topo Sul segue-se uma rampa que termina em dois fossos justapostos, que rodam para cima e estendem-se ao longo da encosta Nascente do castro originando um grande fosso. O topo Norte do terreiro é marcado por um montão de fragas. A ladeira da face poente, abaixo da muralha do terreiro, é toda semeada de fragas até um pequeno patamar amparado pela segunda muralha.  Desta muralha existe o seu alinhamento de 80m ao longo da ladeira Poente, que desanda para Norte e vai terminar num conjunto de fragas de granito, natural linha defensiva. Entre 20 a 30 metros abaixo da segunda muralha corre a terceira muralha, que se estende num comprimento de pelo menos 100 m, com altura média de 2 m. Esta muralha, tal como a segunda, parece estar rota numa abertura de uns 2 m que se pode considerar o vão de uma possível porta. Foram encontrados vestígios de casas circulares e restos de cerâmica. Na base do monte do castro corre o Ribeiro da Gestosa.          

 

mapa-espertina.png

1600-gestosa-3.jpg

 

Só nos resta localizar e deixar um itinerário para a partir da cidade de Chaves chegar até à Gestosa, freguesia de Dornelas, concelho de Boticas. Como quase sempre tomamos a EN103 (estrada de Chaves-Braga) até Sapiãos, onde abandonamos a EN103 em direção a Boticas, aqui, depois de atravessar a vila, pela variante ou pelo seu interior, tomamos a R311 em direção a Ribeira de Pena e Cabeceiras de Basto. Sempre pela R311 depois de passarmos por Quintas e Carreira da Lebre, até passarmos pela capela da Espertina, à beira da estrada do lado esquerdo, onde logo a seguir existe um cruzamento com saída à esquerda para a Espertina e Antigo e à direita para as Alturas e Vilarinho Seco, depois deste cruzamento, mais 1,5km e temos à direita, em plena curva, a saída para a Gestosa que fica a 400m.

 

1600-gestosa-2.jpg

1600-gestosa-1.jpg

 

E agora o habitual vídeo com todas as imagens da aldeia de GESTOSA que foram publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

E quanto a aldeias de Boticas, despedimo-nos até ao próximo domingo em que teremos aqui a aldeia de LOUSAS.

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

.17-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • cid simoes

      E intelectuais portugueses assumidamente de direit...

    • Fer.Ribeiro

      Pois, é bem natural que sim, mas infelizmente o no...

    • Anónimo

      por que não atualizar as fotos tresmundes hoje est...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo comentário e concordo plenamente con...

    • Bob Battersby

      Sou de Manchester Reino Unido (Nasci em Hyde (10km...

    FB