Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

13
Mai18

O Barroso aqui tão perto - Rebordelo

1600-rebordelo (60)

 

montalegre (549)

 

Hoje no “Barroso aqui tão perto” vamos até Rebordelo. Alguns mais distraídos dirão — “Este, hoje enganou-se, pois Rebordelo é ali antes de chegar a Vinhais”, ou “ é em Amarante”. Outros haverá que se deixam levar pela música, não ligam à letra e pensam que Rebordelo é em Chaves. Também poderia ser de S. Tomé e Príncipe ou mesmo na Galiza, mas não, este Rebordelo que hoje vos trago aqui  é mesmo do concelho de Montalegre, da freguesia de Morgade. Já agora em Chaves existem dois topónimos muito parecidos, mas um é Redondelo (parecido no som da pronúncia)  e outro é Rebordondo (com as primeiras seis letras do topónimo iguais), mas apenas isso.

 

1600-rebordelo (23)

 

Já que andamos à volta com o topónimo, vamos lá ao seu significado. A Infopédia leva-nos para:  “Do latim vulgar roburetellus, 'carvalho pequeno'.” , mas o Barroso tem todos os seus topónimos em livro, vamos até lá.

 

1600-rebordelo (78)

 

Então vamos ao que diz a “Toponímia de Barroso”

 

Rebordelo

 

É mais um topónimo com origem no carvalho. Vem de ROBURETU ( e este de ROBUR = CARVALHO, a árvore emblemática destes sítios) com o diminutivo ELLU:  Assim, ROBURETELLU > ROBORDELO > REVORDELO > REBORDELO.

- 1258 « Item, de regalengo de Arcos et de Vilarino et de Gralioos et de Revordelo et de Cervos CC afusaes de lino, etc».

Não se documenta nas restantes INQUIRIÇÕES mas aparece no Arq. Hist. Port — Rebordello com 5 fogos.

1600-rebordelo (79)

 

Habitualmente deixamos aqui o que se diz da aldeia na “Toponímia Alegre”. Pois esta aldeia não aparece por lá, o que quer dizer que ninguém tem nada a dizer dos de Rebordelo.

 

1600-rebordelo (5)

 

E agora vamos à localização e itinerário, como sempre com início na cidade de Chaves. Pois quanto à localização já fomos adiantando qualquer coisa. Já sabemos ser uma aldeia do Barroso, da freguesia de Morgade, concelho de Montalegre, mesmo no limite com Boticas ( a 2,3 km).

 

1600-rebordelo (75)

 

Mas isto das distâncias medidas nas cartas e mapas são uma coisa, mas em termos de acessos são outra. Por exemplo a aldeia mais próxima de Rebordelo é Cervos (a 2.5 Km em linha reta) mas para ir de uma aldeia à outra, temos de percorrer quase 10Km de estrada.

 

1600-rebordelo (72)

 

Vamos às habituais coordenadas, para sermos ainda mais exatos:

41º 44’ 27.98” N

07º 42’ 45.38” O

Altitude: 850m

1600-rebordelo (49)

 

Quanto ao itinerário há dois com a mesma distância entre a cidade de Chaves e a aldeia de Rebordelo, ambos com 37 Km. O primeiro que recomendamos por ter melhores acessos e que deixamos a seguir no nosso mapa, é pela estrada de Braga (EN103) até ao Barracão. Aí viramos à esquerda e seguimos pela estrada interior que atalha para a Barragem dos Pisões (Criande/Morgade), a M525, mas atenção, o desvio para Rebordelo é 2.5Km após o Barracão, sensivelmente a meio do trajeto entre o Barracão e a Barragem dos Pisões/Morgade.

 

mapa-rebordelo.jpg

 

Vamos às nossas impressões sobre Rebordelo. Iniciamos por dizer que o topónimo, dado o seu significado, lhe fica bem. Estamos realmente em terras onde o Quercus (Carvalho) marca presença e não são tão rebordelos como o topónimo poderá indicar, pois até têm um certo porte. Pena que as estratégias de fazer madeira rapidamente tenham projetado os carvalhais para segundo plano, ou mesmo sem plano nenhum, pois os que existem nascem naturalmente e só existem onde não atrapalham outras culturas.

 

1600-rebordelo (65)

 

Pode ser que com as tragédias dos incêndios dos últimos anos, principalmente do ano passado, a floresta em Portugal comece a tomar o rumo certo, onde o carvalho terá um lugar importante, principalmente no Barroso e um pouco por todo o interior Norte, no qual também se inclui o concelho de Chaves.

 

1600-rebordelo (38)

 

Ia eu dizer agora que a aldeia me surpreendeu pela positiva, mas dizer isto das aldeias do Barroso já começa a ser um lugar-comum, pois de surpreender seria as aldeias do Barroso não me surpreenderem. Mas esta também surpreendeu pela positiva, pois dada a sua localização de não ser avistável quase desde lado nenhum, nem sequer do acesso da estrada secundária que temos de tomar e abandonar para lá chegar, pode-nos levar a pensar ser uma aldeia desinteressante, mas não o é.

 

1600-rebordelo (63)

 

Mantém a sua integridade com aldeia transmontana e barrosã, e gostámos do que vemos, quer do conjunto da aldeia, pequena, embora não seja das mais pequenas, com alguns pormenores dignos de realce ligado ao casario tradicional, algum mais nobre e com vistas muito interessantes, quer as que se lançam e alcançam o Larouco quer as que se alcançam na direção oposta para terras de Boticas.

 

1600-rebordelo (30)

 

Surpreendeu também pela envolvência do verde dos campos e estávamos em pleno mês de dezembro quando por lá fomos (9-12-2016). Se estivéssemos em terras de Salto ou de Cabril já não seriamos surpreendidos, mas estamos, aqui sim, em pelo Alto-Barroso, a uma altitude de 850 metros, como já atrás foi mencionado.

 

1600-rebordelo (51)

 

Quanto às nossas pesquisas, encontrámos no livro “Montalegre” o seguinte:

 

“Pelo termo de Codessoso passava um caminho medieval importante que servia diversos lugares da enorme paróquia da Chã, ao tempo das Inquirições de D. Afonso III: Negrões, Vilarinho, Lamachã, Morgade, Carvalhais e Rebordelo, Fírvidas e Gralhós, além das herdades ribeirinhas do Regavam (sic).”

 

1600-rebordelo (11)

 

Pois, o problema destas pequenas aldeias mais isoladas, e que não calham em caminhos e estradas concorridas, também se sente naquilo que dizem sobre elas, ou melhor, naquilo que não dizem, pois por mais que tentássemos encontrar documentação sobre Rebordelo, apenas a pequena passagem no livro “Montalegre”, e graças à História de um caminho medieval.

 

1600-rebordelo (21)

 

Assim somos obrigados a ficar por aqui, mas não sem antes de recomendar uma visita, num passeio de uma tarde ou manhã, com outros atrativos nas proximidades, pois logo ali ao lado temos a Barragem dos Pisões e a sua estrada menos concorrida mas bem mais interessante que passa por Criande, Morgade, Negrões e Vilarinho de Negrões. Barragem à volta da qual não faltam bons restaurantes à beira ou com vistas para a Barragem, e entenda-se por bons restaurantes aqueles onde se come bem e em conta.

 

1600-rebordelo (3)

 

Desta vez também não tivemos a sorte de ter alguém na aldeia para nos facilitar alguns dados ou contar algumas das suas estórias. Certo que a intenção destas abordagens ao Barroso, pelo menos nesta fase, é dar a conhecer um pouco das suas aldeias e mostrá-las em imagem, naquilo que nós achámos e encontrámos mais interessante, pelo menos ao nosso olhar, mas, se a tivermos, nunca perdemos uma boa estória para contar.

 

1600-rebordelo (14)

 

E assim somos mesmo obrigados a ficar por aqui mesmo por aqui, mas antes ainda deixamos, como sempre, as referências às nossas consultas. Quanto aos links para as anteriores abordagens às aldeias e temas de Barroso, estão na barra lateral deste blog. Se a sua aldeia ou a aldeia que procura não está na listagem, é porque ainda não passou por aqui, mas em breve passará. Mas há mais, as aldeias de Barroso também passaram a estar no menu do topo do blog, onde diz “Barroso”.

 

1600-rebordelo (84)

 

BIBLIOGRAFIA

 

BAPTISTA, José Dias, Montalegre. Montalegre: Município de Montalegre, 2006.

BAPTISTA, José Dias, Toponímia de Barroso. Montalegre: Ecomuseu – Associação de Barroso, 2014.

 

WEBGRAFIA

 

Rebordelo in Dicionário infopédia de Toponímia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-05-13 22:57:57]. Disponível na Internet:  https://www.infopedia.pt/dicionarios/toponimia/Rebordelo

 

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Sim este é o S. Lourenço de Chaves"Eu sei que há m...

    • José Pombal

      Com o devido respeito, o nome destas localidades, ...

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro. Agradeço as suas diligência...

    • Anónimo

      (Esta (só?!...) placa não merece «Re-qua-li-fi-ca-...

    • Fer.Ribeiro

      Não sei mas vou tentar saber. Abraço.