Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

14
Ago14

O Barroso aqui tão perto... Roteiro para um dia de visita - 4ª paragem

 

Ontem tínhamos ficado em Paradela do Rio, pois hoje vamos em direção à Ponte da Misarela, uma ponte que para além da sua beleza (ponte e envolvente) está fortemente ligada a tradições e lendas, mas antes, ainda temos uns quilómetros de estrada para percorrer e algumas breves paragens para fazer. A primeira, obrigatória, mesmo sem entrar dentro da aldeia, é em Ponteira. Aqui o penedio consegue misturar-se com a aldeia e em muitos casos, ser maior que as próprias casas, isto, se o penedo não fizer parte da própria casa. Mas isto contado é uma coisa e visto in loco é outra. Então há que lá ir para ver.

 

Também à Ponte da Misarela há que ir lá para a ver com a nossa maneira de ver. Digo isto porque é uma das pontes que fica no roteiro de qualquer fotógrafo que se preze e daí ser uma das pontes mais fotografadas e publicadas, mas uma coisa é a imagem que vemos na fotografia e outra bem diferente é viver a ponte de perto e ver os entornos, os cheiros e os sons que nunca saem registadas em fotografia.

 

 

Na grande maioria das vezes a fotografia congela um  momento num enquadramento minimamente pensado e selecionado, metendo dentro apenas o que interessa e deixando de fora tudo aquilo que iria estragar o nosso cenário e, como se isso não bastasse ainda se lhe acrescenta um bocadinho de Photoshop para complementar o embelezamento. Nada tenho contra este procedimento, aliás eu próprio recorro a ele e sou da opinião que é aí que começa a arte da fotografia para deixar de ser um mero registo documental,  mas admito que muitas das vezes não se transmite a realidade pura, pois falta a envolvente, faltam os cheiros e fragâncias, faltam os sons da natureza e, por muito selecionado que o olhar tenha sido, por muito esmerado que tenha sido o tratamento,  quando nos deslocamos a um local que apenas conhecemos em fotografia, ficamos desiludidos com a realidade. Pois quanto à Ponte da Misarela garanto-vos que ainda não vi nenhuma fotografia (e já vi muitas) que consiga superar a realidade. Pode haver nelas todo o cuidado de enquadramento, todos os adornos de um tratamento, mas nenhuma superará a realidade de a ver e sentir  in loco, de fazermos parte da paisagem, da envolvente, de sentir as fragâncias e ouvir as melodias, puras, da natureza. Assim, é obrigatório ir lá.

 

 

A Ponte da Misarela é sem qualquer dúvida um dos nossos tesouros do “Reino Maravilhoso” e, como todos os tesouros convém estar bem guardado e pouco acessível. A Ponte da Misarela também assim é. A modernidade de outros tempos deixou-a quase esquecida num recanto onde poucos agora chegam, e ainda bem, digo eu, mesmo que para descer até ela todos os santos ajudem, o problema está depois no regresso onde todos os santos nos abandonam. Não é coisa do outro mundo e penso que seja até propositado para abrir o apetite para as iguarias barrosãs, como se fosse necessário abrir o apetite para tal. Como dissemos ontem, a Ponte da Misarela, neste nosso passeio, é para ser vista e sentida na parte da manhã, visita que pela certa irá ser para estar e viver momentos únicos, daí ser natural que seja de alguma demora. Assim, quando estiver concluída a visita estará na hora de saborear o almoço, o que não é problema, pois na zona, junto às albufeiras,  encontrará com facilidade um restaurante que espera por si.

 

 E hoje ficamos por aqui, amanhã concluiremos este roteiro de um dia por terras barrosãs.

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • JM Naturopatia

      Fantástico trabalho de recolha e divulgação de um ...

    • Anónimo

      gostaria muito de um dia poder conhecer. meu pai v...

    • Anónimo

      Não me admiraria se esta fotografia fosse «roubada...

    • Anónimo

      Sou alfacinha de gema, mas gosto de vos ler; olham...

    • Joaquim Ferreira

      Tantos anos passados, tantos sonhos por realizar.Q...