Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

17
Out21

O Barroso aqui tão perto - Venda Nova e Padrões

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-DESDE-paio afonso (34)

montalegre (549)

1600-padroes (13)-1

 

VENDA NOVA e PADRÕES

MONTALEGRE

 

Pensava que todas as aldeias do concelho de Montalegre já tinham o seu post completo neste blog. Quase jurava que tal tinha acontecido, mas a verdade é que nem no meu arquivo das aldeias do Barroso, nem no arquivo do blog encontro as publicações da aldeia de Padrões e da Venda Nova. Ainda bem que existe esta segunda ronda complementar de trazer aqui o vídeo para as aldeias que não o tiveram, pois o mais provável é que continuassem sem o seu post durante mais uma temporada, até que, tal como aconteceu hoje, desse pela sua falta.

 

1600-venda-nova (35)

1600-padroes (16)

 

Rebobinando a memória, talvez tivesse acontecido que, aquando chegou a vez do post destas aldeias acontecer, nós não tivéssemos imagens suficientes para o fazer, pois no entretanto dei-me conta que já havia algumas imagens (poucas) preparadas para serem publicadas, Aliás continuamos com essa carência de imagens, e a razão é muito simples, pois tanto Padrões como Venda Nova são povoações com construções relativamente recentes, do pós construção da barragem, e daí escaparem ou ficarem de fora das povoações típicas e mais antigas do Barroso e Trás-os-Montes. Não quero com isto dizer que não sejam povoações interessantes, pois também têm seu interesse, nem que fosse e só pela vizinhança da barragem.

 

1600-padroes (6)

1600-padroes (12)-1

 

Contudo, em termos de imagem, ao não termos as imagens de “marca” barrosã no que respeita ao casario individual e conjunto, ficamos um pouco limitados a outros pormenores de interesse, embora, ao nível de paisagem geral, tanto Padrões como a Venda Nova, nos proporcionem imagens incríveis de beleza impar.

 

1600-venda-nova (52)

1600-venda-nova (40)

 

Também quanto à história destas duas povoações hoje existentes, por serem relativamente tão recentes, pouco mais de setenta anos, ficamos sem grandes argumentos históricos para relatar, mesmo assim, vamos deixar aqui um pouco do seu ser, que pelos motivos já apresentados, pela proximidade e partilha de condição, apresentamos estas duas povoações, Padrões e Venda Nova, em conjunto, num só post, isto que respeita a imagem, diferenciando-as em texto, quando tal se justifique ou seja necessário.

 

1600-padroes (10)

1600-venda-nova (49)

 

Tanto Padrões como a Venda Nova têm a barragem por companhia, prolongando-se as suas construções até à sua margem, tal como, ambas são atravessadas pela N103, estrada Chaves-Braga, mais ou menos localizadas a meio do caminho entre ambas as cidades, no entanto, a Venda Nova, ganha mais visibilidade pela sua condição de entroncamento, de onde para além da ligação a Chaves e Braga tem a estrada que entronca com a N103 a ligar à freguesia de Salto, ao concelho de Boticas e concelho de Cabeceiras de Basto, daí ser um ponto de passagem para vários destinos e a justificar o seu topónimo de  “Venda”, das antigas “vendas” mercearias com taberna de comes e bebes e às vezes até dormidas.

 

1600-paio afonso (29)-video

1600-venda-nova (20)

 

A Venda Nova ainda hoje mantém este estatuto comercial, com bares e restaurantes, posto de abastecimento de combustíveis, panificadora, comércio geral, etc. Foi, quase sempre, um local de paragem obrigatória e de “apeadeiro” rodoviário paras as carreiras de ligação a Chaves, Braga, Montalegre, Salto, Boticas e Cabeceiras.

 

1600-venda-nova (34)

1600-padroes (12)-2

 

Já Padrões, mais discreta, maioritariamente com o seu casario recente e planeado,  com manchas de arvoredo farto, parece-me ter mais a função residencial, ou mesmo de dormitório, não tendo grande visibilidade desde a E103, mesmo porque as características do terreno não o permitem. Já do outro lado da Barragem, ganha alguma visibilidade e encanto, ao ver-se o seu conjunto. Curiosamente, aí já estamos noutro concelho, distrito e província (Vieira do Minho, Braga, Minho), pois o linha de fronteira, a partir de Padrões, passa a ser o Rio Rabagão. Curiosidade acrescida a de ser fronteira para concelho, distrito e província, mas não do Barroso, pois este ainda continua mais um pouco no concelho de Vieira do Minho – Em breve, as povoações “minhotas” do Barroso também passarão por aqui..

 

1600-venda-nova (28)

1600-venda-nova (21)

 

Para melhor perceberem a localização de Padrões e Venda Nova, e os limites atrás referidos, ficam os nossos mapas e uma imagem aérea do google maps, acrescentando apenas, que o nosso itinerário recomendado, como sempre a partir da cidade de Chaves, pode ser sempre via E103 desde Chaves até Venda Nova e Padrões, num total de 71 km (até Padrões, 68,6km até à Venda Nova).

 

 

1600-google.jpg

mapa-1.png

mapa-2.png

 

No regresso a Chaves podemos reduzir um pouco a distância e aumentar o interesse do passeio, basta fazer o regresso via Salto, ou estando nos Padrões, via Minas da Borralha, Salto, Boticas, aliás, em termos paisagísticos e de vistas, este trajeto de regresso é muito interessante e bem diferente do trajeto da E103.

 

1600-venda-nova (29)

1600-venda-nova (1)

 

Vamos deitar o olho àquilo que, sobre estas povoações, se diz na monografia de Montalegre, onde a primeira referência, vai para Vilarinho de Padrões (antigo topónimo de Padrões) como uma das entradas no Barroso de Montalegre e acesso à sede de concelho:

 

Acessos

Na vila actual podemos entrar por várias portas. Quem circula pela Nacional 103, entre Braga (a 90 km) e Chaves (a 35 km), chega às Terras de Barroso desde Salamonde- Fafião, atravessando a zona ribeirinha de Cabril, do Gerês e do Rio; desde Vilarinho dos Padrões pela Barragem da Venda Nova e terras de Covêlo do Gerês e Paradela do Rio;   

 

1600-venda-nova (42)

1600-venda-nova (32)

 

Dentro do capítulo do Associativismo encontrámos uma referência para o Rancho Folclórico da Venda Nova:

no domínio da animação artística há o rancho folclórico da Venda Nova,

Sobre o Rancho Folclórico encontrámos esta página no Facebook:

https://www.facebook.com/grupofolclorico.vendanova/

 

1600-venda-nova (73)

1600-venda-nova (19)

 

 Ainda na monografia, a referência à antiga freguesia da Venda Nova:

 

Venda Nova

Área: 8.2 Km2

Densidade populacional: 48.7 hab/Km

População Presente: 383

Orago: São Pedro

Pontos turísticos: Albufeira e Miradouro.

Lugares da freguesia: (4) Codeçoso, Padrões, Venda Nova e Sangunhedo.

É uma localidade relativamente jovem (ainda não existia à data do numeramento ordenado por D. João III, em 1530), mas duzentos anos depois, já consta como sede de freguesia, nas memórias paroquiais de 1758. (…)

 

paio afonso (29)

1600-padroes (14)

 

E continua a monografia:

A nova sede de freguesia substitui o lugar de S. Simão de Codeçoso de Arco e passou a chamar-se São Pedro de Venda Nova, tendo andado anexa a Santa Marinha de Ferral. A antiga igreja que fora transferida do vale da igreja para Venda Nova acabou por ser afogada, como toda a povoação e o cemitério pelas águas da barragem que foi inaugurada em 1950, com pompa e circunstância e onde, no desfazer da festa, afogaram dez pessoas!

 

1600-venda-nova (12)

1600-paio afonso (34)

 

De salientar que a freguesia autónoma da Venda Nova já não existe, hoje está incluída na União de freguesias de Venda Nova e Pondras.

Continuando na monografia, mais uma referência a Padrões:

“Sinais dos tempos”

Vários outros monumentos da romanização se descobriram e permanecem cá testemunhando a sua origem e finalidade: marcos miliários em (Padrões, Currais, Travaços e Arcos) aras romanas em (Vilar de Perdizes, Pitões e São Vicente da Chã) estelas funerárias (Vila da Ponte/ Friães), o célebre Penedo de Rameseiros (Vilar de Perdizes) e outros.

 

1600-venda-nova (72)

1600-venda-nova (68)

 

Para finalizar, fica uma referência a um parque de merendas em Venda Nova, com sombras e vistas lançadas para a Barragem e para as montanhas do outro lado do Gerês, após as quais está o Barroso do Gerês e do Rio Cávado.

 

1600-venda-nova (75)

1600-paio afonso (33)

 

Por último, resta-nos pedir desculpas a Padrões e Venda Nova por trazê-las aqui em conjunto, mas pelos motivos já apresentados e também um pouco, talvez, por falta de inspiração para captar outras imagens, não deu para arranjar material e motivos para dois posts individuais, mas como o Barroso é um capítulo deste blog que ainda está longe de terminar, ouras oportunidade surgirão para que estas duas aldeias possam estar aqui ou no nosso grupo do Facebook “Simplesmente Barroso”   de forma individual.

 

1600-padroes (13)

1600-padroes (1)

 

Agora, mesmo para terminar, fica o nosso habitual vídeo com todas as fotografias e mapas publicados neste post. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos das aldeias do Barroso no MEO KANAL Nº 895 607

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de Viade de Baixo.

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Zé Onofre

      Boa tardeAcerca deste texto tenho a dizer duas coi...

    • Ana D.

      Linda foto! Obrigada pela partilha!

    • Anónimo

      Atravessei as poldras muitas vezes, na época em q ...

    • cid simoes

      Lindo! O Sr. Madureira está a melhorar. Parabéns.e...

    • Anónimo

      Imagens fantásticas desta Vila Termal, de Vidago, ...

    FB