Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

13
Jun24

O Factor Humano

"Insistem em voar nas madrugadas"


1600-cab-mcunha-pite

 

"Insistem em voar nas madrugadas"

 

Sentou-se com dificuldade no alpendre. Lentamente retirou um cigarro do maço e procurou a caixa de fósforos no fundo do bolso.

 

Não se recordava já da última vez que tinha fumado, nunca tivera esse hábito.

 

Por longos minutos voltou-se para os amieiros que bordejavam a margem direita do rio, o cigarro, ainda por acender, preso entre os lábios, a caixa de fósforos na mão, a tranquilidade pousada no rosto.

 

Descansou os olhos nos ramos das árvores, procurando ainda adivinhar o rio pleno de águas.

 

Distraída, a mão tocou o telemóvel cujo ecrã se acendeu anunciando, inutilmente, a ausência de rede.

 

Os últimos raios do Sol sumiam-se na cumeada, espalhando uma luz dourada, cada vez mais ténue, nas encostas a nascente.

 

Chegara o tempo de acender o cigarro e desenhar com o seu fumo a última mensagem.

 

Mas não tinha pressa. Estava seguro no seu tempo. Olhou uma vez mais a luz que se esvaía no declive, à medida que uma onda de sombra ia subindo a encosta, abraçando-a e escondendo-a no seu colo.

 

1600-(30647)

 

E, de repente, já não se distinguiam as urzes nem as estevas, mergulhadas na noite que acordava na base do monte.

 

Veio-lhe uma vontade de escrever que não o visitava há muitos anos. Retirou uma factura da carteira e, no seu dorso, começou a escrever uma quadra, vício que tivera no passado. E podia ler-se "Retoma-se uma escrita já esquecida / As letras orgulhosas nas palavras / Quais aves que mesmo de asas partidas"...

 

Percebeu que já não conseguia terminá-la e pousou a caneta que rodou pela mesa até se despenhar.

 

Desviou os olhos para poente, derradeiro reduto do seu último dia. Conhecia o recorte daquela cumeada, como antes conhecera cada ruga da cara da sua companheira ausente.

 

 Quando o sol já partiu, fica uma nitidez vinda da luz que se ausentou, deixando a silhueta das serras, com as suas rochas e as suas árvores, como se fossem recém-nascidas.

 

Com mão firme riscou o fósforo protegendo a ténue chama com a mão. Depois aproximou-a do cigarro, inclinando levemente a cabeça.

 

Uma sucção dos lábios fez brilhar a extremidade do tabaco com uma densa luz laranja, e aspirou o fumo até aos pulmões.

 

Lentamente desenhou com a boca anéis de fumo que foram subindo, vagarosos, na atmosfera. Eram como arcos de um túnel que se alongava e alargava progressivamente.

 

Só ele viu então o cavaleiro da morte, galopando desde longe, através desse ténue caminho, até chegar junto a si.

 

A solidão foi-se inundando de ausências; primeiro de sons, depois de silêncios, até ficar plena de vazio, incapaz já de existir.

 

Mais nada lhe restava, apenas terminar.

 

Pouco a pouco o coração foi deixando de se sobressaltar e permitiu que a morte, aninhada aos seus pés, o serenasse. Sem medos.

 

Sobre a mesa ficou o poema incompleto, numa pequena folha que seria embalada pelo vento da manhã.

 

Atrás da fila de amieiros, as águas do rio foram-se afastando, com um travo salgado a liberdade.

 

Manuel Cunha (pité)

 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

19-anos(34848)-1600

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Bom texto, João, mas não esperes que algum leitor ...

    • fjr

      Como me lembro bem.

    • Jon Shein

      Gostava de saber qual foi o Dirigente Africano da...

    • Anónimo

      No mesmo sitio onde a BT.

    • Amiel Bragança

      Caro Fernando Ribeiro,Apreciei a compilação das "B...

    FB