Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

30
Nov14

O Outono entre Seixo e Loivos

1600-seixo (120)

O concelho de chaves é constituído por uma cidade (Chaves), duas Vilas (Vidago e Stº Estêvão) e cerca de 150 aldeias, no entanto, uma das vilas (Stº Estêvão) adquiriu o título excecionalmente, com uma exceção à própria exceção prevista na Lei nº 11/82 de 2 de junho, Mas veio isto à conversa por causa de Vidago, a vila e o segundo aglomerado mais importante do concelho, e ao qual, por uma ou outra razão às vezes temos que ir.

1600-seixo (107)

E chamo aqui Vidago porque foi a caminho dessa vila que tomei estas imagens. Sendo a segunda povoação mais importante do concelho desde sempre teve ligações privilegiadas com a sede do concelho, além de ser atravessada pela Estrada Nacional 2 e receber ou ser o entroncamento de outras vias secundárias. Assim atualmente podemos (a partir de Chaves) chegar a Vidago por 5 vias diferentes (e já perdemos a sexta via que era o combóio), sendo duas delas principais (A autoestrada e a Nacional 2) e as restantes 3 secundárias. Pois sempre que lá vou sem as pressas do relógio a incomodar tomo preferencialmente uma das ligações secundárias, mas com mais frequência a que sai de Chaves pela EN 314, a tal estrada que nos liga a quase metade do concelho rural e de montanha.

1600-seixo (118)

É nesta alternativa de acesso a Vidago que apanhamos vários pontos de interesse, desde logo as vistas que durante a EN 314 lança para o vale de Chaves, a subida da Serra do Brunheiro, a descida para o vale de Loivos ou melhor, da Ribeira de Oura, a própria Ribeira de Oura, Loivos que ainda hoje mostra a sua grandeza e as belezas naturais que acompanham todo o percurso até Vidago. No entanto esta alternativa atravessa apenas 6 aldeias, sendo que uma delas ainda é na prática cidade (Vilar de Nantes) outra um pequeno aglomerado de 4 ou cinco casas no cruzamento de estradas (Peto de Lagarelhos) e pelo meio apenas restam Izei, Seixo, Loivos e Vila Verde de Oura. As imagens de outono de hoje são precisamente do local onde a Ribeira de Oura recebe um pequeno afluente e atravessa a estrada entre o Seixo e Loivos.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Relatório só após a conclusão das obras, ainda a d...

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    FB