Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Oucidres - Chaves - Portugal

19.05.18 | Fer.Ribeiro

1600-oucidres (14)

 

Nesta nova ronda pelas aldeias de Chaves, hoje toca a vez à aldeia de Oucidres, uma das aldeias que com a reorganização administrativa das freguesias perdeu o seu estatuto de sede de freguesia para passar a pertencer a uma freguesia mais alargada, que adotou o nome de Planalto de Monforte – União das freguesias de Oucidres e Bobadela.

 

1600-oucidres (76)

 

Como facilmente se depreenderá estamos também nos “domínios” do Castelo de Monforte que, curiosamente, até nem pertence a esta freguesia. Ficou sem castelo que comunga do mesmo topónimo, mas ganhou ou continuou com a pedra mais famosa da região – a Pedra da Bolideira, esta sim, no Lugar da Bolideira.

 

1600-oucidres (8)

 

Quanto a Oucidres continua por lá. É uma das aldeias que muitas vezes nos calha em caminho, um deles, precisamente para se ir até ao Castelo de Monforte, mas pode ser também uma alternativa à EN 103 ou que nos pode ficar na passagem para irmos até Vilar de Izeu, Vila Nova de Monforte, Avelelas ou Sobreira.

 

1600-oucidres (133)

 

Embora nos calhe amiúde em caminho, à última vez e única que tomámos alguns olhares de Oucidres já foi há 12 anos, mais precisamente em setembro de 2006. Não é caso único, pois como passamos por lá muitas vezes, vamos sempre deixando para a próxima, mas não só por isso, pois recordo que há três anos decidi-me ir até Oucidres, com passagem pela Bolideira e com a intenção de também lançar mais uns olhares a Vilar de Izeu e Vila Nova. Na Bolideira ainda fui ver se a pedra continuava a abanar, mas quando finalmente me comecei a dirigir para Oucidres, nas proximidades, além da aldeia, uma forte coluna de fumo indicava haver incêndio nas proximidades. 29 de agosto de 2015 foi a data que ficou registada no exif das fotografias do dia, que além de meia dúzia de olhares sobre a Bolideira, apenas ficaram para memória futura registos do incêndio que lavrava entre Sobreira e Avelelas.

 

1600-oucidres (81)

 

Assim lá temos que recorrer, mais uma vez, às imagens de arquivo e fazer a promessa de um dia destes regressarmos a Oucidres para registo de novos olhares. Embora esta promessa de nova recolha de imagens às nossas aldeias já comece a ser um lugar comum aqui no blog, contamos cumpri-la. Só não sabemos quando, mas havemos de lá ir novamente. Entretanto ficamos com aquilo que temos em arquivo e com aquilo que é mais icónico na aldeia, como a sua igreja, com torre sineira dupla, a sua capela, as alminhas no largo, por sinal umas das mais bonitas do concelho e um pouco do seu casario mais típico. O resto fica para quando de novo formos por lá. Fica prometido e por aqui as promessas costumam ser cumpridas.