Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

20
Out18

Pedra de Toque

pedra de toque copy.jpg

 

Todos os anos, nesta época dos Santos, desloco-me ao cemitério e visito, entre outras, a campa onde se encontra minha mãe, meu pai e minha avó materna.

 

A última a partir (1993) foi minha mãe. Sofri muito com o decesso dela. Senti-me desamparado e uns dias depois escrevi o texto que segue.

                       

Mãe

 

Perdê-la é o corte cerce da raiz mais funda que nos liga à vida.

 

É o desaparecimento doloroso da protecção, do suporte, da tábua que nunca naufraga neste rio de tormentas.

 

Perdê-la é nunca mais ouvir por detrás do trinar do telefone, a voz aflita temendo que o silvo da sirene fosse connosco.

 

É a falta irremediável do mais sincero regozijo pelas nossas venturas, da tristeza mais sentida pelo nosso desgosto, que desde logo aliviava com o carinho mais puro, mesmo que a razão não existisse.

 

Perdê-la é a amarga sensação de não poder satisfazer os seus mimos, de não poder brincar com as suas perrices, de não lhe proporcionar todos os seus desejos, de não abraçar e beijar a sua ternura.

 

E é, também, um violento empurrão para a solidão, mesmo quando as palavras eram sussurros ininteligíveis, saídos da cara linda que a brancura do cabelo prateava, nas voltas a meu lado pela cidade nova.

 

Falar em saudade é pouco.

 

A sua memória eterna, é no momento, as lágrimas que o tempo cuidará em transformar em pérolas preciosas, a guardar para sempre no cofre que temos no peito bem ao lado do coração.

 

Porque herdamos a sua simplicidade, a sua bondade, os seus gestos, a sua maneira de andar, o formato de suas mãos, os traços da sua face, o desenho das suas unhas e, sobretudo, o sangue que nas veias corre.

 

Agora que a terra, esconde e come, só podemos com humildade preservar a lembrança e ensinar aos nossos, o amor sem limites, o mais querido e o mais rico legado, que nos deixou.

 

António Roque

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Sim este é o S. Lourenço de Chaves"Eu sei que há m...

    • José Pombal

      Com o devido respeito, o nome destas localidades, ...

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro. Agradeço as suas diligência...

    • Anónimo

      (Esta (só?!...) placa não merece «Re-qua-li-fi-ca-...

    • Fer.Ribeiro

      Não sei mas vou tentar saber. Abraço.