Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

08
Set18

Prado - Chaves - Portugal

1600-prado (42)

 

Seguindo a metodologia (ordem alfabética) que temos vindo a praticar nesta nova ronda pelo mundo rural das nossas aldeias, a seguir à Póvoa de Agrações aparece-nos o Prado. Ora bem, o Prado não é propriamente uma aldeia, é mais um lugar, um pequeno bairro da nossa veiga de Chaves, localizado entre as Eiras, o Campo de Cima e o Sr. da Boa Morte, tendo características muito particulares e muito ligadas ao cultivo de uma área considerável da veiga, daí, que desde o inicio da abordagem às nossas aldeias eu ter aberto um espaço para o Prado também constar aqui, e não é caso único, pois para bem perto do Prado procedi da mesma maneira para a Quinta da Condeixa.

 

1600-prado (43)

 

Mas talvez tudo isto sejam coisas do meu subconsciente revivendo o território que me era permitido na minha juventude mais jovem de criança, onde o Campo de Cima, o Prado, a Quinta da Condeixa eram alguns dos limites desse território. Ir para lá desses espaços, já era coisa complicada de explicar no caso de as explicações serem necessárias.

 

1600-prado (28)

 

Mas sim, o Prado fazia parte quase diária das minhas andanças de bicicletar  esse território da veiga, pelo menos até à taberna do Justino (ou Faustino – a memória já me atraiçoa) onde a rua bifurcava e eu escolhia sempre o destino da Quinta da Condeixa que me afastava do Prado, e a razão era simples, era apenas uma questão de velocidade, ou seja, até à Quinta da Condeixa era necessário vencer uma pequena subida o que significa que o regresso era feito a descer, o que dava para atingir uma velocidade considerável que, aproveitando o balanço, só terminava na meta da Casa Azul. Pode parecer coisa pouca, mas dava para por a fervilhar a adrenalina de uma criança.  

 

1600-prado (33)

 

Quanto ao topónimo “Prado” penso não haver dúvidas de ter origem naquilo que seria um prado, a minha dúvida apenas surge com a origem/tempo em que este topónimo aparece, antes ou depois da Quinta do Prado… apenas uma curiosidade. Mas desengane-se que pensar que o prado é mesmo um prado. Também o é, mas não é só prado que por lá se dá, pois, todo o tipo de culturas são possíveis por lá, com terra fértil e contando ainda com a ajuda do regadio (canal de rega) que atravessa as terras do Prado.

 

1600-prado (7)

 

E como devem calcular do Prado pouco mais haverá para dizer. Fica desde já anunciado o lugar do próximo sábado, mais uma exceção, pois tal como hoje não se trata de uma aldeia, mas de um lugar que dá pelo nome de Praia de Vidago, onde também passámos algumas tardes de verão da nossa adolescência mais crescida.

 

 

 

Guardar

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Boa noite! Alguém me sabe dizer quem foi o autor d...

    • Eduardo Camara

      Sou Eduardo neto de Maria Otilia portuguesa nascid...

    • Tudo Mesmo

      Tenho que ir a Chaves para o próximo ano.

    • Anónimo

      “OUTONICE”Porra! Porra! Porra!Como se já não me ba...

    • Tudo Mesmo

      Linda mesmo.