Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

15
Out20

REINO MARAVILHOSO

Douro e entre os montes

1600-(52245)

Cidade de Chaves- Arrabalde

Este blog vai a caminho dos 16 anos e, sem me queixar, pois faço-o com gosto, confesso que às vezes não é fácil marcar aqui a presença diária, sobretudo tendo como ponto de chegada e de partida, e como centro de atenção ou de convergência, a cidade de Chaves, pelo menos com alguma originalidade. Sei que essa originalidade seria possível, mas embora até tenha a vontade, disponibilidade e abertura para ela, falta-me aquilo  que é essencial para que possa acontecer – tempo. Ideias não faltam e matéria também não, o tempo para recolha e tratamento de conteúdos, esse sim, é sempre pouco.

 

1600-Vidago Palace 18 (81).jpg

Vidago Palace

Eu sei que este blog tem como base a imagem, a fotografia. Até à presente data foram aqui publicadas 15.426 imagens, das quais 3.896 são da cidade de Chaves, 5.083 das aldeias de Chaves, 3.444 são do Barroso e as restantes são temáticas (arquitetura, arte, incêndios, pormenores, eventos,  etc.). Dentro das de Chaves, por exemplo do Arrabalde estão aqui publicadas 234 fotografias, da madalena 230, da ponte romana 189, da rua Direita 135, isto por defeito, pois os números são os do flickr, mas para eles ficarem disponíveis têm de ter a “tag” Chaves, ou Arrabalde, etc, e algumas vezes esqueço-me de as meter, peloo que os números apresentados são inferiores à realidade. Quero com isto dizer que trazer aqui a ponte romana 189 vezes e mesmo sendo a imagem sempre diferente, é sempre a mesma ponte romana, isto só para vos dizer, que muitas vezes a falta de tempo me obriga a trazer aqui tantas vezes a ponte, ou Arrabalde ou outros locais repetidamente.

 

1600-(52456)

Chaves - Ponte Romana

Claro que com o tempo vi-me obrigado a que o blog saísse fora da moldura de Chaves e do seu mundo rural. Apareceram as rubricas temáticas, os colaboradores com as suas crónicas pessoais e os horizontes em imagem foram além da moldura, e até o nome do blog, sem ser alterado, pois continua a ser CHAVES, passou de CHAVES – Olhares sobre a cidade a CHAVES – Olhares sobre o «Reino Maravilhoso», isto também porque pessoalmente entendo que Chaves tem condições para ser o centro de uma grande região, contando com a Galiza mais próxima. Assim os olhares do blog foram além fronteiras do concelho de Chaves, entrou no Barroso, tem todo o Alto-Tâmega debaixo de mira, para já com trabalho de campo na recolha de imagens nos concelhos de Vieira do Minho (freguesias dos Barroso), Ribeira de Pena, Vila Pouca, Valpaços, Vinhais e toda aldeias de toda a raia galega confrontante com Chaves e, ocasionalmente, um pouco mais além. É nessa que estamos agora e por onde vamos continuar, mas sempre com uma certeza, a de que Chaves, cidade e suas aldeias, continuarão a marcar aqui presença diária, pois já há algum tempo que o blog tem duas publicações diárias, uma com Chaves e suas aldeias e a outras com as restantes temáticas.

 

1600-ruivaes (22)

Ruivães - Vieira do Minho - Barroso

Hoje criamos uma nova rubrica que ira ser regular, uma vez por semana, para já com dia marcado para as quintas-feiras e que irá ter este cabeçalho:

 

1600-reino maravilhoso

 

REINO MARAVILHOSO – Douro e entre os montes. Claro que o Reino Maravilhoso é o que Miguel Torga nos descreve:

 

Vou falar-lhes dum Reino Maravilhoso. Embora muitas pessoas digam que não, sempre houve e haverá reinos maravilhosos neste mundo. O que é preciso, para os ver, é que os olhos não percam a virgindade original diante da realidade e o coração, depois, não hesite. Ora, o que pretendo mostrar, meu e de todos os que queiram merecê-lo, não só existe como é dos mais belos que se possam imaginar. Começa logo porque fica no cimo de Portugal, como os ninhos ficam no cimo das árvores para que a distância os torne mais impossíveis e apetecidos. E quem namora ninhos cá de baixo, se realmente é rapaz e não tem medo das alturas, depois de trepar e atingir a crista do sonho, contempla a própria bem-aventurança.

Vê-se primeiro um mar de pedras. Vagas e vagas sideradas hirtas e hostis, contidas na sua força desmedida…

 

1600-fisgas (56)

Fisgas do Ermelo e Srª das Graças ao fundo

Um  “ …berço que oficialmente vai de Vila Real a Montalegre, de Montalegre a Chaves, de Chaves a Vinhais, de Vinhais a Bragança, de Bragança a Miranda, de Miranda a Freixo, de Freixo à Barca de Alva, da Barca à Régua e da Régua novamente a Vila Real, mas a que pertencem Foz-Côa, Mêda, Moimenta e Lamego — toda a vertente esquerda do Doiro até aos contrafortes do Montemuro, carne administrativamente enxertada num corpo alheio, que através do Côa, do Távora, do Torto, do Varosa e do Balsemão desagua na grande veia cava materna as lágrimas do exílio.

Um mundo! Um nunca acabar de terra grossa, fragosa, bravia, que tanto se levanta a pino num ímpeto de subir ao céu, como se afunda nuns abismos de angústia, não se sabe por que telúrica contrição."

 

1600-douro-en222 (363).jpg

Douro

Terra-Quente e Terra-Fria. Léguas e léguas de chão raivoso, contorcido, queimado por um sol de fogo ou por um frio de neve. Serras sobrepostas a serras. Montanhas paralelas a montanhas.

Nos intervalos, apertados entre os lapedos, rios de água cristalina, cantantes, a matar a sede de tanta aridez. E de quando em quando, oásis da inquietação que fez tais rugas geológicas, um vale imenso, dum húmus puro, onde a vista descansa da agressão das penedias. Veigas que alegram Chaves, Vila Pouca, Vilariça, Mirandela, Bragança e Vinhais.

 

1600-freixo (2)

Freixo de Espada à Cinta

Vai ser por este “Mundo Maravilhoso” que o blog vai andar às quintas-feiras, partilhando as nossas imagens que fomos colhendo ao longo do tempo e demostrando que esta do Reino Maravilhoso, não é uma invenção do poeta, ele é mesmo uma maravilha, tendo em conta, claro que é preciso que “os olhos não percam a virgindade original diante da realidade e do coração…”

 

Fica então combinado, a partir de hoje, às quintas-feiras, vou mostrar-lhes um Reino Maravilhoso. Embora muitas pessoas digam que não…

 

1600-podence (311).jpg

Caretos de Podence

Já agora posso adiantar que além desta rubrica, o blog vais ter mais três novas, todas à volta da imagem e da fotografia, uma apenas de fotografia a preto e branco, outra de arte digital com base na fotografia e uma outra também de fotografia, intitulada devaneios fotográficos, em suma, poderemos dizer que é a abertura deste blog a um outro blog que temos mas que o tempo não nos deixa tratar como deveria ser suposto tratar, dai convidamo-lo a fazer aqui umas presenças, pelo menos 3 presenças mensais, a primeira fica já marcada para o final da próxima semana.

 

1600-sra-graca (23)

1600-sra-graca (49)

Srª das Graças

Quanto a esta nova rubrica do « REINO MARAVILHOSO – Douro e entre os montes», não ira ser tão longa como a de hoje, pois terá como base apenas a imagem, nunca além das três imagens e algumas palavras.

 

 

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

15-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Obg António Roque. Os irmãos são isso mesmo!

    • Anónimo

      Ainda há pessoas que podem dizer e contar a sua fe...

    • Anónimo

      Que bela surpresa. Força Fernando a gente agradece...

    • Ana D.

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro,Com um abraço parabéns, com ...

    FB