Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

01
Dez18

Samaiões - Chaves - Portugal

1600-samaioes (162)

 

Seguindo a ordem alfabética das nossas aldeias e depois de no último sábado ter passado por aqui a aldeia de Roriz, hoje calha a vez a Samaiões, a primeira das 33 aldeias do concelho de Chaves cujo topónimo começa por S.

 

1600-samaioes (165)

 

Samaiões, antiga sede de freguesia à qual pertenciam as aldeias de Outeiro Jusão e Izei, com a última reestruturação administrativa das freguesias portuguesas, passou a pertencer à união de freguesias da Madalena e Samaiões.  

 

1600-samaioes (91)

 

Embora Samaiões (aldeia) já esteja implantada em plena Serra do Brunheiro (nas suas faldas), a antiga freguesia já entrava praticamente na cidade, ocupando parte da reta do Raio X e passando mesmo o rio para a outra margem, incorporando no seu território o Bairro da Várzea e S. Fraústo. Apenas uma curiosidade mas que serve também para caracterizar a antiga freguesia, um misto de rural e urbana ou quase, pois ficava-se pela periferia da cidade.  

 

1600-samaioes (171)

 

Samaiões (freguesia) era também um misto de montanha e veiga. As aldeias em si, ocupavam às áreas elevadas deixando a veiga livre para a agricultura. Claro que isto acontecia quando a maioria da veiga era cultivada, ou melhor, antes de ao longo das principais ruas de freguesia, as que fazem o acesso à cidade, terem sido povoadas de construções, mesmo assim, a aldeia de Samaiões e Izei mantiveram a separação física entre elas e a cidade, já o mesmo não acontece com Outeiro Jusão, que na prática já não há separação entre a aldeia e a Madalena (cidade).

 

1600-samaioes (156)

 

Quando a aldeia de Samaiões, embora a proximidade da cidade e hoje fazendo parte de uma das freguesias da cidade, manteve a sua integridade como aldeia rural, que ainda vai mantendo a sua população e cultivando os seus campos, embora sirva também como aldeia dormitório.

 

1600-samaioes (146)

 

Samaiões é também uma aldeia miradouro da cidade e de toda a veiga de Chaves, desde onde se lançam excelentes vistas. Já o contrário não acontece, ou seja, a aldeia confunde-se um pouco com a montanha e com o arvoredo que a envolve.

 

1600-samaioes (126)

 

É uma das aldeias que às vezes fazemos calhar nos nossos itinerários, daí já ter passado aqui no blog várias vezes, não só por essa razão, mas também por ser uma aldeia sempre com motivos interessantes para fotografar. E continuaremos a passar por lá e pela certa continuará também a passar aqui pelo blog, mas a próxima, só depois de terminarmos esta ronda até chegarmos à última aldeia da lista – Vilela do Tâmega.

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Sim este é o S. Lourenço de Chaves"Eu sei que há m...

    • José Pombal

      Com o devido respeito, o nome destas localidades, ...

    • Anónimo

      Caro Fernando Ribeiro. Agradeço as suas diligência...

    • Anónimo

      (Esta (só?!...) placa não merece «Re-qua-li-fi-ca-...

    • Fer.Ribeiro

      Não sei mas vou tentar saber. Abraço.