Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

11
Set23

De regresso à cidade

com quatro exposições de pintura


1600-eurico-b (15).jpg

Eurico Borges

 

Hoje fazemos o regresso à cidade com uma passagem pelas exposições de artes plásticas que estão patentes ao público na cidade de Chaves. Quatro exposições em três espaços diferentes.

 

Nadir Afonso e Pedro Calapez estão desde 11 de agosto no Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, Eurico Borges está na Sala Polivalente da Biblioteca Municipal desde 4 de Setembro e Carneiro Rodrigues está nos Claustros do Forte de S. Francisco Hotel desde 8 de Setembro.

 

Quatro exposições, quatro artistas, três deles flavienses – Nadir Afonso, Eurico Borges e Carneiro Rodrigues. Quanto ao Pedro Calapez, nasceu em Lisboa.

 

Então vamos dar a nossa voltinha pelas quatro exposições, iniciando no MACNA – Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, precisamente com o artista que dá nome a este museu - Nadir Afonso.

 

1600-nadir -os lugares.jpg

 

Nadir Afonso

A exposição é intitulada “Os Lugares de Nadir”, abriu dia 11 de agosto e estará patente ao público até dia 12 de maio de 2024.

 

Ainda no  MACNA podemos ver também Pedro Calapez.

 

1040-calapez.jpg

 

Pedro Calapez

A exposição é intitulada ”Deste Espaço Luminoso e Obscuro”

 

Saídos do MACNA subimos até à Biblioteca Municipal onde está Eurico Borges desde dia 4 até 28 de setembro de 2023.

 

cartaz-eurico-claro-V2.jpg

 Eurico Borges

 

1600-eurico-borges (63).jpg

1600-eurico-borges (64).jpg

1600-eurico-borges (85).jpg


Depois da Biblioteca subimos mais um pouco até ao Fonte de São Francisco Hotel, onde nos seus claustros está Caneiro Rodrigues, desde dia 8 até 28 de setembro de 2023.

 

1600-forte-sfranc (6).jpg

 

Carneiro Rodrigues

 

1600-forte-sfranc (2).jpg

1600-forte-sfranc (3).jpg

 

E é tudo por hoje.

 

Uma boa semana!

 

 

03
Jun22

Os Nossos Artistas - Carneiro Rodrigues

Sala Multiusos da Biblioteca Municipal


cartaz (1).jpg

 

Depois dos artistas flavienses André Graça e Paulo Fontinha que durante os meses de abril e maio tiveram as suas obras de arte patentes ao público, foi ontem inaugurada a exposição do mês de junho do ciclo “Os Nossos Artistas” que o Município de Chaves está a levar a efeito na sala multiusos da Biblioteca Municipal, com mais um artista flaviense, desta vez  com as obras do artista Carneiro Rodrigues, com uma série de obras cuja temática vai do sagrado ao profano e que o artista intitula como “Imagens e Ideias”.

 

folha de sala-capa (1).jpg

folha de sala-miolo (1).jpg

 

Carneiro Rodrigues

Nasceu em Chaves em 1958.

Nesta cidade estudou até ao ensino secundário.

Fez depois o Magistério primário e foi trabalhar para França, como professor de português. Foi lá que a sua “vocação“ se manifestou de forma mais decisiva. A este facto, não foi alheio o contacto mais fácil e próximo com a arte dos museus e a sua inclusão num grupo de artistas da cidade onde vivia, com quem fez algumas exposições.

De regresso ao país ingressou na Escola de Belas Artes do Porto.

É atualmente professor do ensino secundário e mantém uma atividade artística regular.

Realizou mais de três dezenas de exposições individuais e participou em diversas exposições coletivas dentro e fora do país.

 

Máscaras.jpg

 

Alguns momentos da inauguração da exposição:

 

1600-carneiro-rodrigues (59).jpg

Carneiro Rodrigues

1600-carneiro-rodrigues (86).jpg

1600-carneiro-rodrigues (63).jpg

 

1600-carneiro-rodrigues (67).jpg

 

A exposição estará patente ao público até o dia 29 de junho de 2022 no horário da Biblioteca Municipal, estando assim aberta de segunda a sexta-feira e sábados de manhã.

 

08
Jul19

Chaves em festa - os meus destaques


cartaz (2).jpg

 

No programa de hoje de Chaves em Festa o meu destaque vai para a inauguração da exposição coletiva de artes plásticas,  “Uma geração, Dois momentos”,  a acontecer às 16H00 na Sala Multiusos do Centro Cultural. Uma exposição em jeito de homenagem a três dos nossos artistas flavienses falecidos – António Vilanova (1958-1997), Joaquim Rodrigues (1957-2008) e Rui Rodrigues (1953-2016), que não podendo estar presentes em corpo, estão-no em alma com as suas obras. Esta homenagem conta com a participação de três artistas flavienses da mesma geração – A.Pizarro, Carneiro Rodrigues e Mário Lino. Ao todo, seis artistas flavienses e a sua arte.

 

Uma boa oportunidade para os amigos e apreciadores da arte dos três pintores que já não estão entre nós se juntarem a esta homenagem estando presentes na inauguração da exposição, aberta ao público.

 

O segundo destaque, fica para a noite de hoje, com os concertos musicais à beira rio no jardim exterior do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso a rematar com um espetáculo de pirotecnia.  

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

19-anos(34848)-1600

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Bom texto, João, mas não esperes que algum leitor ...

    • fjr

      Como me lembro bem.

    • Jon Shein

      Gostava de saber qual foi o Dirigente Africano da...

    • Anónimo

      No mesmo sitio onde a BT.

    • Amiel Bragança

      Caro Fernando Ribeiro,Apreciei a compilação das "B...

    FB