Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Ocasionais - O Visível e o Invisível!

15.06.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 “O Visível e o Invisível!”  *O sol põe-se para dar lugar à noite,e para que os homens possam regozijar-se com uma nova aurora*. – P. Gardiner  Numa franja de Veiga e de Montanha, ali, no ReinoTrasmontano, O Maravilhoso, a fazer raia com a Galiza,  minga de (...)

A arte da cantaria e dos Mestres Canteiros

08.06.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 Se há arte que aprecio, é a arte de cantaria, a arte dos Mestres Canteiros, a verdadeira arte pela arte, quase sempre anónima, e temos pena, pois esses mestres da cataria também tinham nome. Fica a minha humilde homenagem a esses mestres canteiros, principalmente aos (...)

Arrabalde dos arrabaldes

30.05.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 Fora do contexto de “un cubano negro como el carbón” ou de qualquer outro, ficam algumas das suas palavras, sem a música dos sons, mas com a poesia das imagens… Cuanto me alegro De que pintes conmigo en blanco y negro Graffitis en los muros del planeta Y si falta (...)

Por este rio acima na companhia de Fausto

29.05.18 | Fer.Ribeiro | comentar
 Cada vez mais desprendido da televisão, tenho andado numa de ouvir música, muita música da música do meu tempo, como se a música tivesse tempo, e tem. Entenda-se por música do meu tempo aquela que mais me marcou e que oiço sempre com agrado, tenha ela 30 anos ou 3 (...)