Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

30
Jul19

De regresso à cidade...

1600-(44312)

 

Como ontem não pude fazer o devido regresso à cidade, faço-o hoje, nas calmas, a pé, à beira rio,  por aquele que se tornou um dos espaços mais agradáveis para passear em Chaves e sempre com a vantagem de se passear em maré de apreciação, como um pé numa das margens do rio e o olhar na outra margem. Para compensar a ausência de ontem, muito bem justificada pelo trazer aqui mais uma das nossas aldeias, hoje compenso com três imagens.

 

1600-(44305)

 

Pois no trajeto do regresso e hoje, se enquanto vamos andando formos olhando para a outra margem, podemos gozar de uma das vistas mais nobres sobre a nossa torre de menagem, desde um dos locais onde a torre ainda se vai vendo em todo o seu esplendor, sem muralhas de betão pelo meio.

 

1600-(44300)

 

Mas se não quisermos distanciar tanto o olhar, basta ficar pelo que está à beira rio no outro lado da margem, a frescura convida-nos a ir até lá, e chegando à outra margem, a outra margem que é esta em que estamos, convida-nos a regressar até ela, e assim sucessivamente, poderíamos andar todo o dia por lá e por cá, sem nos fartar-mos, mas, infelizmente porque ainda trabalho, ou felizmente porque tenho trabalho, os meus regressos à cidade ainda não me permitem gozar em pleno destes espaços.    

 

 

15
Jul19

De regresso à cidade...

1600-(50656)

 

Cá estamos de novo de regresso à cidade, depois de um sábado que prometia, mas que a trovoada estragou, regressamos hoje com uma imagem de marca da cidade de Chaves, a casa do coreto que não é coreto mas sim um terraço coberto. Curiosamente durante alguns anos fiz as minhas entradas na cidade com o dobrar dessa esquina, ainda na altura em que no rés-do-chão do coreto existia uma loja/oficina de produtos elétricos, penso eu, pois nunca reparei em pormenor o que continha no seu interior. Eram outros tempos em que os meus olhares andavam entretidos com outras coisas, mas lembro-me, isso sim, da pessoa que ocupava o espaço e que, penso,  só há poucos anos o deixou de ocupar.

 

1600-flavienses-19 (11)-9-pb

 

Mas hoje fazemos um regresso à cidade também com uma imagem onde há flavienses dentro. Um, dois, três…conto no total dez flavienses e sei que o são, porque os conheço a todos, alguns amigos, outros apenas conhecidos, ex-vizinhos também e até o “canário” que desceu de terras de Agrações para alegrar os nossos dias. Pela certa que alguns não serão flavienses de nascença, não o sei, pois nisto de nos conhecermos a todos não se entra em alguns pormenores, mas são flavienses porque nasceram cá ou por que o destino os trouxe até cá para aqui viverem as suas vidas e habitarem os dias flavienses, daí, serem flavienses também. O “Canário” fica a cores, com o seu chapéu amarelo,  que é mesmo do “Augusto Canário & Amigos” (o chapéu).

 

 

20
Mai19

De regresso à cidade...

Para blog Chaves em https://chaves.blogs.sapo.pt

 

Pois é, cá estou de novo a regressar à cidade, hoje com uma passagem pela praça do Duque, que, faltou só um bocadinho e nem na foto ficava, mas ficou a “mariana” do Sr. Lameirão… é assim, o raio de sermos de uma cidade pequena faz com que se conheça toda a gente, saber quem morava nas casas, de quem era mãe e avó, há quantos anos morreu, tantos quantos a casa está fechada, claro  que me refiro à casa em frente da qual a  “mariana” do Sr. Lameirão está estacionada, e estacionou lá, porque ele, que também é desta cidade pequena,  também sabia que nela não morava gente. Sei, ou sabemos, porque uma das almofadas da porta da capela da Santa Cabeça é de formato e cor diferente, e há quantos anos aquela porta e janela por cima da cabeça do duque não abrem, mas tudo isso é porque somos de cá, estamos cá e convivemos dia a dia, com o dia a dia que cada dia passa por nós. Mas isso, hoje, pouco interessa, pois o tema de conversa vai ser outro, feito de outro regresso, o do Desportivo de Chaves, que também regressou à cidade com o penoso fardo de também regressar à segunda divisão, ou segunda liga ou lá o que é…sei que, tudo isto foi depois de Portugal nem sequer ter ido à final do festival da eurovisão,  do Benfica ser campeão, do Porto ficar de beiça e do Sporting ver mais uma vez o campeonato passar-lhe ao lado, e ainda, tudo isto, quando estamos em campanha eleitoral daquelas eleições que tanto faz, para nós e para eles, a não ser para ver como andam as intenções de voto para as outras eleições que vêm aí. Por cá não há campanha, talvez por isso ainda nenhum dos candidatos tenha aparecido por cá, aliás nem fazem cá falta nenhuma…

 

Boa semana!

 

08
Abr19

De regresso à cidade, com chuva

1600-(42582)

 

De regresso à cidade, com chuva e um poema de Torga, a fazer pandã!

 

 CHUVA

Chove uma grossa chuva inesperada,
Que a tarde não pediu mas agradece.
Chove na rua, já de si molhada
Duma vida que é chuva e não parece.

 

Chove, grossa e constante,
Uma paz que há-de ser
Uma gota invisível e distante
Na janela, a escorrer...

 

In Diário II - Miguel Torga

 

 

01
Abr19

De regresso à cidade... com o vídeo do mês de março

 

Hoje o nosso regresso à cidade é feito de uma forma um pouco diferente, pois em vez de uma imagem, temos em vídeo todas as imagens que foram publicadas durante o mês de março. Aconteceu hoje porque hoje é o primeiro dia do mês, ou seja, desde hoje passará a acontecer todos os dias 1 de cada mês, sempre com todas as fotos e vídeos do mês anterior.

Bom mês, e hoje não metemos nenhuma peta, pois ainda não digerimos muito bem uma que ainda hoje vai passando por verdadeira, ainda estamos de ressaca!

21
Jan19

De regresso à cidade...

1600-(47015)

 

Cá estamos de novo a regressar à cidade, desta vez, mais uma vez, através da mui nobre e antiquíssima ponte romana, a nossa Top Model por excelência e a servir e servir-nos História há quase dois mil anos. Por ela já passaram imperadores, reis, rainhas, príncipes e princesas, santos e ateus, padres, bispos e cardeais, povos amigos, povos bárbaros, invasores e fugitivos, revoluções e conspirações, ministros, presidentes e candidatos… e muitos, muitos outros, não tivesse ela nascido para servir que nela passe, sempre na companhia do seu rio, o Tâmega e os seus nevoeiros e neblinas matinais.

 

1600-quadras soltas (41)

 

Mas neste regresso à cidade fazemo-lo também com uma proposta cultural, mais propriamente uma proposta de arte que o Espaço Quadras Soltas do Porto nos traz até Chaves na forma de Arte Solta #5, com uma exposição de mais de uma dezena de artistas e “artes”, com as artes plásticas e visuais em quase todos os seus suportes: pintura, escultura, desenho, gravura, recorrendo a técnicas simples ou mistas, mas também espaço para a fotografia e a cerâmica. Digamos que há arte, técnicas e estilos para todos os gostos.

 

Esta exposição foi inaugurada na passada sexta-feira com abertura ao som da música de um quarteto de flautas transversais da Academia de música flaviense e estará patente ao público até ao próximo dia 8 de fevereiro, na Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves.

 

14
Jan19

De regresso à cidade...

1600-(42566)

 

Cá estamos de novo de regresso à cidade, depois de mais um fim de semana frio e geadas branquinhas, daquelas que curam as carnes, mas com a chuva a caminho. Lá terá de ser, é chata e molha, mas com o frio a manter-se, há sempre a esperança de que caia um bocadinho de neve, como antigamente, porque antigamente é que era, pelo menos há quem acredite nisso… e a prova disso mesmo é a foto que fica a seguir, uma foto de arquivo do antigo ano de 2018, mais precisamente de 28 de fevereiro.

 

1600-(49291)

 

Na realidade as memórias curtas são um problema que abundam mais por aí do que aquilo que parece, estas do tempo até são inocentes, mas outras há que não são tão inocentes assim, são convenientes, ou pior ainda, digamos, sei lá… doentias, para ser simpático. Pois! Mas o que interessa é que vem aí a chuva, que é chata e molha, mas que dizem fazer falta, daí perdoar-se e sempre pode ser que dê em neve para podermos dar um pouco de liberdade à criança que temos sempre amordaçada dentro de nós.

 

Uma boa semana!

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Olhares de sempre

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • sandra sofia

      O que custa é começar,para acabar,acaba-se a qualq...

    • Anónimo

      Se Chaves fosse justo com os seus e com os amantes...

    • Anónimo

      CHAVES merece.“Ó vós que buscais o mais alto e bel...

    • Fer.Ribeiro

      Meu caro AB, isto também é Barroso, mas tem razão,...

    • Fer.Ribeiro

      Belo mas sofrido, toda a manhã debaixo de chuva e ...